A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Literatura Capítulo 12 Aulas 15 a 17. Não. Embora tenham acontecido em momentos próximos e concomitantes, os simbolistas não simpatizavam com as ideias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Literatura Capítulo 12 Aulas 15 a 17. Não. Embora tenham acontecido em momentos próximos e concomitantes, os simbolistas não simpatizavam com as ideias."— Transcrição da apresentação:

1 Literatura Capítulo 12 Aulas 15 a 17

2 Não. Embora tenham acontecido em momentos próximos e concomitantes, os simbolistas não simpatizavam com as ideias do Parnasianismo.

3 Camilo Pessanha

4 Relógio da antiguidade, feito de pedra ou cerâmica, produzido pelos egípcios.

5 França, a partir de um grupo dissidente dos parnasianos.

6 Os Simbolistas buscavam romper com o racionalismo de uma sociedade rígida e inflexível a partir de ocultismo, religião (misticismo), discussões sobre alma/espírito, que são contrários aos ideais deterministas dos parnasianos.

7 Paul VERLAINE, Arthur RIMBAUD e Stéphane MALLARMÉ.

8 Le Figaro, em 18 de Setembro de Posteriormente, houve publicações como Le symboliste (1886), La plume (1889), Le Mercure de France (1890) e La révue blanche (1891).

9 Os Simbolistas costumavam usar muitos símbolos mitológicos e referências históricas e artísticas para estimular a imaginação e o sonho. É como na música estrangeira que não conhecemos a língua mas nos deixamos levar pelo ritmo, pela melodia, pelo arranjo etc.

10 Não. Sonoridade é muito explorada mas com pouca clareza. A intenção do poeta é fazer com que o leitor demore para compreender o sentido e aproveite melhor a sonoridade (musicalidade) das palavras.

11 Brancura da areia da praia à noite com a luz da Lua. Musicalidade a partir de aliterações e repetições, mesmo que não haja sentido entre as palavras.

12 Terror, clima de medo, obscuridade, poderes ocultos, o desconhecido. A palavra Noite está em maiúscula por personificação (figura de linguagem).

13 Assonância: repetição de vogais em um curto espaço da frase. Aliteração: repetição de consoantes.

14 Quando a aliteração e a assonância possuem valor de imagem (sonora ou visual) relacionada a algum evento ou espaço.

15 Os simbolistas costumam misturar sensações relacionadas à percepção (visual, olfativa, tátil, auditiva e gustativa). Com isso, é possível citar os exemplos: luz macia, perfume barulhento/silencioso, sabor áspero etc.

16 Macau, China.

17 Modernismo, que influenciou a geração de poetas portugueses, tal como Cesário Verde.

18 Camilo Pessanha era professor de Filosofia no Liceu de Macau. Voltou poucas vezes a Portugal, quando recitava seus poemas de cor. Seu livro foi publicado apenas em 1920 com o título de Clepsidra.

19 Solidão do som da flauta, melancolia do musicista solitário.

20 Cruz e Souza, grande poeta simbolista, foi alvo de preconceito pelos parnasianos (pelo estilo de escrita que buscava fugir do real) e por racismo.

21 Charles Baudelaire, conhecido principalmente pelo livro As Flores do Mal, com clima macabro e sombrio.

22 Todas.

23 Uso de plural. Uso de nomes em maiúscula como personificação. Uso de reticências para ampliar sentidos. Aliteração de R, L (líquidas). Assonância (A) para imensidão. Musicalidade. Clima de sonho. Sinestesia.

24 Afonso Henriques da Costa Guimarães ou Alphonsus de Guimaraens

25 Cruz e Souza buscava descrever um paraíso, enquanto Alphonsus de Guimaraens buscava ter um contato com a divindade.

26 Sua noiva, falecida.

27 A e C

28 b. Cruz e Souza

29 Falso. Verlaine não era objetivo, ele preferia imprecisões e abstrações na escrita de suas poesias


Carregar ppt "Literatura Capítulo 12 Aulas 15 a 17. Não. Embora tenham acontecido em momentos próximos e concomitantes, os simbolistas não simpatizavam com as ideias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google