A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Núcleo, Cromossomos e Clonagem Descrever a estrutura e as funções do núcleo Descrever a organização e os tipos de cromossomos Compreender os processos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Núcleo, Cromossomos e Clonagem Descrever a estrutura e as funções do núcleo Descrever a organização e os tipos de cromossomos Compreender os processos."— Transcrição da apresentação:

1 Núcleo, Cromossomos e Clonagem Descrever a estrutura e as funções do núcleo Descrever a organização e os tipos de cromossomos Compreender os processos básicos de clonagem, suas aplicações e seus problemas

2 Núcleo A célula de uma bactéria não tem membrana nuclear (carioteca); por isso é classificada como procarionte. A membrana nuclear, formada por uma dupla membrana cheia de poros, dá limites ao núcleo dos eucariontes, e em seu interior armazena o material genético, chamado de cromatina, um conjunto de filamentos. A cromatina está mergulhada no nucleoplasma, líquido semelhante ao hialoplasma do citoplasma.

3

4 No interior do núcleo, além da cromatina, há regiões densas onde podem ser encontrados estruturas que formam o RNA ribossômico, que por sua vez é sintetizado a pedido do DNA. Essas regiões são chamadas de Nucléolo. O RNA junta-se a proteínas que vem do citoplasma e formam componentes que formarão os ribossomos, que por sua vez, migraram para o citoplasma através dos poros da membrana nuclear.

5 Cromatina Os filamentos de cromatina são formados por moléculas de DNA, o ácido desoxirribonucléico, enroladas em proteínas chamadas de histonas. A molécula de DNA é formada por um açúcar (desoxirribose) ligada a um grupo fosfato e ligado também a uma base nitrogenada (nucleotídeo) que pode ser: timina (T), citosina (C), guanina (G) ou adenina (A), formando uma dupla hélice em espiral.

6

7

8 Os filamentos de DNA apresentam regiões mais claras, onde a cromatina está desenrolada, ou seja, as bases nitrogenadas estão expostas e podem servir de molde para a duplicação do DNA; neste caso fala-se em eucromatina. Já as regiões escuras, a cromatina está condensada, ou seja, as bases nitrogenadas estão voltadas para dentro do espiral e não podem servir de molde; neste caso fala-se em heterocromatina.

9

10 Cromossomos Após o nascimento de uma célula existem dois momentos distintos que se alternam durante toda a sua existência: a fase de DIVISÃO CELULAR e a fase de INTERFASE. Os cromossomos são mais visíveis durante o processo de divisão celular pois a cromatina torna-se compacta formando corpúsculos em forma de bastonetes. O cromossomo é uma extensa molécula de DNA que se prepara para a divisão. Ela se enrola sobre si mesma sendo ajudada por proteínas chamadas de histonas.

11 Cromossomos

12 O DNA ao redor de 8 moléculas de histonas forma uma unidade chamada de nucleossoma. A forma compacta facilita o movimento do material genético durante a divisão celular. Antes da célula se dividir, cada cromossomo se duplica. A cópia permanece ligada ao cromossomo original por uma região chamada de centrômero. Os cromossomos agora ligados são chamados de cromátides. Cromátides-irmãs são as que pertencem ao mesmo cromossomo e não-irmãs, as cromátides de cromossomos diferentes. Durante a divisão, filamentos do fuso cromático se prendem ao cinetócoro (disco de proteína) de cada cromátide-irmã e faz a separação.

13

14

15 Tipos de Cromossomos Metacêntrico – centrômero no meio Submetacêntrico – centrômero um pouco afastado do centro Acrocêntrico – centrômero bem próximo de um dos pólos Telocêntrico – centrômero exatamente em um dos pólos

16 Cariótipo

17 Cariótipo é o nome dado a coleção de cromossomos de cada espécie. As espécies possuem cromossomos diferentes (quanto ao formato e quantidade). Na espécie humana existem 46 cromossomos ou 23 pares, destes os primeiros 22 pares são chamados de autossomos e são pares idênticos. O 23º par é chamado de cromossomos sexuais e não são idênticos, pelo menos nos homens. Nas mulheres, esse par é idêntico e representado por XX, já os homens tem um cromossomo igual ao feminino e outro diferente representado por XY. Aos cromossomos idênticos chamamos de homólogos.

18 Os cromossomos homólogos são característicos das células somáticas (soma significa corpo), células do nosso corpo, da maioria das células com exceção das células sexuais (espermatozóide e óvulo) que possuem apenas um cromossomo de cada tipo, não havendo homólogos. Chamando de n o número de cromossomos diferentes de uma célula, as somáticas seriam 2n (diplóides) e as sexuais n (haplóides). O conjunto de todo o nosso DNA é chamado de genoma.

19 Cromatina Sexual Um dos cromossomos X femininos se apresenta como uma massa heterocromática que ficou conhecida como cromatina sexual ou Corpúsculo de Barr.

20 Clonagem

21 Prof. Bruno César


Carregar ppt "Núcleo, Cromossomos e Clonagem Descrever a estrutura e as funções do núcleo Descrever a organização e os tipos de cromossomos Compreender os processos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google