A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Homem americano. Várias hipóteses foram desenvolvidas para explicar a colonização humana nas Américas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Homem americano. Várias hipóteses foram desenvolvidas para explicar a colonização humana nas Américas."— Transcrição da apresentação:

1 Homem americano. Várias hipóteses foram desenvolvidas para explicar a colonização humana nas Américas.

2 Hipóteses: 1ª - homem é autóctone (surge aqui) – hipótese descartada. 2ª - Modelo Clóvis – anos de ocupação, pelo estreito de Bering – hipótese ultrapassada, pois foram achados outros sítios com a mesma idade em outros pontos das Américas, inclusive mais ao Sul. 3ª - ondas migratórias – Américas começam a ser povoadas entre 35 a 20 mil anos atrás, por movimento migratório por via marítima, pelo oceano Pacífico, vindos da Ásia, Polinésia e Oceania. Humanos com características australóides e melanóides. Posteriormente, migração terrestre pelo estreito de Bering, aproximadamente de 16 a 12 mil anos atrás. Outras hipóteses existem, e o assunto ainda não tem uma conclusão final – homem, vindo de diversas áreas, ao mesmo tempo, ocupa várias regiões americanas.

3 Rotas de migração para as Américas.

4 Rota de migração Estreito de Bering.

5 Primeiros brasileiros. Fósseis de Lagoa Santa, MG – Luzia, um dos mais antigos fósseis brasileiro estudado. São Raimundo Nonato – Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí – pinturas rupestres, datação em anos.

6 Crânio de Luzia e reconstituição de como ela poderia ser:

7 Pré-história americana A pré-história americana também se divide em Paleolítico e Neolítico, mas com temporalidades diferentes dos outros continentes. PALEOLÍTICO – Paleolítico inferior – artefatos rústicos de pedra – pedra talhada, utensílios de ossos. Paleolítico superior – 17 a 16 mil anos atrás – artefatos mais elaborados. Adaptação às condições ambientais – caça, pesca, coleta, coleta de moluscos (sambaquis). NEOLÍTICO – entre 5 e 4 mil a.C. – em zonas do México, América Central e Andes – coleta sistemática de vegetais, sedentarização e urbanismo incipiente. Produção de cerâmica, cestaria, tecidos e artefatos de pedra mais elaborados (polida).

8 Neolítico americano Economia agrícola consolida-se entre 3000 e 1500 a.C. – espécies vegetais autóctones (milho, batata, abóbora, cacau, mandioca, girassol, etc) – irrigação, terraços escalonados, fertilizantes. Criação de animais – lhamas e alpacas. Vestígios de cultura neolítica também na América no Norte e do Sul – caraíbas, tupis, guaranis, araucanos.

9 Comunidades primitivas brasileiras Extrema diversidade cultural, mas com aspectos em comum – origem asiática. Não constituem um Estado, como em outras áreas da América. Arranjo social – tribos nômades e semi-nômades. Várias culturas desaparecem, aqui e em outras partes da América, quando do contato com o homem europeu. Alguns povos mantêm tradições, como os que habitam o Parque do Xingú (3600 indivíduos, 14 etnias), e povos isolados.

10


Carregar ppt "Homem americano. Várias hipóteses foram desenvolvidas para explicar a colonização humana nas Américas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google