A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Processos de Fabricação I Prof. Jorge Marques.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Processos de Fabricação I Prof. Jorge Marques."— Transcrição da apresentação:

1 Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Processos de Fabricação I Prof. Jorge Marques dos Anjos Aula 12 Torneamento – Roscas Slides gentilmente cedidos pelo prof. Vitor, com adaptações minhas.

2 Usinagem de roscas

3 Rosqueamento Processo de usinagem com o objetivo de se obter filetes paralelos com a função de fixar elementos ou transmitir movimentos. O resultado é a obtenção de roscas internas ou externas.

4 Formas de Rosqueamento Rosqueamento com tarraxas: roscas externas

5 Formas de Rosqueamento Rosqueamento com machos: roscas internas

6 Formas de Rosqueamento Rosqueamento ferramentas gumes cortantes: roscas internas e externas com dimensões maiores

7 Tipos de Penetração Perpendiculares Roscas pequenos passos Material macio (alumínio, Fofo, Bronze) Cavacos moles

8 Tipos de Penetração Oblíqua Roscas passos maiores Material médio ou duro (aço ligas) Menor esforço de corte Ângulo adequado saída do cavaco (refrigeração)

9 Tipos de ferramentas

10 Tipos de roscas

11 Operação de rosqueamento As roscas mais comuns são as triangulares 1.Usinagem inicial da peça para garantir medidas regulares 2.Troca a ferramenta para a indicada para operação (posicionar a ferramenta) 3.Verificar o ângulo do carro superior 4.Verificar o ângulo formado entre a ferramenta e a peça (escantilhão)

12 Operação de rosqueamento As roscas mais comuns são as triangulares Escartilhão

13 Operação de rosqueamento As roscas mais comuns são as triangulares 5.Ajustar parâmetros do torno (Vc, avanço) 6.Ajuste da aproximação e profundidade de corte 7.Usinagem inicial e afasta a ferramenta e verifica o passo com verificador de rosca

14 Operação de rosqueamento As roscas mais comuns são as triangulares Verificador de rosca

15 Operação de rosqueamento As roscas mais comuns são as triangulares 8.Inverte o sentido de rotação do motor e retorna ao ponto inicial com a ferramenta 9.Repete a operação até chegar próximo ao diâmetro desejado 10.Ultimo passo de acabamento 11.Medição com calibrador de roscas

16 Operação de rosqueamento Calibrador de roscas

17 Roscas especiais Mudando a ferramenta: Roscas trapezoidal Roscas quadradas Broqueador (roscas internas) Mudando o sentido do carro Roscas à esquerda ou à direita Mudando o passo (deslocamento) Roscas múltiplas


Carregar ppt "Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Processos de Fabricação I Prof. Jorge Marques."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google