A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mandioca. Nome científico: manihot esculenta A mandioca é originária do sudoeste da Amazônia e seu cultivo já estava disseminado até o México, muito antes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mandioca. Nome científico: manihot esculenta A mandioca é originária do sudoeste da Amazônia e seu cultivo já estava disseminado até o México, muito antes."— Transcrição da apresentação:

1 Mandioca

2 Nome científico: manihot esculenta A mandioca é originária do sudoeste da Amazônia e seu cultivo já estava disseminado até o México, muito antes da chegada dos colonizadores europeus. Câmara Cascudo a chama de a rainha do Brasil em seu livro A História da Alimentação no Brasil e também de pão da terra, com muita justiça, pois dela tudo se aproveita.

3 Conta sobre um passado muito distante onde a linda filha de um chefe indígena, chamada Mani, morrera ao completar apenas um ano. A criança de aparência muito branca foi enterrada dentro de sua oca, onde sua sepultura teria sido regada diariamente, conforme o costume da tribo. Algum tempo depois nasceu uma planta desconhecida sobre seu túmulo. Com o tempo as raízes foram aparecendo e chamaram atenção dos índios que as comeram. Teriam então, os indígenas, aprendido a cultivar a planta e passaram a chamá-la de Mani-oca que significava casa de Mani, onde a junção dessas palavras acabou tornando-se mandioca. Quem registrou essa lenda foi o escritor e folclorista mineiro, especialista em cultura indígena, Couto de Magalhães (1837 – 1898).

4 Por sua provável origem, a mandioca caracteriza-se por ser um produto brasileiro e tem relevante importância na cultura e alimentação brasileira. Ela é produzida em 1,7 milhão de hectares em todo Brasil e juntamente com milho, arroz e cana de açúcar constituem como principais fontes de alimento e cerca de um bilhão de pessoas em todo mundo utilizam-na como fonte alimentar.

5 A mandioca é uma raiz com alto valor energético (cada 100 gramas possui 150 calorias) Possui sais minerais (cálcio, ferro e fósforo) e vitaminas do Complexo B.

6 Periodo: Normalmente se recomenda o plantio de maio a outubro. Entretanto o plantio pode ser recomendado em qualquer época, desde que haja umidade suficiente para garantir a brotação das hastes. O espaçamento é definido como a distância entre as fileiras de plantas e entre plantas na fileira e variam de 1,0m x 0,60m, em fileiras simples, e 2.0m x 0.60m x 0,60m em fileiras duplas. A posição do tolete na cova é horizontal a uma profundidade de cinco a dez centímetros, cobrindo-o com uma leve camada de terra.

7 Clima: É cultivada em regiões de clima tropical e subtropical, com precipitação pluviométrica variável de 600 a mm de chuvas bem distribuídas e uma temperatura média de em torno de 25ºC. Temperaturas inferiores a 15ºC prejudica o desenvolvimento vegetativo da planta. Pode ser cultivada em altitudes que variam de próximo ao nível do mar até mil metros. É bem tolerante à seca e possui ampla adaptação às mais variadas condições de clima e solo. Os solos mais recomendados são os profundos com textura média de boa drenagem. Deve-se evitar solos muito arenosos e os permanentemente alagados.

8 Curiosidades A mandioca é a base da alimentação de muitas tribos de índios do Brasil.. De acordo com a região do Brasil ela possui nomes diferentes: macaxeira, aipim, castelinha, macamba etc. A mandioca-brava é uma espécie venenosa e não pode ser consumida sem a retirada do veneno. A farinha de mandioca é muito utilizada na culinária brasileira. A tapioca, alimento de origem indígena, é produzida com a farinha de mandioca. O polvillho também é produzido a partir da mandioca.

9 Derivados

10 Farinha de mandioca

11 Polvilho

12 Tapioca e sagu


Carregar ppt "Mandioca. Nome científico: manihot esculenta A mandioca é originária do sudoeste da Amazônia e seu cultivo já estava disseminado até o México, muito antes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google