A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SUSTENTABILIDADE DO AMBIENTE MINEIRO SUBTERRÂNEO 2ª Jornada Ibero-americana da Rede Meio Ambiente Subterrâneo e Sustentabilidade CONTAMINAÇÃO DA ATMOSFERA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SUSTENTABILIDADE DO AMBIENTE MINEIRO SUBTERRÂNEO 2ª Jornada Ibero-americana da Rede Meio Ambiente Subterrâneo e Sustentabilidade CONTAMINAÇÃO DA ATMOSFERA."— Transcrição da apresentação:

1 SUSTENTABILIDADE DO AMBIENTE MINEIRO SUBTERRÂNEO 2ª Jornada Ibero-americana da Rede Meio Ambiente Subterrâneo e Sustentabilidade CONTAMINAÇÃO DA ATMOSFERA SUBTERRÂNEA 11 e 13 de Novembro de 2010 Instituto Superior Técnico LISBOA C. Dinis da Gama SOSTENIBILIDAD DEL AMBIENTE MINERO SUBTERRÁNEO

2 INTRODUÇÃO Na actualidade, a indústria extractiva mineral tem cada vez mais responsabilidades perante a Sociedade, o Ambiente e as Autoridades Governamentais e Locais. Os actuais e futuros projectos devem integrar conceitos e práticas de SUSTENTABILIDADE para a tomada de decisões estratégicas. Em essência, procuram-se soluções que equilibrem os interesses da GERAÇÃO ACTUAL com os das GERAÇÕES FUTURAS. PORÉM, existe o risco de Ambiente e Sustentabilidade deixarem de ser responsabilidades das empresas, para se tornarem oportunidades de lucro acrescido.

3 INTRODUÇÃO As considerações sobre sustentabilidade devem ser levantadas no início do ciclo de vida dos projectos. Exemplos típicos desta filosofia, encontram-se nas lições aprendidas na prevenção de fugas de ar e de água nas tubagens, no controle dos excessos na emissão de poeiras, na redução do ruído e vibrações associados às operações de produção mineira, etc.

4 INTRODUÇÃO Três importantes domínios integram o conceito de sustentabilidade (Torres & Gama, 2005):

5 INTRODUÇÃO

6 SUSTENTABILIDADE vs. CRESCIMENTO

7 REGRAS DA SUSTENTABILIDADE REGRAS DA SUSTENTABILIDADE 1 - Proporcionar adequadas tomadas de decisão para que os projectistas possam abordar soluções de problemas como um exercício holístico e integrado, possuindo perspectivas de longo prazo. 2 - Operacionalizar princípios e políticas corporativos em soluções práticas, bem como tomadas de decisão sensatas para facilitar as decisões administrativas. 3 - Envolver as diversas partes interessadas (gestores, projectistas, equipas operacionais e colaboradores nas áreas da saúde, segurança e ambiente) no aperfeiçoamento das suas relações com a comunidade.

8 REGRAS DA SUSTENTABILIDADE (cont.) 4 - Integrar requisitos regulamentares, padrões corporativos, lições aprendidas e práticas da indústria em liderança, numa única estrutura coerente que seja facilmente compreendida pelos projectistas. 5 - Ser eficiente no desenvolvimento das especificações do projecto acerca das várias instalações e operações. 6 - Apoiar as obrigações de cumprimento de leis e regulamentos que possam ser devidamente considerados a nível de projecto.

9 REGRAS DA SUSTENTABILIDADE (final) 7 - Melhorar o desempenho e a eficácia, para reduzir a necessidade de modificar ou remediar as instalações e equipamentos nas fases de operação e desactivação. 8 - Conseguir economias de custos através da administração de recursos melhorados. 9 - Tratar de impactes que possam surgir de várias origens Ser responsável perante as necessidades e expectativas das principais partes interessadas durante a fase de projecto.

10 O PAPEL DOS PROJECTISTAS O papel dos engenheiros de projecto consiste em aplicar conhecimentos científicos e de engenharia para resolver os problemas detectados e daí avaliar soluções dentro dos limites e obstáculos dessas solicitações. (Hasna, 2008) Desenhos Especificações Outras informações necessárias para alcançar soluções efectivas de planeamento e de projecto Produção de:

11 O PAPEL DOS PROJECTISTAS PLANEAMENTO Os objectivos da sustentabilidade devem ser estabelecidos como directrizes gerais ou critérios de planeamento operacional A metodologia para desenvolver a estrutura de sustentabilidade no planeamento mineiro necessita da confirmação das várias partes interessadas

12 A SUSTENTABILIDADE NAS MINAS SUBTERRÂNEAS As minas subterrâneas só podem garantir condições ambientais adequadas ao trabalho humano desde que proporcionem uma boa atmosfera, através de apropriada ventilação e por vezes refrigeração Tais requisitos de qualidade encontram-se especificados nas legislações de todos os países, competindo aos responsáveis pelas minas obedecê- las Não é de estranhar que o desempenho e a longevidade dos mineiros estejam relacionados com a qualidade ambiental e a sustentabilidade dos espaços subterrâneos onde eles actuam

13 A SUSTENTABILIDADE NAS MINAS SUBTERRÂNEAS A ventilação trata-se, portanto, de uma operação com fortes componentes de sustentabilidade, essencial à viabilização da lavra mineira subterrânea

14 A SUSTENTABILIDADE NAS MINAS SUBTERRÂNEAS Há dentro da actual indústria extractiva, uma aceitação generalizada de que administrar proactivamente os riscos sociais e ambientais traz vantagens duradouras para os empreendimentos. (Evans, 2004)

15 NOVAS ABORDAGENS: GASIFICAÇÃO SUBTERRÂNEA DE CARVÃO

16 ABORDAGEM SUSTENTÁVEL DA VENTILAÇÃO SUBTERRÂNEA Presentemente é possível dimensionar com critérios de sustentabilidade a mais importante componente da qualidade ambiental das minas subterrâneas, que é a ventilação É fundamental garantir que são cumpridos os regulamentos oficiais sobre os requisitos de qualidade da atmosfera subterrânea, cobrindo assim os aspectos sociais e ambientais, complementando-os com considerações de índole económica (Hartman, 1992)

17 ABORDAGEM SUSTENTÁVEL DA VENTILAÇÃO SUBTERRÂNEA CUSTO UNITÁRIO DE VENTILAÇÃO P (kW) é a potência instalada nos ventiladores existentes T (h) o tempo total em que os mesmos funcionam durante um ano A a produção anual em toneladas E () o custo do kWh

18 ABORDAGEM SUSTENTÁVEL DA VENTILAÇÃO SUBTERRÂNEA POTÊNCIA Q o caudal de ar fresco óptimo (m 3 /s) n o rendimento da central de ventilação (geralmente 0.7 a 0.8) R é a resistência aerodinâmica das cavidades subterrâneas

19 ABORDAGEM SUSTENTÁVEL DA VENTILAÇÃO SUBTERRÂNEA RESISTÊNCIA AERODINÂMICA U o perímetro da secção transversal das mesmas (m) L a sua extensão total (m) α traduz a resistência aerodinâmica das cavidades S a área da respectiva secção transversal (m 2 ) c = 4 para secções circulares c = 3.54 para secções trapezoidais c = 3.9 para secções arqueadas

20 ABORDAGEM SUSTENTÁVEL DA VENTILAÇÃO SUBTERRÂNEA Mesmo para valores constantes do custo da energia eléctrica e da produção anual de uma mina em actividade regular, a incidência do custo unitário de ventilação é sempre crescente, dado que varia com: Caudal total de ar fresco fornecido, Q, elevado ao cubo. A extensão da rede de ventilação e da sua resistência aerodinâmica.

21 ABORDAGEM SUSTENTÁVEL DA VENTILAÇÃO SUBTERRÂNEA A sustentabilidade económico-ambiental (ou viabilidade) de uma mina subterrânea não deverá menosprezar a contínua manutenção da qualidade do ar proporcionada pela ventilação, bem como os respectivos custos operacionais.

22 CASO DE ESTUDO: A MINA DE CUIABÁ Entrada principal da mina de ouro Cuiabá

23 CASO DE ESTUDO: A MINA DE CUIABÁ Secção longitudinal principal da mina Cuiabá, com os poços de extracção e de ventilação

24 CASO DE ESTUDO: A MINA DE CUIABÁ Diagrama esquemático da rede de ventilação da mina Cuiabá (segundo Gancev, 2008)

25 CASO DE ESTUDO: A MINA DE CUIABÁ Diagrama esquemático da rede de ventilação da mina Cuiabá (segundo Gancev, 2008)

26 CONCLUSÕES A sustentabilidade incorporada em projectos mineiros é um bom exemplo das vantagens de envolver princípios de sustentabilidade proactivamente desde o início da fase de planeamento dos projectos. Tal documento não deve actuar como solução prescritiva padrão para questões de sustentabilidade, mas sim para promover mais investigação e procura de soluções em questões chave de sustentabilidade. Pode também encorajar e apoiar um diálogo efectivo entre projectistas, praticantes da sustentabilidade e outras partes interessadas nos empreendimentos mineiros.

27 CONCLUSÕES Estes últimos devem assim desempenhar um papel cada vez mais importante na criação de valores sustentáveis para todos os interessados, sejam eles funcionários, empreiteiros, clientes, parceiros e comunidades hospedeiras.

28 AMBIENTE SUBTERRÂNEO NÃO MINEIRO Escritórios subterrâneos de uma empresa norte- americana que economiza em energia e logística.

29 RISCOS INERENTES

30 2ª Jornada Ibero-americana da Rede Meio Ambiente Subterrâneo e Sustentabilidade CONTAMINAÇÃO DA ATMOSFERA SUBTERRÂNEA 11 e 13 de Novembro de 2010 Instituto Superior Técnico LISBOA OBRIGADO!


Carregar ppt "SUSTENTABILIDADE DO AMBIENTE MINEIRO SUBTERRÂNEO 2ª Jornada Ibero-americana da Rede Meio Ambiente Subterrâneo e Sustentabilidade CONTAMINAÇÃO DA ATMOSFERA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google