A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Condições atuais de suprimento ao Sistema Interligado Nacional Brasília, 19 de Fevereiro de 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Condições atuais de suprimento ao Sistema Interligado Nacional Brasília, 19 de Fevereiro de 2014."— Transcrição da apresentação:

1 Condições atuais de suprimento ao Sistema Interligado Nacional Brasília, 19 de Fevereiro de 2014

2 Consumo de energia elétrica na rede (GWh) Fonte: Empresa de Pesquisa Energética - EPE

3 Consumo industrial total de energia elétrica na rede (GWh) Fonte: Empresa de Pesquisa Energética - EPE

4 Consumidores de energia elétrica atendidos pela rede (milhões) Fonte: Empresa de Pesquisa Energética - EPE

5 Projeção da demanda de energia elétrica – Premissas Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

6 Indústrias eletrointensivas: expansão da produção física, Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

7 Grandes consumidores industriais: produção física (10³ t/ano) Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

8 Grandes consumidores industriais: consumo total de eletricidade¹, por segmento (GWh) Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

9 Grandes consumidores industriais – Consumo total de eletricidade¹, por subsistema (GWh) Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

10 Sistema interligado nacional – consumo de eletricidade na rede (GWh) Variação anual de 4.1% no período Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

11 Carga de energia e demanda no sistema interligado Fonte: Projeção da Demanda de Energia Elétrica para os Próximos 10 Anos ( ), EPE, dezembro de 2013

12 Matriz de Energia Elétrica Fevereiro 2014 Fonte: Aneel

13 Participação das fontes de produção ao final de 2016 e de 2022 Fonte: PDE 2022, EPE

14 Balanço estático de garantia física do SIN não considerando a energia de reserva Fonte: PDE 2022, EPE

15 Balanço estático de garantia física – SE/CO + Itaipu Fonte: PDE 2022, EPE

16 Balanço estático de garantia física – S Fonte: PDE 2022, EPE

17 Balanço estático de garantia física – AC/RO + T.Pires + Tapajós Fonte: PDE 2022, EPE

18 Balanço estático de garantia física – N + BM + MAN/AP/BV Fonte: PDE 2022, EPE

19 Balanço estático de garantia física – NE Fonte: PDE 2022, EPE

20 Energia natural afluente ao Sudeste - % MLT Fonte: Operador Nacional do Sistema Elétrico - ONS.

21 Energia armazenada no Sudeste/ Centro-Oeste - % valor max. Fonte: Operador Nacional do Sistema Elétrico - ONS.

22 Curva de Aversão ao Risco e Energia Armazenada Verificada 2013 Sudeste e Centro-Oeste (%)

23 Curva de Aversão ao Risco e Energia Armazenada Verificada 2013 Sul (%)

24 Curva de Aversão ao Risco e Energia Armazenada Verificada 2013 Nordeste (%)

25 Curva de Aversão ao Risco e Energia Armazenada Verificada 2013 Norte (%)

26 Previsão para entrada em operação até 2020 (MW) Fonte: Resumo Geral dos novos empreendimentos de geração, Aneel, janeiro de 2014

27 Evolução da capacidade de armazenamento do SIN Fonte: PDE 2022, EPE

28 Armazenamento e Curvas de Aversão ao Risco neste bimestre (% do valor máximo) Fonte: ONS ¹ dia 16 de fev

29 Geração de energia térmica convencional – SE/CO Fonte: ONS MWmed

30 Evolução do Armazenamento - SIN Fonte: Info PLD, fev 2014, CCEE

31 Armazenamento (Sudeste) Fonte: Info PLD, fev 2014, CCEE

32 Preço da energia função do custo marginal de operação (R$/MWh) Fonte: Info PLD, fev 2014, CCEE

33 Preço da energia função do custo marginal de operação (R$/MWh) – Sem. 1 jan x Sem. 3Fev Fonte: Info PLD, fev 2014, CCEE

34 Preço da energia função do custo marginal de operação (R$/MWh) Fonte: Info PLD, fev 2014, CCEE

35 Como remediar o problema? Lista aberta de medidas: Curto prazo: - gerenciamento da demanda; - implementação de projetos de eficiência energética. Médio prazo: - introdução da geração distribuída e redes inteligentes ou smart grids; - prática de leilões de energia por fonte e região geográfica; - uso da fonte solar principalmente para fins térmicos.


Carregar ppt "Condições atuais de suprimento ao Sistema Interligado Nacional Brasília, 19 de Fevereiro de 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google