A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA ESTRUTURA MUSCULAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA ESTRUTURA MUSCULAR."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA ESTRUTURA MUSCULAR

4

5

6

7

8

9

10

11 REGULAÇÃO DO MOVIMENTO Músculos bi ou poli articulados. Desvantagens: são incapazes de se encurtarem ou estirarem até uma distância suficiente para produzir um movimento completo em todas as articulações atravessadas simultaneamente. AGONISTA - Músculo principal na contração muscular. Agonista primário e acessório. Ex.: Na flexão do cotovelo, o m. braquial e o m. bíceps do braço são agonistas primários, o m. braquiorradial, m. extensor radial longo do carpo e o m. pronador redondo são agonistas acessórios.

12 ANTAGONISTA - Músculo que oferece resistência à contração muscular. opõe-se a um movimento. Gera torque em oposição àquele gerado pelo agonista. FIXADOR - Imobiliza uma articulação para realizar o movimento de outra articulação. Ex.: o m. rombóide fixa a escápula para movimentar somente o braço. NEUTRALIZADOR - Evita a ação indesejada quando um m. agonista realiza o movimento. Ex.: O m. bíceps do braço produz tanto flexão do cotovelo quanto supinação do antebraço. Se apenas a flexão do cotovelo é desejada o m. pronador redondo age como neutralizador na supinação do antebraço.

13

14

15 AÇÃO ISOTÔNICA Por causa da variação na vantagem mecânica em função do ângulo da articulação, da diferença de capacidade de desenvolver força máxima com mudança do comprimento e velocidade, nenhuma ação dinâmica de um músculo em exercício envolve desenvolvimento de força constante. Portanto, o termo isotônico é inadequado para a descrição de um exercício humano.

16 AÇÃO ISOCINÉTICA Durante um exercício dinâmico, há movimentos lineares do centro de rotação na articulação e no tendão, por exemplo. Por esta razão, o termo isocinético é inadequado pra descrever uma contração muscular. Ainda que os movimentos de máquinas de exercício ou ergômetros possam ser controlados a uma velocidade constante, não há garantias que os músculos estão se contraindo com velocidade constante.

17 RELAÇÃO FORÇA X ÁREA DA SECÇÃO TRANSVERSA DO MÚSCULO O efeito mais evidente do treinamento de força, além do próprio aumento da força do indivíduo, é o aumento do tamanho do músculo. A força máxima que um músculo pode gerar é proporcional à área da secção transversa do músculo (28 a 90 N/cm2)

18

19

20 Relação comprimento – tensão

21

22

23

24

25

26


Carregar ppt "REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA ESTRUTURA MUSCULAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google