A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Energia Portugal 2001 2 nd of February 2002 Energy Management and Policy -João Meyer -José Mangueira -Pedro Nazareth Energia Portugal 2001, uma publicação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Energia Portugal 2001 2 nd of February 2002 Energy Management and Policy -João Meyer -José Mangueira -Pedro Nazareth Energia Portugal 2001, uma publicação."— Transcrição da apresentação:

1 Energia Portugal nd of February 2002 Energy Management and Policy -João Meyer -José Mangueira -Pedro Nazareth Energia Portugal 2001, uma publicação do Ministério da Economia no âmbito do programa E4

2 Agenda Introdução A Procura de Energia A Oferta da Energia As Alternativas A motivação: O Sector energético na Economia Nacional A Energia e o Ambiente Os Desafios para Portugal

3 Introdução Contexto: Programa E4 – Eficiência Energética e Energias Endógenas - Atenuar a importância do Petróleo na Energia Primária - Reduzir a factura energética externa - Impacto ambiental: diminuir o uso ineficiente das energias de origem fóssil Objectivo do Energia Portugal 2001 Retrato actual do sector energético em Portugal Evolução dos padrões de comportamento do sector Clarificação dos projectos futuros e das linhas orientadoras da política energética Portuguesa

4 Procura de Energia Não houve muita variação nos consumos de energia final entre 1980 e 1999 Consumo de Energia Final por sectores Transp. 33% domes 14% Outros 8% Transp. 38% servi. 73% Indu 37% Servi. 9% domes. 13% Outros 9% Indu. 32%

5 Relativamente aos consumos da energia final por forma de energia, os produtos derivados do petróleo contribuíram com cerca de 70% anualmente. A procura de energia eléctrica cresceu cerca de 70% na década Consumo de energia final por forma de energia Procura de Energia

6 CONSUMO PER CAPITA Portugal apresentou um crescimento do consumo de energia primária per capita embora ainda seja o mais baixo da UE. Factores que determinaram o consumo por habitante: -preço da energia -clima -hábitos de consumos e comportamento da população -peso relativo dos outros sectores de actividade -Nível global da actividade económica, medido pela riqueza do país E.U. PortugalUSA Procura de Energia

7 A intensidade energética do PIB aumentou 1.4% ao ano, a riqueza do país por unidade de energia consumida evoluiu negativamente causada essencialmente pelos grandes consumidores como as cerâmicas e cimenteiras (40%), alimentação e bebidas Factor de Energia ou Intensidade Energética do PIB Procura de Energia

8 Oferta de Energia O sector dos transportes O sector dos transportes é o maior consumidor de energia final que atingiu cerca de 78% da média da EU, em1998 contra 47% de 1985

9 Oferta de Energia Paralelamente à procura, a oferta teve consequentemente de aumentar. Outros 3% Hídrica 16% Evolução de : -Diminuição Petróleo e Carvão -Imposição do Gás Natural -Hidraulica caracterizada variação (modelação e factores atmosféricos) Carvão 40% Petróleo 41% Petr. 20% Hídrica 28% Carvão 35% Gás Nat. 17%

10 Oferta de Energia 9% da Energia Primária em % Energia Primária em 2010 (Prod. Elect) Gás Natural Hídrica -Até início dos anos 80 ~ 50% -Em 1990 ~ 40%, com tendência a diminuir (percentualmente) Potencia Instalada

11 Oferta de Energia Petróleo e derivados transportes Energia Primária e Final Importância Crescente Do Gasóleo Substituição do GPL por GN Residências/Comércio Indústria e energia Sectores não energéticos Outros Sectores

12 Oferta de Energia Carvão Central de Sines (85) e do Pego (90): -Promover a diversificação do abastecimento energético -Protecção contra a variação do preço do petróleo Produção de energia electrica Siderugia Cimento Contestação da sua utilização por motivos ambientais

13 As Alternativas Energias renováveis Mini-hídrica Eólica Biomassa Energia Solar (térmica ou fotovoltaica) Geotérmica Ondas Eficiência tecnológica: Co-geração Mudança de paradigma: A microgeração

14 A motivação: O Sector Energético na Economia Nacional Papel vital do sector energético na economia nacional: Um dos sectores com maior peso a nível nacional (ao nível do valor acrescentado, do investimento, do emprego e do comércio externo) Representa 3,5 a 4% do PIB nacional O sector eléctrico representa 65% (1998) do sector energético (que tem vindo tendencialmente a diminuir desde 1990) A dependência externa em termos energéticos gera um impacto significativo na Balança Comercial do país

15 A motivação: Energia e Ambiente O grande problema Ambiental: Aquecimento global do planeta A relação com a Energia: Utilização de recursos energéticos de origem fóssil leva à libertação de gases que estão na origem do problema ambiental Inicio de uma resolução de âmbito internacional: Protocolo de Quioto Situação de Portugal? Sector Energético no centro da Problemática!

16 Os Desafios para Portugal Vectores da política energética nacional considerados como fundamentais para a redução das emissões: Introdução e consolidação do gás natural Fomento das energias renováveis Utilização racional de energia Regulamentação (edifícios, transportes, consumidores industriais) In corporação das externalidades em produtos energéticos Os outros desafios associados: Organização dos mercados emergentes (serviços energéticos, e emissões de gases poluentes) Educação dos agentes consumidores Redução da dependência energética exterior Aposta na tecnologia: eficiência energética


Carregar ppt "Energia Portugal 2001 2 nd of February 2002 Energy Management and Policy -João Meyer -José Mangueira -Pedro Nazareth Energia Portugal 2001, uma publicação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google