A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 1o. SEMINÁRIO DO FÓRUM DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO DO PARANÁ Ministério Público do Paraná.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 1o. SEMINÁRIO DO FÓRUM DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO DO PARANÁ Ministério Público do Paraná."— Transcrição da apresentação:

1 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 1o. SEMINÁRIO DO FÓRUM DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO DO PARANÁ Ministério Público do Paraná

2 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RUDDY FACCI Médico do Trabalho - UNICAMP - 1975 Especialista em Medicina do Trabalho por Concurso da AMB / ANAMT em 1985 Vice Presidente Mundial da ICOH Membro do Comitê Internacional de Saúde Ocupacional para Trabalhadores da Saúde Coordenador do Comitê Internacional de Agentes Biológicos e Doenças Infecciosas em Saúde Ocupacional Coordenador do Comitê Internacional de Ambientes de Trabalho sem Fumaça de Cigarro Diretor Presidente do INSAT - Instituto Internacional Saúde no Trabalho - Curitiba

3 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS PUBLICAÇÕES DO COMITÊ HCHCW Occupational Health for Health Care Workers 2o. Congresso Internacional - Estocolmo - 1994 Occupational Health for Health Care Workers - A Practical Guide - ICOH 1999

4 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS Se você sempre imaginou que pessoas podem administrar seu trabalho com doença e estarem sempre saudáveis, a resposta é - elas não podem Stellman, JM - New York Womens work, womens health - 1976

5 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS De Morbis Artificum Diatriba Bernardino Ramazzini - 1700 Primeiras descrições dos riscos ocupacionais para os trabalhadores da saúde

6 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS DOENÇA OCUPACIONAL x DOENÇA RELACIONADA AO TRABALHO * OCORRÊNCIA / FREQUÊNCIA * GRAVIDADE * CUSTO : governo / empregador / trabalhador

7 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS DO + DRT = FREQUÊNCIA DERMATITE DE CONTATO : 53% A, 7% S LESÃO OSTEO-MUSCULAR : 15% A, 52% S ALERGIA RESPIRATÓRIA : 9% A DOENÇAS INFECCIOSAS : 6 - 9% A ALT. PSICO-SOCIAIS / FATORES ORGANIZACIONAIS : 14% S

8 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS AT = FREQUÊNCIA 36% = LEVANTAMENTO CARGAS 17% = VIOLÊNCIA 8% = PÉRFURO-CORTANTES AT / DO FATAIS = GRAVIDADE 1 a 3,5 / 100.000 - (violência) = S

9 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS DO + DRT = CUSTO Orçamento do Seguro de AT / DO = 169 m DM (A) 82 milhões = dermatite ocupacional 38 milhões = doenças infecciosas 19.000 / caso = lesão por radiação ionizante 15.000 / caso = lesão pulmonar Obs = limite de pagamento / caso = 100.000 DM

10 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS OCUPACIONAIS EM HOSPITAIS

11 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS BIOLÓGICOS HEPATITE A, B, C, D, E HIV / AIDS CYTOMEGALOVIRUS INFECÇÃO GASTRO-INTESTINAL HERPES SIMPLES INFLUENZA PARVOVIRUS B 19 RUBÉOLA

12 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS BIOLÓGICOS (cont.) DIFTERIA HELICOBACTER PILORI MENINGITE TUBERCULOSE SARAMPO CAXUMBA VARICELA S A R S

13 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS BIOLÓGICOS (cont.) FEBRE HEMORRÁGICA LEGIONELLA PERTUSSIS POLIOMIELITE RAIVA ESCABIOSE STAFILOCOCCUS AUREUS STREPTOCOCCUS

14 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS FÍSICOS RADIAÇÃO IONIZANTE FATORES ERGONÔMICOS RUÍDO

15 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS PSICO-SOCIAIS MEDO DE ERRAR (consequências do êrro) DEMANDA DOS PACIENTES QUEIXAS DA FAMILIA VIOLÊNCIA ÁLCOOL / DROGAS STRESS / BURNOUT

16 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS QUÍMICOS DESINFETANTES DROGAS CITOTÓXICAS GASES ANESTÉSICOS OXIDO DE ETILENO GLUTARALDEÍDO

17 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS RISCOS ESPECIAIS TRABALHO NOTURNO / EM TURNOS TRABALHO EM ODONTOLOGIA TRABALHO EM LABORATÓRIO LIXO HOSPITALAR

18 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS PORTARIA 37 NR 32

19 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS PORTARIA 37 de 06 de Dezembro de 2002 NR - 32 : SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM ESTABELECIMENTOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE

20 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS OBJETIVOS DO FORUM Discutir as implicações da NR-32 na proteção da saúde e integridade física dos trabalhadores da saúde, de forma a garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável e apresentar propostas de melhorias, se necessárias.

21 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS NR 32 - 37 páginas A4, tipo 12 10 ítens ( ex : 32.1) 121 sub-ítens (ex : 32.3.1) 58 sub-ítens (ex: 32.5.3.4) 2 anexos ( I, II)

22 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 1. DO OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO 2. DAS RESPONSABILIDADES DO EMPREGADOR 3. DOS DIREITOS DO TRABALHADOR 4. MEDIDAS DE PROTEÇÃO 4.1. - PPRA 4.4. - EPI 4.11- Produtos Químicos 4.17- Gases Medicinais 4.20- Gestão em Segurança do Trabalho 4.21- Drogas de Risco 4.22- Gestão em Saúde no Trabalho / PCMSO

23 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 5. CAPACITAÇÃO 6. RADIAÇÃO IONIZANTE 6.1. - Serviço de Radioproteção 6.18- Serviço de Medicina Nuclear 6.19- Serviço de Radioterapia 7. DOS RESÍDUOS 8. CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO 8.7 - Refeitórios 8.8 - Lavanderias

24 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 9. DA MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 10. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS - ruído - iluminação - PPRA / PCMSO = CCIH - controle de insetos - deslocamentos de pacientes - treinamento - empresas de limpeza e conservação

25 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.1 - DO OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO...... trabalhadores em estabelecimentos de assistência à saúde......... exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral.... 3.2.12...... em qualquer nível de complexidade, em regime de internação ou não.

26 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.2 - DAS RESPONSABILIDADES DO EMPREGADOR 32.2.1......... instruções escritas........, cartazes 32.2.2........ informar..... sobre riscos existentes, suas causas e as medidas preventivas...... 32.2.3....... garantir..... o abandono do posto de trabalho

27 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.3 DOS DIREITOS DO TRABALHADOR 32.3.1 interromper suas tarefas......... 32.3.2 receber as instruções.......

28 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.4 MEDIDAS DE PROTEÇÃO 32.4.1..... a partir........da avaliação.....no PPRA 32.4.2.... agentes biológicos...... anexo I....... 32.4.3 Nos laboratórios...... nível de biossegurança a ser adotado...... 32.4.11... ficha toxicológica e constar no PPRA 32.4.17 Dos gases medicinais 32.4.17.7..... gases ou vapores anestésicos... concentração ambiental abaixo dos LT.... 32.4.17.19.... suspender o inicio de qualquer atividade....... às drogas de risco.....

29 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.4.20 Gestão em segurança do trabalho 32.4.20.1.1 Na fase de reconhecimento, conter no mínimo... I - identificação teórica dos agentes biológicos...... a) as fontes de exposição b) os reservatórios c) as vias de transmissão d) as vias de entrada e) a quantidade, volume ou concentração do agente no material manipulado f) a resistência do agente biológico g) a possibilidade da presença de cepas multirresistentes h) a possibilidade de desinfecção ; e i) os estudos epidemiológicos e outras informações cientificas

30 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS II Avaliação do local de trabalho e do trabalhador exposto, considerando : a) a descrição do local de trabalho b) os fatores relativos à organização e os procedimentos de trabalho c) a possibilidade de disseminação do material infectado d) a identificação das funções e dos trabalhadores expostos e) a identificação nominal dos trabalhadores expostos aos agentes classificados nas grupos 3 e 4 do anexo I f) a frequência de exposição g) o nível de conhecimento do risco pelo trabalhador...... h)a possibilidade de adoção de medidas preventivas..... i) a possibilidade de avaliação dos níveis de exposição quando possivel a identificação ou quantificação......

31 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS III Avaliação deve ser efetuada pelo menos 01 (uma) vez ao ano e : a) sempre que se produza uma mudança nas condições de trabalho, que possa alterar a exposição dos trabalhadores b) quando for detectado trabalhador vítima de infecção ou doença com suspeita de nexo causal com a exposição aos agentes biológicos. 32.4.21 O local de preparo das drogas de risco..... 32.4.22 Gestão em saúde no trabalho

32 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.4.22.1 O PCMSO, além do previsto na NR 7, deve contemplar ainda : a) avaliação dos riscos biológicos b) localização das áreas de risco elevado segundo os parâmetros do Anexo I c) identificação nominal dos trabalhadores expostos aos agentes biológicos classificados nos grupos 3 e 4, do anexo I d) vigilância médica dos trabalhadores expostos e) programa de vacinação

33 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.4.22.2 Em caso de risco de exposição acidental aos agentes biológicos deve constar do PCMSO, no mínimo : a) procedimentos a serem adotados para prevenir a soroconversão, o desenvolvimento de doenças ou, se for o caso, o diagnóstico precoce das mesmas b) medidas para descontaminação do local de trabalho c) tratamento médico de emergência para os trabalhadores expostos e lesionados d) identificação de r.h e suas respectivas responsabilidades e) relação dos estabelecimentos de saúde que podem prestar assistência aos trabalhadores acidentados f) formas de transporte dos acidentados g) relação dos estabelecimentos de assistência à saúde depositária de soros imune, vacinas,............

34 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.4.22.6 Sempre que houver vacinas eficazes..... a que os trab. estão, ou poderão estar expostos, o empregador deve disponibilizá-las gratuitamente aos trab. não imunizados 32.4.22.7 O empregador deve fazer o controle da eficácia da vacinação e providenciar,..., seu reforço 32.4.22.8...... assegurar que os trab. sejam informados das vantagens e efeitos colaterais, assim como dos riscos a que estará exposto por falta ou recusa de vacinação. 32.5.1...... Assegurar treinamento,.... ministrado : a) antes do inicio da atividade profissional b)... mudança das condições de exposição...... c) durante a jornada de trabalho d) por profissionais de saúde de nível superior

35 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.6 Radiação ionizante 32.6.2 Nenhum trabalhador deve ser exposto à r.i. sem que a) seja necessário b) tenha conhecimento dos riscos radiológicos...... c) esteja adequadamente treinado........... d) esteja usando os EPI necessários à prevenção..... 32.6.5 É obrigatório elaborar um Plano de Radioproteção. 32.6.6. Cada trab..... deve ter um registro individual atualizado, o qual deve ser conservado, no mínimo, por 30 (trinta) anos após o término de sua ocupação, contendo.... 32.6.12 o médico coordenador do PCMSO.....deve possuir experiência e conhecimento relativo aos efeitos e à terapêutica, associados aos acidentes com r.i.

36 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.6.18 Do Serviço de Medicina Nuclear 32.6.18.9 O Plano de Radioproteção do Serviço de Medicina Nuclear deve atender....... e abordar ainda...... : a) organização e gerenciamento....... b) os critérios de seleção de pessoal e os programas de treinamento específicos e de reciclagem c) controle radiológico ocupacional 32.6.19 Dos Serviços Radioterapia 32.6.19.2 O Plano de Rasdioproteção do Serviço de Radioterapia deve, além......, conter..... :

37 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.7 - Dos resíduos 32.7.2 Cabe ao empregador treinar os trabalhadores...... 32.7.9 Em cada unidade geradora de resíduos,......... seguintes características : 32.8 - Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho 32.8.4.... Com feridas e/ou lesões nas mãos, antes de......, devem cobri-las com compressas impermeáveis. Na impossibilidade....., deve-se evitar o contato com pacientes 32.8.7 Dos refeitórios

38 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.8.8 Das lavanderias 32.8.8.2.1 A comunicação entre as duas áreas somente é permitida por meio de visores e interfones. 32.9 Da manutenção de máquinas e equipamentos 32.9.3.1. O empregador deve estabelecer um cronograma de manutenção preventiva do sistema de abastecimento de gases e das capelas,...., assinado pelo profissional que a realizou. 32.9.6 Os sistemas de climatização devem ser submetidos a procedimentos do estado de limpeza, remoção da sujidade por métodos físicos e...................

39 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 32.10 Das disposições gerais 32.10.1 a) ruído ; b) iluminação 32.10.2...... PPRA / PCMSO + CCIH 32.10.4.... Programa de controle de insetos 32.10.7...... dispositivos estáveis.... locais mais altos sem sobresforço e sem risco 32.1.0.8...... deslocamentos de pacientes para a maca, banheiras,...., deve ser privilegiado o uso de dispositivos de transferência apropriados. 3210.9 Sempre que o peso a ser transportado possa comprometer a segurança e saúde do trabalho, devem ser utilizados meios mecânicos apropriados. 32.10.14....... atividades de limpeza e conservação.......

40 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS AMBIENTE DE TRABALHO SAUDÁVEL TRABALHADOR SAUDÁVEL MAIS PRODUTIVIDADE MAIOR COMPETITIVIDADE MAIS EMPREGO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

41 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS PROPOSTA ORGANIZAR UM SEMINÁRIO DE 3 DIAS PARA DISCUTIR SAÚDE OCUPACIONAL PARA TRABALHADORES DA SAÚDE

42 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS TRABALHAR EM HOSPITAL É A SEGUNDA MELHOR COISA DA VIDA ; A PRIMEIRA DEPENDE DA IMAGINAÇÃO DE CADA UM

43 MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS INSAT Instituto Internacional Saúde no Trabalho Rua XV de Novembro - 1425 Curitiba - PR fone : 41 - 2646363 ruddy@insatnet.com.br


Carregar ppt "MEIO AMBIENTE DE TRABALHO EM HOSPITAIS 1o. SEMINÁRIO DO FÓRUM DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO DO PARANÁ Ministério Público do Paraná."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google