A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cosmetologia Prof.Caroline de Campos Reveles. Origem da palavra  Cosmética: do grego Kosmêtikos (enfeitar, embelezar) Cosmetologia: Kosmetic Logia (EMBELEZAR)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cosmetologia Prof.Caroline de Campos Reveles. Origem da palavra  Cosmética: do grego Kosmêtikos (enfeitar, embelezar) Cosmetologia: Kosmetic Logia (EMBELEZAR)"— Transcrição da apresentação:

1 Cosmetologia Prof.Caroline de Campos Reveles

2 Origem da palavra  Cosmética: do grego Kosmêtikos (enfeitar, embelezar) Cosmetologia: Kosmetic Logia (EMBELEZAR) (ESTUDO/TRATAMENTO) (EMBELEZAR) (ESTUDO/TRATAMENTO)

3  Cosmetologia é o nome aplicado à ciência voltada a arte do cuidado e a melhoria das condições estéticas de um indivíduo.

4 Séc. XX Séc. XX Início da indústria dos cosméticos Início da indústria dos cosméticos Franceses e Americanos: Indústria farmacológica apoiada Franceses e Americanos: Indústria farmacológica apoiada pelas descobertas científicas 1900 a 1920: 1900 a 1920: Aparecimento do cinema (padrão de beleza=atrizes) Aparecimento do cinema (padrão de beleza=atrizes) Maquiador mais famoso (Max Factor), que criou: Maquiador mais famoso (Max Factor), que criou: termo Make up; termo Make up; lápis para sobrancelhas; lápis para sobrancelhas; cílios postiços; cílios postiços; brilho labial; brilho labial; pancake. pancake.

5 Os ácidos retinóicos foram criados para tratar a acne, mas depois também passaram a ser usados no combate às rugas, Os ácidos retinóicos foram criados para tratar a acne, mas depois também passaram a ser usados no combate às rugas, Aparecem os AHAs (ácidos alfa-hidroxiácidos) — mais suaves do que o retinóico. A vitamina C sai da laranja e dos remédios para as fórmulas de cremes clareadores Aparecem os AHAs (ácidos alfa-hidroxiácidos) — mais suaves do que o retinóico. A vitamina C sai da laranja e dos remédios para as fórmulas de cremes clareadores. Séc. XX Séc. XX

6 2003 — injeções que combatem a gordura localizada, fios de ouro que sustentam a pele, depilação definitiva, alisamento japonês, megahair, cremes com ingredientes como o DMAE. Séc. XX Séc. XX

7  Atualmente a cosmetologia dá suporte à fabricação de produtos de beleza, promovendo a sua correta utilização e estudando as propriedades da pele para criar formulações de produtos naturais ou sintéticos, para higienização, manutenção, proteção e decoração da pele e dos cabelos. Séc. XX Séc. XX

8 A partir daí, o benefício provocado pelos cosméticos ganha uma importância fundamental, aliado ao uso de produtos da natureza e ecologicamente corretos. A indústria cosmética de hoje cria produtos que colorem, tratam, limpam, perfumam, protegem a pele e os cabelos. Séc. XX Séc. XX

9 Pele Epiderrme Derrme Hipoderrme

10 Constituição anatômica da pele   Dividida em 3 camadas: epiderme (proteção), derme (sustentação) e hipoderme (nutrição & energia)   Sistema de vascularização e inervação   Anexos cutâneos: folículo pilo sebáceo glândula sudorípara écrina, unhas

11 Junção dermoepidermica

12 CLASSIFICAÇÃO QUANTO À FUNÇÃO.  Os produtos cosméticos podem ser para: - Higienizar; - Conservar/Proteger; - Reparara/Corrigir; - Maquilar/Enfeitar.;

13 Higienizar  Remover da superfície cutânea as impurezas provenientes das secreções, dos resíduos celulares e do ambiente, melhorando seu aspecto e facilitando suas funções.  Não devem permanecer sobre a pele e mucosas além do tempo necessário para cumprir sua ação de limpar.  Ex: xampus, sabonetes, abrasivos, pastas dentifrícias.

14 Conservar/Proteger  Manter a pele em bom estado, protegendo-a e conservando as características que definem o estado de equilíbrio perfeito de todas as suas funções, ou seja, manter a eudermia da pele.  Ex: protetor solar, hidratante.

15 Reparar/Corrigir  Atuar sobre as imperfeições da pele ocasionadas por alterações orgânicas ou funcionais, que, geralmente, têm origem em causas externas.  Exemplos de imperfeições: melasmas, manchas senis, acne, rugas, efélides (sardas), etc.

16 Maquilar/Enfeitar  Realçar a beleza da pele e mucosa labial pela aplicação de diversos produtos coloridos.  Além dessa função, podem corrigir ou disfarçar imperfeições.  Ex: batons, blushes.

17 CLASSIFICAÇÃO QUANTO À FORMA COSMÉTICA.  Creme  Leite ou loção cremosa  Loção  Gel  Espuma (mousse)

18 FORMAS COSMÉTICAS  Os produtos cosméticos contêm grande diversidade de matérias-primas, que podem ser naturais, semi-sintéticas ou sintéticas.  Esses materiais apresentam-se em consistências variadas, que denominamos formas cosméticas.

19 CREME  Apresenta-se sob forma consistente e emulsionada.  De acordo c/ as substâncias utilizadas em sua formulação, destina-se à: - Limpeza; - Hidratação; - Nutrição.

20 LEITE OU LOÇÃO CREMOSA  Trata-se de uma emulsão fluida geralmente O/A.  Existem também os chamados “óleos hidrofílicos”, emulsão A/O, usados principalmente como demaquilantes para qualquer tipo de pele.

21 LOÇÃO  Solução transparente ou opaca, incolor ou colorida.  Constituída por misturas de substâncias químicas, cujo veículo pode ser água, álcool/água, ou água/propilenoglicol.

22 LOÇÃO  De acordo com a ação a que se destinam, são denominadas loções tônicas, adstringentes, hidratantes, calmantes, anti-sépticos, entre outros.

23 GEL  Apresenta forma cosmética viscosa, mucilaginosa, transparentes ou não.  Ao secar deixam uma película invisível sobre a pele.  São indicados para peles lipídicas, pois não contêm material graxo na sua composição.

24  Na cosmética decorativa dão forma a rímeis incolores.  O gel de limpeza, especificamente, leva em sua composição detergentes suaves.  Podem ser adicionadas substâncias umectantes, extratos vegetais, agentes calmantes, ativos anti-sépticos. GEL

25 ESPUMA - MOUSSE  Trata-se de emulsões bifásicas, em que a fase interna é o ar ou outro gás, e a externa é um sólido ou líquido.  É envasada sob pressão, produzindo espuma quando a válvula é acionada.

26 EMULSÃO  As emulsões são constituídas por substâncias aquosas e oleosas.  Podem ser classificadas em: - A/O  possuem maior quantidade de óleo (indicadas para peles secas); - O/A  possuem maior quantidade de água (são indicadas para peles normais, mistas e levemente oleosas).

27 EMULSÃO  Ainda podem ser classificadas em: - Consistentes  cremes O/A ou A/O. - Fluidas  leites ou loções cremosas O/A.

28  As emulsões são utilizadas como para diversas finalidades, como higienização e hidratação, entre outras.  Também podem atuar como veículo de determinados tipos de maquiagem, por exemplo bases cremosas, rímeis, delineadores. EMULSÃO

29 MÁSCARA  Forma cosmética muito antiga, de consistência pastosa ou gel.  Ao ser colocada sobre a pele produz um bloqueio transitório da zona coberta, originando uma série de ações favoráveis ao metabolismo cutâneo, dependendo das características dos componentes. Ex: máscara de limpeza, descongestionante, adstringente. Ex: máscara de limpeza, descongestionante, adstringente.  Adstringente: substância que tira a oleosidade da pele e fecha os poros!!

30 BARRA OU BASTÃO  Forma cosmética rígida que pode ser aplicada por deslizamento ou rotação, em áreas limitadas.  Se funde em contato com a pele.

31 SABONETE  Cosmético espumógeno, destinado à higiene da pele e anexos.  Pode ser: - sólido  obtido por reação de saponificação da estearina, posteriormente é submetido à secagem e moldagem.  apresenta pH=  10, podendo causar ressecamento excessivo e aspereza na pele.  apresenta pH=  10, podendo causar ressecamento excessivo e aspereza na pele.

32 BOM DIA!


Carregar ppt "Cosmetologia Prof.Caroline de Campos Reveles. Origem da palavra  Cosmética: do grego Kosmêtikos (enfeitar, embelezar) Cosmetologia: Kosmetic Logia (EMBELEZAR)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google