A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Novas Formas de Associação Humana As Comunidades Virtuais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Novas Formas de Associação Humana As Comunidades Virtuais."— Transcrição da apresentação:

1 Novas Formas de Associação Humana As Comunidades Virtuais

2 Introdução Ao longo dos tempos, os media, para além de modificarem o espaço e o tempo, tiveram também um papel de extrema relevância ao nível das relações sociais, e na alteração do conceito de comunidade existente até ao aparecimento dos ditos meios de comunicação social. Estas comunidades, que se foram desenvolvendo a par do surgimento da Internet na década de 90, tiveram rápida propagação, principalmente no mundo Ocidental, apesar de hoje em dia estarem presentes em todas as partes do mundo, inclusive países em vias de desenvolvimento, apesar de serem mais escassas nestes últimos. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

3 Propomos assim neste trabalho abordar: Uma definição do conceito de comunidade virtual; Uma pesquisa e análise dos diversos tipos de comunidades existentes; A realização de uma pesquisa de campo na web, nomeadamente a visita a comunidades virtuais existentes; A importância destas comunidades virtuais ao nível das relações humanas e às novas formas de aprendizagem (e-learning); Um balanço final do tema, tendo em conta a temática da disciplina de Prática Pedagógica II -Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

4 I - A Sociedade de Informação O conceito: é fruto de uma conjuntura, provocada pelo alcance tecnológico de novas formas de comunicação, nomeadamente a Internet, durante a Guerra-fria; Foi intensamente disputada a sua monopolização; Meio encontrado para os EUA se afirmarem como pioneiros na revolução informática, e ao mesmo tempo de reforçarem o seu título de elos mais fortes no panorama mundial. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

5 Contudo… É na União Europeia que surge o conceito de Sociedade de Informação que hoje nos chega aos ouvidos. Foi na UE que se viu-se na Internet uma oportunidade para colocar todo o mundo em contacto, quer a nível financeiro, quer a nível humano. Acabaram assim com a barreira da língua, e transformaram a Internet num meio acessível a todas as Culturas. É desta forma, a nosso ver, que o conceito de Sociedade de Informação alcança a sua verdadeira forma, o seu verdadeiro objectivo, transformando um planeta acidentado do ponto de vista geográfico, num local plano, sem barreiras, no qual toda a gente pode entrar em contacto mútuo, apenas à distância de um click. Este conceito enquadra-se pois num outro já muito debatido – Aldeia Global. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

6 A Exclusão Digital Contudo, nem toda a gente pode fazer esse click mágico e conectar-se com todo o mundo; A esse fenómeno ambíguo de limitação de recursos de informação – nomeadamente Internet – dá-se o nome de Exclusão Digital; existência de barreiras socio-económicas entre indivíduos, famílias, empresas e regiões geográficas, a qual decorre da desigualdade quanto ao acesso e uso das tecnologias da informação e comunicação, hoje simbolizadas na Internet. (in: ).www.inforum.insite.com.br Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

7 Disparidades existentes no acesso às plataformas informáticas O fenómeno de proliferação das plataformas electrónicas de informação surge alienada ao fenómeno da Globalização. –Logo… O acesso às plataformas torna-se extremamente elitista, e apenas ao alcance de algumas carteiras… Essa, é a resposta para o porquê da maioria dos portugueses acederem às comunidades virtuais a partir das escolas, universidades e centros de utilização públicos. O direito à informação, apesar de dito Universal, contém ainda algumas lacunas. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

8 II - Comunidades virtuais: Comunidade Conjunto de pessoas que vivem num mesmo espaço, partilhando os mesmos valores, crenças e cultura. –Podem assumir as mais variadas formas, podendo ser comunidades religiosas, políticas, comunidades desportivas, comunidades de emigrantes, comunidades virtuais… As Comunidades são uma forma de associação, de funcionamento em rede, cuja principal finalidade é estabelecer uma contínua dinâmica de trocas (Maturana & Varela)… Grupo que partilha entre si as mais diversas coisas, desde informação, a cultura, a lazer, bens materiais, e até mesmo afecto. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

9 As Comunidades Virtuais e o seu Impacte nas Relações Sociais/ os seus utilizadores para um mundo de ilusões, de fantasias, de relacionamentos à distância, substituindo o contacto humano os seu utilizadores das realidades até proporcionar momentos de conforto, de realização também para nos dar acompanhamento a todos os níveis: saúde, informática, religião...soas com CMCs (Comunicações Mediadas por Computador) abrangem toda e qualquer área, e, desta forma, identificam-se com qualquer de chats para todos os gostos (de índole sexual, religiosos, excepção dos simuladores virtuais… Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

10 Pode a máquina substituir o homem? Pode esta dar ao homem tudo aquilo o que ele vezes, basta um simulador virtual, dotado de alguma inteligência artificial, que o dota de respostas para algumas questões, e que, por vezes, consegue mesmo enganar quem se encontra do outro temos o simulador da página oficial do filme Inteligência Artificial do Steven Spielberg, onde se pode dar dois dedos de conversa com o Chatbot. Inteligência Artificial suma, pode-se dizer que a nível do relacionamento humano, tanto podem funcionar de um ponto de vista favorável, como desfavorável, comunidades virtuais tanto podem funcionar como um forte impulsionador de distanciamento social pelos indivíduos, como podem colocá-los mais perto, e em maior contacto. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno Tudo isto é muito susceptível àquilo que os indivíduos procuram, e ao tipo de personalidade de cada um.

11 O Porquê das Comunidades fulcral estabelecer um paralelismo entre a expansão das comunidades virtuais e com a expansão da Internet surgiu, primordialmente, aliada aos Serviços de Inteligência Norte Americanos durante a Guerra Fria, com o nome de ArphaNet, e tinha o objectivo de estabelecer uma ligação segura entre as diversas bases as imensas potencialidades deste meio de comunicação por satélite, revolucionando-se assim toda a Rede de Sociedade da Informação lança assim as primeiras pedras na sua ciberespaço sugerem-nos uma alucinação consensual experimentada diariamente, por todo o mundo, por crianças e idosos, para fins de trabalho e de à noção de comunidades virtuais, temos que aliar esta à concepção de Internet enquanto tecnologia social, na qual interagem por seu intermédio, um número indeterminável de actores sociais; Em suma, é, como tema do próprio trabalho sugere, uma nova forma de associação humana. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

12 Os diversos Tipos de Comunidades Virtuais mailing-lists Chat fóruns guestbook Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno Sms Mms chat do teletexto blotoothing

13 III As Comunidades Virtuais e o seu papel na Educação através das TIC Por meio das TIC, passa a ser possível a construção do conhecimento colectivo com sujeitos localizados em espaços e tempos distintos, mas que integram o mesmo ambiente virtual ou a mesma comunidade virtual de aprendizagem; Simplifica-se a busca de informação, visto que esta passa a estar on-line (b-ON, por exemplo;b-ON Surge uma relação mais democrática entre professor e aluno, no qual os dois são agentes activos no processo ensino-aprendizagem; As TIC funcionam como elemento estruturante carregado de conteúdo que possibilite uma nova forma de ser, pensar e agir; Contudo… Por vezes, há uma confusão entre a utilização das TIC como forma de aprendizagem ou fundamento, e como ferramenta pedagógica ou instrumento; Concluindo, a introdução das TIC na Educação, bem como dos seus novos meios e linguagens incorporados à aprendizagem, acabam por gerar novas formas de conceber o mundo, estruturando novas relações e novas maneiras de agir. Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno

14 Conclusão: «A chamada comunidade virtual não é apenas um número imenso de pessoas envolvidas numa actividade comum, mais ou menos directamente, mais ou menos constantemente. É também uma presença imediata e contingente em tempo real, como um trabalho activo do espírito» (Kerckhove, 1999: 68). Comunidades Virtuais Comunidades Fictícias Uma Comunidade Virtual as mesmas características que qualquer outra comunidade ou grupo social: Há comunicação entre os actores sociais; persistência de uma identidade individual, Existência de património cultural E apesar de Não proliferarem muito em certos países e meios mais desfavorecidos, retratam a diversidade multicultural, colocam o Mundo inteiro conectado, em contacto directo! É claro que este contacto é um pouco frio a nível humano, contudo, isso é muito subjectivo, como já vimos, e, em oposição, a nível cultural é extremamente enriquecedor, e deveras aliciante! Novas Formas de Associação Humana: As Comunidades Virtuais PP II - Fátima & Nuno


Carregar ppt "Novas Formas de Associação Humana As Comunidades Virtuais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google