A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA DE REVISÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6ª SÉRIE FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA DE REVISÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6ª SÉRIE FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO:"— Transcrição da apresentação:

1 AULA DE REVISÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6ª SÉRIE FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO:

2 FRASE ¨é todo enunciado lingüístico que possui sentido completo,terminando com pausa bem definida ( ponto final,ponto de interrogação ou ponto de exclamação). Ex.: Silêncio. Fogo ! Choveu muito em Salvador ? Espero que o time conquiste o campeonato.

3 ORAÇÃO é o enunciado que se organiza ao redor de um verbo ou de uma locução verbal. Ex.: Choveu muito em Santa Catarina. Enchentes costumam causar transtornos. Quando chove muito, as enchentes causam transtornos.

4 PERÍODO é a frase organizada em uma ou mais orações. Dependendo do número de orações que o forma, o período pode ser: SIMPLES :formado por uma única oração. Ex.: A inflação continua alta. COMPOSTO : formado por mais de uma oração. Ex.:A inflação continua alta e os salários continuam baixos.

5 SUJEITO: de que ou de quem se informa algo. PREDICADO: informação dada sobre o sujeito. TIPOS DE SUJEITO : SIMPLES : quando possui um só núcleo. Ex.: Um touro vivia pastando à vista de todos. COMPOSTO : quando possui mais de um núcleo. Ex.:Bois,vacas,bezerros andavam misturados.

6 OCULTO, DESINENCIAL OU IMPLÍCITO : quando o sujeito não aparece expresso na oração, mas pode ser identificado pela desinência verbal. Ex.: Falei com você ontem à tarde. ( eu ) Viajamos para a Itália. ( nós )

7 INDETERMINADO : quando a informação contida no predicado refere-se a um elemento que não se pode (ou não se quer ) identificar. O SUJEITO SERÁ INDETERMINADO NAS SEGUINTES SITUAÇÕES: a) O verbo está na terceira pessoa do plural e não há sujeito expresso na oração, nem é possível identificá-lo pelo contexto. Ex.: Telefonaram para você.

8 b) O verbo está na terceira pessoa do singular, seguido do índice de indeterminação do sujeito se. Ex.:Precisa-se de digitadores.

9 ORAÇÃO SEM SUJEITO : quando a informação dada pelo predicado não se refere a sujeito algum. OCORRE COM OS VERBOS IMPESSOAIS : a)verbos que exprimem fenômenos naturais (chover, ventar, anoitecer, amanhecer, relampejar, trovejar, nevar...) Ex.: Choveu torrencialmente em Mato Grosso.

10 b)os verbos fazer,ser,estar na indicação de tempo decorrido ou clima. Ex.: São duas horas. Está frio. c)o verbo haver no sentido de existir ou indicando tempo transcorrido. Ex.: Havia cinco alunos na biblioteca.

11 PREDICAÇÃO VERBAL :quanto à predicação verbal, os verbos podem ser intransitivos, transitivos (direto ou indireto) e de ligação.

12 VERBOS INTRANSITIVOS : são verbos que não necessitam de complementos. Ex.:Lampião morreu. Lígia sumiu. VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS : exigem complemento sem preposição. (objeto direto ) Ex.: Lampião comprou balas. Lígia ama Carlos.

13 VERBOS TRANSITIVOS INDIRETOS : exigem complemento com preposição. (objeto indireto) Ex.: Lampião gosta de Maria Bonita. O documento pertence a Carlos. VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS E INDIRETOS : exigem dois complementos : um sem e outro com preposição. (objeto direto e indireto) Ex.: Lampião ofereceu flores a Maria Bonita. Lígia emprestou o livro a Carlos.

14 VERBO DE LIGAÇÃO : são verbos que exprimem estado ou mudança de estado ; nas orações com verbos de ligação, o sujeito não pratica nem sofre a ação, o sujeito é apenas o ser a quem se atribui alguma característica. Ex.: A casa é nova Lampião está triste. Sujeito : A casa Sujeito: Lampião Verbo de Ligação : é Verbo de Ligação : está Predicativo do Sujeito : nova Predicativo do Sujeito : triste

15 PREDICADO VERBAL : o núcleo da informação veiculada pelo predicado está num verbo significativo. (transitivo direto,transitivo indireto e intransitivo ) Ex.: O menino chegou ao colégio. Sujeito : O menino Predicado Verbal : chegou ao colégio O viajante caminhava pela estrada. Sujeito : O viajante Predicado Verbal : caminhava pela estrada

16 PREDICADO NOMINAL : o núcleo da informação veiculada pelo predicado está num nome (predicativo do sujeito ); o verbo,nesse caso, funciona com elemento de ligação entre o sujeito e o predicativo. Ex.: A prova era difícil. Sujeito : A prova Predicado Nominal : era difícil ( era = V.L ) ( difícil = predicativo do sujeito ) O menino estava machucado. Sujeito : O menino Predicado Nominal : estava machucado ( estava = V.L ) ( machucado = predicativo do sujeito )

17 VOZES VERBAIS : VOZ ATIVA: O SUJEITO PRATICA A AÇÃO VERBAL. Ex.: O governo desapropriou as terras. VOZ PASSIVA: O SUJEITO RECEBE A AÇÃO VERBAL. Ex.: As terras foram desapropriadas pelo governo. VOZ REFLEXIVA: O SUJEITO PRATICA E RECEBE A AÇÃO. Ex.: Mara cortou-se.

18 ADJUNTO ADVERBIAL : é o termo da oração que se liga a um verbo,a fim de indicar uma circunstância. Ex.: O professor ensinou bem. (bem = adj. Adverbial de modo) Os viajantes chegarão a São Paulo. ( a São Paulo = lugar )

19 PRONOME OBLÍQUO COM FUNÇÃO DE OBJETO: FUNÇÃO SINTÁTICA DOS PRONOMES OBLÍQUOS: o, a, os, as – objeto direto lhe, lhes – objeto indireto me, te, se, nos, vos – objeto direto ou indireto, dependendo do verbo que complementam.


Carregar ppt "AULA DE REVISÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6ª SÉRIE FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google