A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FONTES DE ENERGIA Química Orgânica 2013 – prof Marcelove.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FONTES DE ENERGIA Química Orgânica 2013 – prof Marcelove."— Transcrição da apresentação:

1 FONTES DE ENERGIA Química Orgânica 2013 – prof Marcelove

2 FONTES DE ENERGIA Introdução: Usinas Combustíveis: Biodiesel Etanol Biomassa

3 USINAS Introdução: Leis de Maxwell: Uma variação de fluxo de campo magnético aplicado a um circuito fechado, gera uma tensão no mesmo.

4 USINAS Introdução: No caso de geradores de grande potência, NÃO é a espira que gira e sim o IMÃ.

5 USINAS Introdução: Como gerar energia: Fazendo o meu imã girar. Como melhorar: Fazendo ele girar mais rápido Obs: É possível provar matematicamente (não agora), que a corrente é proporcional a velocidade angular de rotação.

6 USINAS Usina hidrelétrica:

7 USINAS Usina hidrelétrica:

8 USINAS Usina termoelétrica

9 USINAS Usina termoelétrica Combustíveis mais usados: Gás Natural. Carvão Mineral. Petróleo. Biomassa.

10 USINAS Usina nuclear

11 USINAS Usina eólica

12 USINAS Energia solar: É a designação dada a todo tipo de captação de energia luminosa e/ou térmica proveniente do Sol, e posterior transformação dessa energia captada em alguma forma utilizável pelo homem, seja diretamente para aquecimento de água ou ainda como energia elétrica ou energia térmica.

13 USINAS Usina solar Lembrando de óptica:

14

15 USINAS Usina solar

16 USINAS Outras formas de energia solar: Placas fotovoltaicas. Aquecimento direto da água em canos para obtenção de água quente. Cozimento de alimentos.

17 USINAS Outras formas de usinas limpas: Energia geotérmica Energia hidráulica Energia das marés Energia das ondas Energia das correntes marítimas

18 COMBUSTÍVEIS Biomassa Do ponto de vista da geração de energia, o termo biomassa abrange os derivados recentes de organismos vivos utilizados como combustíveis ou para a sua produção, excluindo os tradicionais combustíveis fósseis.

19 COMBUSTÍVEIS Biomassa

20 COMBUSTÍVEIS Biodiesel Combustível formado por ésteres de ácidos graxos. É um combustível renovável e biodegradável, obtido comumente a partir da reação química de lipídios, óleos ou gorduras, de origem animal (e.g.,sebo) ou vegetal, com um álcool na presença de um catalisador (reação conhecida como transesterificação).

21 COMBUSTÍVEIS Biodiesel Análise química: Biodiesel Glicerol

22 COMBUSTÍVEIS Biodiesel Um dos problemas do Biodiesel é a produção do Glicerol (quem irá utilizar esse produto?) Obs: O biodiesel só funciona em motores a diesel: motores de caminhões, tratores, camionetas, e alguns automóveis (Jeep).

23 COMBUSTÍVEIS Etanol O etanol é uma substância orgânica encontrado em bebidas como cerveja, vinho e aguardente, bem como na indústria de perfumaria. No Brasil, tal substância é também muito utilizada como combustível de motores de explosão, constituindo assim um mercado em ascensão para um combustível obtido de maneira renovável.

24 COMBUSTÍVEIS Etanol Análise química:

25 COMBUSTÍVEIS Etanol Análise química:

26 COMBUSTÍVEIS Etanol Análise química: CombustívelH de combustão Etanol Gasolina Porque trocar?

27 COMBUSTÍVEIS Etanol Por que trocar: Fonte renovável de energia Não apresenta outros poluentes como a gasolina: compostos com enxofre e nitrogênio.

28 COMBUSTÍVEIS

29 Questões

30 ENEM – 2011 De acordo com o relatório A grande sombra da pecuária (Livestocks Long Shadow), feito pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação, o gado é responsável por cerca de 18% do aquecimento global, uma contribuição maior que a do setor de transportes. Disponível em: Acesso em: 22 jun. 2010www.conpet.gov.br

31 ENEM – 2011 A criação de gado em larga escala contribui para o aquecimento global por meio da emissão de a) Metano durante processo de digestão. b) Óxido nitroso durante o processo de ruminação. c) Clorofluorcarbono durante o transporte de carne. d) Óxido nitroso durante processo respiratório. e) Dióxido de enxofre durante o consumo de pastagens.

32 ENEM – 2011 A criação de gado em larga escala contribui para o aquecimento global por meio da emissão de a) Metano durante processo de digestão. b) Óxido nitroso durante o processo de ruminação. c) Clorofluorcarbono durante o transporte de carne. d) Óxido nitroso durante processo respiratório. e) Dióxido de enxofre durante o consumo de pastagens.

33 ENEM – 2011 Segundo dados do Balanço Energético Nacional de 2008, do Ministério das Minas e Energia, a matriz brasileira é composta por hidrelétrica (80%), termelétrica (19%) e eólica (0,1%). Nas termelétricas, esse percentual é divido conforme o combustível usado, sendo: gás natural (6,6%), biomassa (5,3%), derivados de petróleo (3,3%) energia nuclear (3,1%) e carvão mineral (1,6%). Com a geração de eletricidade da biomassa, pode-se considerar que ocorre uma compensação do carbono liberado na queima do material vegetal pela absorção desse elemento no crescimento das plantas. Entretanto, estudos indicam que as emissões de metano (CH 4 ) das hidrelétricas podem ser comparáveis às emissões de das termelétricas. MORET, A. S.; FERREIRA, I. A. As hidrelétricas do Rio Madeira e os impactos socioambientais da eletrificação no Brasil. Evista Ciência Hoje. V. 45, Nº 265, 2009 (adaptado)

34 ENEM – 2011 No Brasil, em termos do impacto das fontes de energia no crescimento do efeito estufa, quanto à emissão de gases, as hidrelétricas seriam consideradas como uma fonte a) Limpa de energia, contribuindo para minimizar os efeitos desse fenômeno. b) Eficaz de energia, tomando-se o percentual de oferta e os benefícios verificados. c) Limpa de energia, não afetando ou alterando os níveis dos gases do efeito estufa. d) Poluidora, colaborando com níveis altos de gases de efeito estufa, em função de seu potencial de oferta. e) Alternativa, tomando-se por referência a grande emissão de gases de efeito estufa das demais fontes geradoras.

35 ENEM – 2011 No Brasil, em termos do impacto das fontes de energia no crescimento do efeito estufa, quanto à emissão de gases, as hidrelétricas seriam consideradas como uma fonte a) Limpa de energia, contribuindo para minimizar os efeitos desse fenômeno. b) Eficaz de energia, tomando-se o percentual de oferta e os benefícios verificados. c) Limpa de energia, não afetando ou alterando os níveis dos gases do efeito estufa. d) Poluidora, colaborando com níveis altos de gases de efeito estufa, em função de seu potencial de oferta. e) Alternativa, tomando-se por referência a grande emissão de gases de efeito estufa das demais fontes geradoras.

36 ENEM – 2011 Os biocombustíveis de primeira geração são derivados da soja, milho e cana-de-açúcar e sua produção ocorre através da fermentação. Biocombustíveis derivados de material celulósico ou biocombustíveis de segunda geração – coloquialmente chamados de gasolina capim – são aqueles produzidos a partir de resíduos de madeira (serragem, por exemplo), talos de milho, palha de trigo ou capim de crescimento rápido e se apresentam como uma alternativa para os problemas enfrentados pelos de primeira geração, já que as matérias–primas são baratas e abundantes. DALE, B. E.; HUBER, G. W. Gasolina de capim e outros vegetais. Scientific American Brasil. Ago. 2009, nº 87 (adaptado).

37 ENEM – 2011 O texto mostra um dos pontos de vista a respeito do uso dos biocombustíveis na atualidade, os quais a) São matrizes energéticas com menor carga de poluição para o ambiente e podem propiciar a geração de novos empregos, entretanto, para serem oferecidos com baixo custo, a tecnologia da degradação da celulose nos bicombustíveis de segunda geração deve ser extremamente eficiente. b) Oferecem múltiplas dificuldades, pois a produção de alto custo, sua implantação nos gera empregos, e deve-se ter cuidado com o risco ambiental, pois eles oferecem os mesmos riscos que o uso de combustíveis fósseis.

38 ENEM – 2011 O texto mostra um dos pontos de vista a respeito do uso dos biocombustíveis na atualidade, os quais a) São matrizes energéticas com menor carga de poluição para o ambiente e podem propiciar a geração de novos empregos, entretanto, para serem oferecidos com baixo custo, a tecnologia da degradação da celulose nos bicombustíveis de segunda geração deve ser extremamente eficiente. b) Oferecem múltiplas dificuldades, pois a produção de alto custo, sua implantação nos gera empregos, e deve-se ter cuidado com o risco ambiental, pois eles oferecem os mesmos riscos que o uso de combustíveis fósseis.

39 ENEM – 2011 O texto mostra um dos pontos de vista a respeito do uso dos biocombustíveis na atualidade, os quais c) Sendo de segunda geração, são produzidos por uma tecnologia que acarreta problemas sociais, sobretudo decorrente do fato de a matéria- prima ser abundante e facilmente encontrada, o que impede a geração de novos empregos. d) Sendo de primeira e segunda geração, são produzidos por tecnologias que devem passar por uma avaliação criteriosa quanto ao uso, pois uma enfrenta o problema da falta de espaço para plantio da matéria-prima e a outra impede a geração de novas fontes de emprego. e) Podem acarretar sérios problemas econômicos e sociais, pois a substituição do uso de petróleo afeta negativamente toda uma cadeia produtiva na medida em que exclui diversas fontes de emprego nas refinarias, postos de gasolina e no transporte de petróleo e gasolina.


Carregar ppt "FONTES DE ENERGIA Química Orgânica 2013 – prof Marcelove."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google