A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dürer e Michelangelo A Pintura e a Matemática Douglas Toseto – 2º ano lic. Not.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dürer e Michelangelo A Pintura e a Matemática Douglas Toseto – 2º ano lic. Not."— Transcrição da apresentação:

1 Dürer e Michelangelo A Pintura e a Matemática Douglas Toseto – 2º ano lic. Not.

2 Renascimento Diversas transformações em uma multiplicidade de áreas da vida humana assinalam o final da Idade Média e o início da Idade Moderna. Ruptura com as estruturas medievais. Chamou-se "Renascimento" em virtude da redescoberta e revalorização das referências culturais da Antigüidade clássica, que nortearam as mudanças deste período em direção a um ideal humanista e naturalista.

3 Albrecht Dürer – Albrecht Dürer foi desenhista e pintor, gravador e cientista; e considerado por excelência o representante do momento de transição entre o gótico e o renascimento na Alemanha. Filhos de ourives imigrantes da Hungria, Albrecht Durer nasceu em Nuremberg a 21 de maio de 1471.

4 Em 1484, ainda menino com apenas 13 anos de idade, fez seu primeiro auto-retrato. Em 1486, começa a trabalhar como aprendiz de Michael Wohlgemut com quem iniciou seus trabalhos de gravuras. Em 1490, pintou seu primeiro quadro datado, O retrato do pai. Também nesse ano Durer viajou. Correu o sudoeste da Alemanha e trabalhou algum tempo em Estrasburgo, e foi até a Basiléia, na Suíça, onde executou muitas xilogravuras.

5 Retrato do pai

6 Desse tempo de viagens têm-se poucas noticias e se conhecem poucas obras. Entre elas destaca-se a tela: Auto-retrato com Flor de Rícino de Em 1494, volta a Nuremberg e casa-se com Agnes Frey. Nesse mesmo ano empreende outra viagem, dessa vez à Itália, onde foi à Veneza e teve contato e influencia de pintores como Bellini, Carpaccio e Mantegna. Em 1496, instala seu estúdio em Nuremberg. No mesmo ano, ao pintar o Altar de Dresden ele põe em evidencia uma plasticidade que lembra Mantegna.

7 Auto-retrato com Flor de Rícino

8 Altar de Dresden –

9 E entre 1496 e 1500 ele pinta Nossa Senhora com o Menino onde notadamente aproveita o estilo de Bellini. Note que o tipo de Nossa Senhora criado pelo artista, nessa fase de sua carreira, prende por seu ar humano, pela intimidade terrena a sua volta. Em 1498 edita a série de xilogravuras O Apocalipse segundo São João, e Durer torna-se um nome conhecido.

10 Nossa Senhora com o Menino

11 Entre as influencias italianas que teve, uma delas foi a de incluir-se entre o publico de uma cena descrita. As mais importantes obras em que Durer lança mão desse recurso são: A festa do rosário, A Adoração da Santíssima trindade, e O Martírio dos Dez Mil, onde o pintor seria um personagem segurando uma placa ou cartaz fazendo alusão à autoria do quadro.

12 A festa do Rosário

13 A festa do Rosário - detalhe

14 A Adoração da Santíssima Trindade

15 A Adoração da Santissíma Trindade - detalhe

16 Em 1505 faz uma segunda viagem à Itália. Entre 1506 e 1511, depois de sua segunda viagem à Itália, Durer realizou as três obras mencionadas. A Festa do Rosário, encomendada pela corporação dos comerciantes alemães de Veneza, resultou de cinco meses de trabalho num estúdio improvisado na cidade de laguna.

17 A Adoração da Santíssima Trindade é considerada a obra mais monumental de Durer e uma das melhores expressões do renascimento alemão Note o autor segurando uma placa no canto direito inferior onde está escrito: Albertus Durer Noricus Faciebat Anno a Virginis Partu 1511 – num latim que pretenda evidenciar a sua cultura humanística.

18 A humanização dos quadros e o esforço para situar personagens celestes numa ambientação terrana é uma das principais características de Durer, que foram influencia da arte dos Paises-Baixos juntamente com a arte italiana, que aparece muito em pinturas como Adoração dos Magos e a Natividade.

19 Natividade

20 A Adoração dos Magos

21 A Adoração dos Magos - detalhe

22 De 1512 a 1520 trabalha quase que exclusivamente para o Imperador Maximiliano I, servindo como uma espécie de decorador oficial do soberano, ilustrando livros, desenhando brasões e projetando arcos do triunfo. Em 1520 ele se afasta de seus encargos e viaja para os Paises-Baixos.

23 Dürer sofre influencia de diversas teorias matemáticas, como a proporção, e descreve seu trabalho de construção usando régua e compasso que ele usou para fazer Adão e Eva no Livro "The Four Books on Human Proportions, publicado em 1528.

24 Adão e Eva

25 Em 1526, ativo participante da Reforma de Lutero, Durer pinta Os Apóstolos João, Pedro, Paulo e Marcos e doa o trabalho ao Conselho de Nuremberg. Na parte inferior das pinturas, faz constar um texto alusivo às polemicas religiosas, uma advertência contra os falsos profetas.

26 Os Apóstolos João, Pedro, Paulo e Marcos

27 A 6 de Abril de 1528, vitima de uma doença contraída nos Paises-Baixos, Albrecht Durer morre em Nuremberg.

28 CURIOSIDADES: Em alguns quadros Dürer coloca sua assinatura como se fosse parte integrante da cena. Sua gravura Melancolia I, foi a primeira a ter um quadrado mágico, onde as duas casas do centro da ultima linha indicam o ano em que a gravura foi feita

29 São Jerônimo

30 São Jerônimo - detalhe

31 O Cavaleiro, A Morte e O Demônio

32 O Cavaleiro, A Morte e O Demônio - detalhe

33 Melancolia I

34 Melancolia I - detalhe

35 Michelangelo Buonarroti – Michelangelo di Ludovico Buonarroti Simoni nasceu em Caprese, província florentina, a 6 de março de Foi pintor, escultor, poeta e arquiteto, seu grande prazer era desenhar. Seu pai, Ludovico di Lionardo Buonarroti, era um homem violento. Sua mãe, Francesca di Neri di Miniato del Sera, faleceu quando Michelangelo tinha seis anos.

36 Michelangelo foi entregue aos cuidados de uma ama-de-leite cujo marido era cortador de mármore na aldeia vizinha de Settignano, o que despertou nele a vocação para escultor. Aos 13 anos, mesmo contra a vontade do pai, Michelangelo ingressa como aprendiz do estúdio de Domenico Ghirlandaio. Porém o abrendizado com Domenico é breve.

37 Após deixar Ghirlandaio, Michelangelo entra pra escola de escultura que o mecenas Lourenço, o Magnífico mantinha nos Jardins de São Marcos, ontem tem verdadeiro contato com o ambiente do Renascimento italiano. Michelangelo adere plenamente a esse mundo, e produz O Combate dos Centauros, baixo-relevo de tema mitológico

38 O Combate dos Centauros

39 Em 1492 falece Lourenço, o Magnífico, e Michelangelo deixa o palácio de Lourenço onde estava hospedado. Em 1494 estoura a revolução em Florença e um mês antes Michelangelo fugira para Veneza, onde tem contato com as obras de Petrarca, Boccaccio, e Dante. Na primavera do ano seguinte passa por Florença, onde esculpe O Cupido Adormecido; tempo depois viaja a Roma, onde esculpe Baco, e Adônis morrendo.

40 Baco

41 Tempos depois, em 1498, a situação em Florença se acalma devido a morte do monge Savonarola. Michelangelo esculpe Pietá. Em 1501 finalmente retorna a Florença, e nesse mesmo ano cria sua primeira escultura mais madura, o colossal Davi. Dessa mesma época data sua primeira pintura conhecida, trata-se de um tondo da Sagrada Familia

42 Pietá

43 Pietá - detalhe

44

45 Davi

46 Davi - detalhes

47 A Sagrada Familia

48 Em março de 1505, Michelangelo é chamado a Roma pelo Papa Júlio II, e recebe a proposta de construir a tumba do Papa nos padrões da Roma antiga. Porém o Papa cancela o projeto, que será retomado tempos depois, e incube Michelangelo de fazer uma estátua de bronze do Papa Júlio II para ser erguida em Bolonha.

49 Michelangelo após muitos esforços, pois não tinha maestria com o metal, conseguiu terminar a estátua em fevereiro de Porém o resultado de seus esforços não valeram, pois em dezembro de 1511 a estátua foi destruída por uma facção política inimiga do Papa.

50 Quando retorna a Roma, Michelangelo recebe uma nova incumbência do Papa Julio II: Decorar a Capela Sistina. A proposta original seria representar os 12 apóstolos, mas Michelangelo sugeriu que a pintura fosse sobre a criação, e sua sugestão foi aceita pelo Papa.

51 Em 10 de maio de 1508, Michelangelo começa o trabalho mais expressivo de sua vida, ele recusa o auxilio dos pintores ajudantes que lhe mandaram, e dos instrutores de pintura afresco, a qual não tinha familiaridade. Michelangelo decide não pintar somente o teto da Capela, mas também suas paredes.

52 Depois de muito trabalho, e de passar por muitas dificuldades (como trabalhar sem receber nada durante mais de 1 ano), ele termina o trabalho no dia de finados de O teto da Capela Sistina contem mais de 300 figura e é baseada no livro do Gênesis, dividida em três grupos: A criação da terra por Deus A criação da Humanidade e sua queda A Humanidade representada por Nóe

53 A criação de Adão

54 Adão e Eva expulsos do paraíso

55 Interior da Capela Sistina

56

57 Teto da Capela Sistina

58

59 Em fevereiro de 1513 morre o papa Julio II, e no mês seguinte Michelangelo assina um contrato comprometendo-se a terminar a tumba em sete anos. O novo papa Leão X oferece a Michelangelo a edificação da fachada da Igreja de São Lourenço, em Florença. E Michelangelo, aceita a proposta, mesmo que para isso tivesse que suspender novamente a tumba do papa Julio II. Infelizmente, após anos de esforços trabalhando na fachada da Igreja o papa anula o projeto.

60 O sucessor de Leão X, Clemente VII, dá ao Michelangelo a tarefa de construir a capela e a tumba dos Medicis. Trabalho que Michelangelo conclui em Com a morte de Clemente VII em 1534, Michelangelo – odiado pelo Duque Alexandre de Medicis – abandona Florença mais uma vez, porém agora seu exílio em Roma será definitivo.

61 Capela dos Medicis

62 Em Roma, Paulo III o nomeia arquiteto-chefe escultor e pintor do palácio apostólico. E entre 1536 e 1541, Michelangelo pinta os afrescos do Juízo Universal da Capela sistina. Terminados os afrescos da Sistina, o papa exige que o ancião de 70 anos pinte os afrescos da capela Paulina – A crucificação de São Pedro e A Conversão de São Paulo. Em 1545, finalmente, Michelangelo termina a Tumba do Papa Júlio II, restando apenas a escultura do Moisés do projeto original

63 O Juízo Universal

64 A conversão de São Paulo

65 Interior da Capela Paulina

66 Tumba do Papa Julio II

67 Moisés

68 Os últimos anos de sua vida Michelangelo dedicou à arquitetura. Dedicou-se ao projeto da Basílica de São Pedro. Projetou também o Capitólio (onde se reúne o Senado italiano) e a Igreja de São João dos Florentinos. Em 18 de fevereiro falece em Roma, onde deixa um testamento comovente, pedindo regressar pelo menos já morto à sua adorada e inesquecível Florença, doando sua alma a Deus e seu corpo à terra.

69 Basílica de São Pedro

70 Frases do Michelangelo: "A perfeição é feita de pequenos detalhes - não é apenas um detalhe." "Espero que eu sempre possa desejar mais do que consigo fazer. "Se as pessoas ao menos soubessem o quão duro trabalho para ser mestre no que faço, não lhes pareceria tão maravilhoso."

71 "Em cada bloco de mármore vejo uma estátua; vejo-a tão claramente como se estivesse na minha frente, moldada e perfeita na pose e no efeito. Tenho apenas de desbastar as paredes brutas que aprisionam a adorável aparição para revelá-la a outros olhos como os meus já a vêem."

72 FIM OBRIGADO

73 Bibliografia cone-da-renascena-italiana.html digo= Web Gallery of Art: Gênios da pintura, volume 1


Carregar ppt "Dürer e Michelangelo A Pintura e a Matemática Douglas Toseto – 2º ano lic. Not."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google