A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SMTP Simple Mail Transfer Protocol Aluno: Vinicius Fernandes de Oliveira Maio de 2003 LECA-DCA / PPgEE - Disciplina: Arquitetura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SMTP Simple Mail Transfer Protocol Aluno: Vinicius Fernandes de Oliveira Maio de 2003 LECA-DCA / PPgEE - Disciplina: Arquitetura."— Transcrição da apresentação:

1 SMTP Simple Mail Transfer Protocol Aluno: Vinicius Fernandes de Oliveira Maio de 2003 LECA-DCA / PPgEE - Disciplina: Arquitetura de Redes eProtocolos de Alto Nível

2 SMTP - Agenda IntroduçãoIntrodução –Considerações gerais –Formato das mensagens –Endereços de correio eletrônico Modelo para a utilização do SMTPModelo para a utilização do SMTP Procedimentos do SMTPProcedimentos do SMTP Comandos do SMTPComandos do SMTP Códigos de retorno do SMTPCódigos de retorno do SMTP Extensões do SMTP ( ESMTP )Extensões do SMTP ( ESMTP ) ConclusãoConclusão

3 Introdução SMTP Considerações gerais RFC 2821 (ex-821) é a recomendação mais atualRFC 2821 (ex-821) é a recomendação mais atual Correio eletrônico é o serviço mais utilizado na webCorreio eletrônico é o serviço mais utilizado na web –O protocolo SMTP é o mais utilizado nesse serviço O protocolo SMTP é composto apenas de pares terminado com O protocolo SMTP é composto apenas de pares terminado com O protocolo SMTP não deve ser confundido com o serviço de correio eletrônicoO protocolo SMTP não deve ser confundido com o serviço de correio eletrônico –ele faz uma simples transferência de correspondência Foi concebido para transferir apenas texto ASCIIFoi concebido para transferir apenas texto ASCII –existem muitas extensões para transpor essa limitação

4 Introdução SMTP Considerações gerais Pode ser utilizado em diferentes ambientes de correio eletrônicoPode ser utilizado em diferentes ambientes de correio eletrônico –utiliza-se de um gateway SMTP SMTP faz uso intenso do DNSSMTP faz uso intenso do DNS O SMTP é independente do nível de transporteO SMTP é independente do nível de transporte –TCP - o único tratado na atual recomendação. –NCP - Network Control Program ( ARPANET ) –NITS - Network Independent Transport Service –X.25 - Utilizado em rede pública de dados ( CCITT )

5 Introdução SMTP Formato das mensagens Importância do formato das mensagens para o SMTP:Importância do formato das mensagens para o SMTP: –As interfaces de usuário costumam montar os comandos SMTP a partir das informações existentes na mensagem. –A maior parte das funcionalidades do correio eletrônico (anexação de imagens, sons, páginas html, etc. ) são implementadas nas próprias mensagens. –Muitos aplicativos utilizam-se de campos especiais contidos na mensagem para as mais diversas finalidades: relatórios de ocorrências na transmissão / recepçãorelatórios de ocorrências na transmissão / recepção identificação de produtos ( softwares )identificação de produtos ( softwares ) passar "comandos" entre diferentes ambientes (gateway SMTP)passar "comandos" entre diferentes ambientes (gateway SMTP) Obter informações do mail exchangerObter informações do mail exchanger etc.etc.

6 Introdução SMTP Formato das mensagens From : endereço To : endereço Cc : endereço Subject : : HEADER FIELDS RFC 2822 (ex-822) BODY RFC 2822 Content-Type : boundary= ( RFCs MIME ) Content-Type: : Mensagem Parte 1 Parte 2 Parte 3 RFCs MIME ( 37 ) Principais: Multipurpose Internet Mail Extensions

7 Introdução SMTP Endereços de correio eletrônico conceitualmente é – – o nome não precisa ser igual ao do logino nome não precisa ser igual ao do login pode ser virtual ( haverá mapeamento entre virtual => real )pode ser virtual ( haverá mapeamento entre virtual => real ) – – Normalmente é igual ao nome do domínioNormalmente é igual ao nome do domínio O DNS ( registros MX ) é que possui a lista com os nomes dos servidores de correioO DNS ( registros MX ) é que possui a lista com os nomes dos servidores de correio O solicitante dessa informação é que decidirá qual usarO solicitante dessa informação é que decidirá qual usar

8 Introdução SMTP Endereços de correio – é um gateway SMTP – é o formato do endereço no outro ambiente de rede Os gateways decodificam essa informação através de um conjunto de regras ou mapeamentosOs gateways decodificam essa informação através de um conjunto de regras ou mapeamentos é um exemplo de nome por formação de é um exemplo de nome por formação de regras: –marketing é a caixa postal –uucp é um servidor unix –vendas é o hostname –pseudodomínios só oferecem serviço de correio eletrônico

9 Modelo para utilização do SMTP Sistema de arquivos Servidor Cliente Sistema de arquivos Mensagem Comandos e respostas SMTP + mensagem Comandos e respostas SMTP + mensagem Cliente Servidor MUA MTA Elementos básicos: remetente e destinatário MUA - Mail Users Agent ( Cliente SMTP, remetente ) MTA - Mail Transfer Agent ( Cliente e/ou Servidor SMTP, remetente e/ou destinatário ) Elementos básicos: remetente e destinatário MUA - Mail Users Agent ( Cliente SMTP, remetente ) MTA - Mail Transfer Agent ( Cliente e/ou Servidor SMTP, remetente e/ou destinatário ) MTA POP ou IMAP MUA Nomes alternativos Comandos e respostas SMTP + mensagem Comandos e respostas SMTP + mensagem Mensagem MTA Comandos e respostas SMTP + mensagem Comandos e respostas SMTP + mensagem ( tudo acontece em background )

10 Modelo para utilização do SMTP Responsabilidades do MUA (Mail User Agent)Responsabilidades do MUA (Mail User Agent) –Disponibilizar uma interface de correio para o usuário –Guardar os s até conectar-se a um MTA –Gerar comandos SMTP a partir do cabeçalho da mensagem no formato RFC 2822 fazendo consistências –Garantir transparência de dados. na mensagem vira... na mensagem vira..

11 Modelo para utilização do SMTP Responsabilidades do MTA (Mail Transfer Agent)Responsabilidades do MTA (Mail Transfer Agent) –Ser responsável pela caixa postal do seus usuários –Receber e armazenar em filas as mensagens que serão encaminhadas –Fazer consultas ao DNS e escolher um nome –Adotar estratégias para envio e recepção Não conseguindo conectar-se ao MTA destino, tentar novamente após um tempo ou desistirNão conseguindo conectar-se ao MTA destino, tentar novamente após um tempo ou desistir Manter informações de servidores que não respondemManter informações de servidores que não respondem Na conexão com um MTA destino, negociar de uma vez a maior quantidade possível de endereços "com cópias paraNa conexão com um MTA destino, negociar de uma vez a maior quantidade possível de endereços "com cópias para Recebendo uma mensagem de um host e havendo mensagens para esse host na sua fila, encaminhá-las aproveitando a conexãoRecebendo uma mensagem de um host e havendo mensagens para esse host na sua fila, encaminhá-las aproveitando a conexão

12 Modelo para utilização do SMTP Responsabilidades do MTA (Mail Transfer Agent)Responsabilidades do MTA (Mail Transfer Agent) –Registrar sua identificação ( host + domínio) data, hora e outras informações na mensagem recebida –Notificar ao emitente da mensagem falhas na recepção ou no seu encaminhamento –Identificar a existência de loops no encaminhamento –Completar ou corrigir mensagens com falhas ou erros para clientes conhecidos

13 Procedimentos do SMTP Comando: Comando: Resposta: Resposta: Início a sessão: abre conexão na porta 25Início a sessão: abre conexão na porta 25 Iniciando o cliente: identificação do hostIniciando o cliente: identificação do host Atendimento às transações: De, Para, DadosAtendimento às transações: De, Para, Dados Resolução de nomes e correção de errosResolução de nomes e correção de erros Transmissão para a rota especificadaTransmissão para a rota especificada GatewaysGateways Encerramento da sessão e da conexãoEncerramento da sessão e da conexão Lista de correio e aliasesLista de correio e aliases

14 Comandos SMTP Implementação mínimaImplementação mínima –EHLO –HELP –MAIL –RCPT –DATA –RSET –NOOP –QUIT –VRFY

15 Códigos de retorno SMTP 3 dígitos para os códigos de retorno:3 dígitos para os códigos de retorno: –1º dígito: 1yz Resposta positiva preliminar1yz Resposta positiva preliminar 2yz Resposta positiva completada2yz Resposta positiva completada 3yz Resposta positiva intermediária3yz Resposta positiva intermediária 4yz Resposta negativa temporária4yz Resposta negativa temporária 5yz Resposta negativa definitiva5yz Resposta negativa definitiva –2º dígito: x0z Sintaxe: erro, não funcional, não implementado.x0z Sintaxe: erro, não funcional, não implementado. x1z Informação: respostas para requisição de informaçõesx1z Informação: respostas para requisição de informações x2z Conexões: respostas referentes ao canal de transmissão.x2z Conexões: respostas referentes ao canal de transmissão. x3z e x4z não especificado.x3z e x4z não especificado. x5z Sistema de correio: status do receptor X requisições do transmissor.x5z Sistema de correio: status do receptor X requisições do transmissor. –3º dígito: diferenciações refinadas do segundo dígito.diferenciações refinadas do segundo dígito.

16 Extensões SMTP (ESMTP) Baseado na RFC Internet Official Protocol Standards Tamanho da mensagemTamanho da mensagem –(EHLO)250 SIZE –MAIL FROM: SIZE= Otimização do uso do linkOtimização do uso do link –(EHLO) 250 PIPELINING DSN - Delivery Status NotificationDSN - Delivery Status Notification –(EHLO) 250-DSN –MAIL FROM: RET=HDRS ENVID=QQ –MAIL FROM: RET=FULL ENVID=QQ –RCPT TO: NOTIFY=SUCCESS,FAILURE –RCPT TO: NOTIFY=NEVER

17 Extensões SMTP (ESMTP) Novo conjunto de códigos de retornoNovo conjunto de códigos de retorno –(EHLO)250 ENHANCEDSTATUSCODES –(EHLO) 250 ENHANCEDSTATUSCODES –xxx n.nnn.nnn – OK – Unrecognized command Inversão "cliente - servidorInversão "cliente - servidor –(EHLO)250 ETRN –ETRN sigurd.innosoft.com –ETRN #innosoft.com

18 Extensões SMTP (ESMTP) Autenticação SASL ( Simple Authentication and Security Layer)Autenticação SASL ( Simple Authentication and Security Layer) –(EHLO)250 AUTH –(EHLO)250 AUTH –(EHLO) 250 AUTH CRAM-MD5 DIGEST-MD5 –C: AUTH CRAM-MD5 –S: 334 PENCeUxFREJoU0NnbmhNWitOMjNGNndAZWx3b29kLmlubm9zb2Z0LmNvbT4= –C: ZnJlZCA5ZTk1YWVlMDljNDBhZjJiODRhMGMyYjNiYmFlNzg2ZQ== –S: 235 Authentication successful. Negociação de tempo para DSNNegociação de tempo para DSN –(EHLO)250 DELIVERBY –(EHLO)250 DELIVERBY –(EHLO)250 DELIVERBY –MAIL FROM: BY= –MAIL FROM: BY= –MAIL FROM: BY= ;R | N

19 Extensões SMTP (ESMTP) Utilização do TLS ( Transport Layer Security )Utilização do TLS ( Transport Layer Security ) –(EHLO)250 STARTTLS –STARTTLS Utilizando 8 bits ASCIIUtilizando 8 bits ASCII –(EHLO)250 8BITMIME –MAIL FROM: BODY=8BITMIME –MAIL FROM: BODY=7BIT Transmissão de arquivos bináriosTransmissão de arquivos binários –(EHLO)250 CHUNKING 250 BINARYMIME –BDAT ( substitui o comando DATA ) –BDAT LAST –MAIL FROM: BODY=BINARYMIME

20 Conclusão Correio eletrônico é um campo vasto e com muitas possibilidadesCorreio eletrônico é um campo vasto e com muitas possibilidades A separação entre o protocolo de troca de mensagens ( SMTP ) e a formatação das mensagens ( RFC 2822 ) trouxe flexibilidade e facilidade de implementações, apesar de algumas redundânciasA separação entre o protocolo de troca de mensagens ( SMTP ) e a formatação das mensagens ( RFC 2822 ) trouxe flexibilidade e facilidade de implementações, apesar de algumas redundâncias A pouca segurança inerente ao SMTP talvez seja uma das causas do seu sucesso ( apesar dos inconvenientes SPAMs )A pouca segurança inerente ao SMTP talvez seja uma das causas do seu sucesso ( apesar dos inconvenientes SPAMs ) ==> Trabalhos UFRN


Carregar ppt "SMTP Simple Mail Transfer Protocol Aluno: Vinicius Fernandes de Oliveira Maio de 2003 LECA-DCA / PPgEE - Disciplina: Arquitetura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google