A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

História de Portugal I Aula n.º 2 Arte Rupestre Neolítico Idade dos Metais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "História de Portugal I Aula n.º 2 Arte Rupestre Neolítico Idade dos Metais."— Transcrição da apresentação:

1 História de Portugal I Aula n.º 2 Arte Rupestre Neolítico Idade dos Metais

2 A Arte Rupestre em Portugal Arte rupestre – designação dada às mais antigas representações artísticas.

3 O mais importante conjunto artístico de gravuras rupestres foi descoberto recentemente, nas margens do rio Côa. Trata-se do maior conjunto de arte rupestre pré-história, ao ar livre, da Europa Ocidental. Nas gravuras estão reapresentados animais, como cavalos, cabras e bois selvagens (auroques). As mais antigas datam de há cerca de 24 mil anos e as mais recentes de há 12 mil ou 10 mil anos. Em Dezembro de 1998 este conjunto artístico foi considerado património Mundial pela UNESCO.

4

5 Neolítico Neolítico. O termo «neolítico» significa «nova pedra» e designa o período do processo histórico em que os utensílios humanos passaram a ser fabricados em pedra polida.

6 Anta do Zambujeiro, Alentejo

7 Anta Cerqueira, no distrito de Aveiro

8 O culto da Natureza Para as sociedades agropastoris do Neolítico era importante que a natureza fosse fértil e lhes concedesse abundante alimentação. Daí que tenham construídos outros monumentos megalíticos, que estariam relacionado com cultos da natureza, como os «menires», isolados ou agrupados em «alinhamentos» e «cromeleques.

9 Cromeleque dos Almendres, Alentejo

10 A Idade dos Metais Castro do Zambujal, Torres Vedras Os povoados caracterizavam-se por se situar em locais mais elevados, com boas condições naturais de defesa, junto de terra férteis, em vales irrigados por cursos de água e em situação estratégica. Eram fortemente fortificados, protegidos por várias linhas de muralhas.

11 Áreas de Povoamento na Idade do Metais Os achados arqueológicos permitem definir três grandes áreas de povoamento do território hoje português: - uma no Norte (Minho, Trás-os-Montes e Beiras), ligada às jazidas de estanho, mais abundante nesta região; - outra no Sul, onde é mais abundante o cobre, especialmente no Alentejo; - e uma terceira na Estremadura, o que, dada a escassez de grandes jazidas de minérios metalíferos nesta área, aponta para a existência de importantes rotas comerciais. As trocas comerciais seriam aliás necessárias para a permuta entre o Norte, que necessitava do cobre, e o Sul, que não podia dispensar o estanho, ambos necessários para a composição da liga do bronze. Estas necessidades mútuas alertam-nos para a possível existência de uma significativa navegação de cabotagem ao longo da costa atlântica.

12 objectos de estanho cobre objectos de bronze


Carregar ppt "História de Portugal I Aula n.º 2 Arte Rupestre Neolítico Idade dos Metais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google