A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMPETE ES A proposta para a construção do Espírito Santo Competitivo – COMPETE-ES - tem como fulcro principal o conceito de COMPETITIVIDADE SISTÊMICA,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMPETE ES A proposta para a construção do Espírito Santo Competitivo – COMPETE-ES - tem como fulcro principal o conceito de COMPETITIVIDADE SISTÊMICA,"— Transcrição da apresentação:

1

2 COMPETE ES A proposta para a construção do Espírito Santo Competitivo – COMPETE-ES - tem como fulcro principal o conceito de COMPETITIVIDADE SISTÊMICA, que leva em conta fatores de diferentes naturezas que interferem dinamicamente no desempenho dos negócios e das empresas.

3 Competitividade Capacidade de a empresa, região ou país, formular e implementar estratégias convencionais, que lhes permitam ampliar ou conservar uma posição sustentável no mercado

4 Objetivo Geral Criação de uma ambiência favorável á melhoria contínua da COMPETITIVIDADE DO ESPÍRITO SANTO, nos contextos local, nacional e internacional, de tal forma a garantir um DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL da sua economia e do seu povo.

5 Objetivos Estratégicos Conceber um modelo de desenvolvimento sustentável que atente para a características e especificidades do Espírito Santo; Conceber uma estrutura de formulação e de gestão capaz de executar as funções de articulação e viabilização de ações integradas voltadas para criação das condições para o desenvolvimento, de forma permanente. Criar instâncias integradoras de ações de formulação e execução em nível de eixos de interesse. Elaborar um diagnóstico, a partir de indicadores de competitividade, da capacidade competitiva do Espírito Santo – de setores e arranjos produtivos – comparativamente a outros Estados brasileiros e alguns países. Criar mecanismos de aferição da competitividade sistêmica do Espírito Santo, em especial da qualidade da infra-estrutura, da logística, dos serviços públicos, da qualidade do sistema social e político.

6 Estratégias Mobilizar à sociedade, de modo a dar ampla difusão aos conceitos relacionados ao aumento da competitividade; Contar com a participação da sociedade civil, de modo a possibilitar a perenidade das ações do Programa, reduzindo-se a instabilidade decorrente das mudanças de governos; Compartilhar a gestão entre o Governo e a área privada, com a coordenação sendo executada preferencialmente por esta última; Buscar a contribuição voluntária da área privada, não sendo previsto qualquer mecanismo de compulsoriedade; Buscar a desconcentração regional, envolvendo todas as regiões do Estado; Fomentar a formação de capital social como forma de atingir níveis mais elevados de cooperação

7 Metodologia Objetivando facilitar a construção dos indicadores que desse conta das várias dimensões da competitividade e dos fatores que a impulsiona, O COMPETE-ES será desenvolvido através da utilização da metodologia estrutura nos chamados pilares da competitividade Os Doze Pilares da Competitividade

8 1- Instituições 2- Infra-estrutura 3- Estabilidade macroeconômica 4- Segurança 5a- Capital humano básico 5b- Capital Humano Avançado 6- Eficiência de Mercados 7- Eficiência do mercado de trabalho 8- Eficiência do mercado financeiro 9- Absorção de tecnologia 10 Abertura econômica e tamanho de mercado 11- Sofisticação de negócios 12- Inovação Requisitos Básicos Fatores chaves de orientação da economia Ganhos de eficiência Chave para uma economia Orientada para a eficiência Inovação e fatores de sofisticação Chave para a inovação OS DOZE PILARES DA COMPETITIVIDADE

9 SECRETARIA EXECUTIVA COMITÊ EXECUTIVO CONSELHO DE GESTÃO ESTRATÉGICA Estrutura de Gestão do COMPETE - ES

10 COMPETE – ES / SIGA CAPIXABA

11 PAPEL DO ESPÍRITO SANTO EM AÇÃO E A REDE COMPETE-ES Desenvolver um trabalho de qualificação e animação da REDE; Sugere-se que o foco do Movimento concentre-se principalmente nos PILARES ligados a questão da eficiência das instituições, eficiência governamental, capital social e político e competitividade sistêmica estadual. Criar o PRÊMIO QUALIDADE DE GESTÃO MUNICIPAL, em parceria com o MBC – Movimento Brasil Competitivo Elaborar o projeto Construir parcerias para o desenvolvimento do projeto Criar um núcleo gestor do projeto Executar o projeto ainda em 2005.

12 Capital social, empresarial(cultura), infra-estrutura física Ganhos de competitividade Crescimento sustentável do Estado Fatores de competitividade Competitividade Sistêmica Resultado GOVERNANÇA (liderança – visão sistêmica) COMPETE-ES


Carregar ppt "COMPETE ES A proposta para a construção do Espírito Santo Competitivo – COMPETE-ES - tem como fulcro principal o conceito de COMPETITIVIDADE SISTÊMICA,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google