A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo: Bruna Neves, Fabrizzia e Susane Turma:82 História – Prof. Miquéias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo: Bruna Neves, Fabrizzia e Susane Turma:82 História – Prof. Miquéias."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo: Bruna Neves, Fabrizzia e Susane Turma:82 História – Prof. Miquéias

2 Este trabalho irá falar sobre a Revolta da Vacina, que foi um movimento ocorrido no Rio de Janeiro, no início do século XX. A maior população eram os negros e escravos e vivam em condições precárias.

3 No início do século XX, a cidade do Rio de Janeiro era a capital do Brasil. Estava crescendo desordenadamente. Sem planejamento, as favelas e cortiços predominavam na paisagem. A rede de esgoto e coleta de lixo era muito precária, as vezes inexistente. Em decorrência disto, dezenas de doenças se proliferavam na população, como Tifo, Febre Amarela, Peste Bubônica, Varíola, entre outras enfermidades.

4 Vendo a situação piorar cada dia mais, o então presidente Rodrigues Alves decide fazer uma reforma no centro do Rio, implementando projetos de saneamento básico e urbanização. Ele designa Oswaldo Cruz, biólogo e sanitarista, para ser chefe do Departamento Nacional de Saúde Pública, que juntamente com o prefeito Pereira Passos, começam a reforma. A reforma incluía a demolição das favelas e cortiços, expulsando seus moradores para as periferias, a criação das Brigadas Mata- Mosquitos, que eram grupos de funcionários do serviço sanitário e policiais que invadiam as casas, matando os insetos encontrados, etc. Essas medidas tomadas causaram revolta na população, e com a aprovação da Campanha da Vacinação Obrigatória, que obrigava as pessoas a serem vacinadas (os funcionários responsáveis pelo serviço tinham que vacinar as pessoas mesmo que elas não quisessem), a situação piorou. A população começou a fazer ataques à cidade, destruir bondes, prédios, trens, lojas, bases policiais, etc. Esse episódio da história brasileira ficou conhecido então como Revolta da Vacina.

5 Mais tarde, os cadetes da Escola Militar da Praia Vermelha também se voltaram contra a lei da vacina. A revolta popular fez com que o governo suspendesse a lei, não sendo mais obrigatória. Para finalizar a rebelião, Alves coloca nas ruas o exército, polícia e marinha. Ao final da revolta, o governo recomeça a vacinação da população, tendo como resultado a erradicação da varíola na cidade.

6 Concluímos que essa revolta só ocorreu porque havia muita população no Rio de Janeiro infectada, pela falta de saneamento básico. Sendo assim, a elite obrigou que toda a população tomasse vacina, e a maioria se negou e começou a fazer ataques contra a cidade. Depois, no fim da revolta, o governo recomeçou a campanha e conseguiu erradicar as epidemias do estado.

7

8 lta-da-vacina/


Carregar ppt "Grupo: Bruna Neves, Fabrizzia e Susane Turma:82 História – Prof. Miquéias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google