A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Três termos para seu estudo. 1. sintaxe: estrutura gramatical, sequência, organização das palavras. 2. semântica: estudo do significado. 3. pragmática:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Três termos para seu estudo. 1. sintaxe: estrutura gramatical, sequência, organização das palavras. 2. semântica: estudo do significado. 3. pragmática:"— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Três termos para seu estudo. 1. sintaxe: estrutura gramatical, sequência, organização das palavras. 2. semântica: estudo do significado. 3. pragmática: função da linguagem.

4 Nessa constituição da linguagem encontram-se problemas a respeito de traduções. Para verificar se um programa de computador é eficaz na tradução, deve-se traduzir a frase, por exemplo, russo – inglês, inglês – português, português – russo. Caso obtenha-se o mesmo resultado, o recurso é eficaz.

5 Exemplo: Frase original: The spirit is willing but the flesh is weak. (o espírito é forte mas a carne é fraca) Ao traduzirmos para o russo e de volta para o inglês, temos: Strong vodka, rotten meat. (Vodka forte, mas carne podre).

6 Estrutura... Sequência e organização influenciam na linguagem? Na compreensão? Adjetivos, sujeito, verbo, nome, preposição..... Vejo o todo, a relação dos constituintes e da estrutura da sentença.

7 A estrutura precisa da função para ser estudada... Eu amo você = Você ama eu? João declama o poema. O poema é declamado por João. (relação mantida) Problema da ambiguidade.

8 Classificações gramaticais dependem da estrutura da sentença e não dos eventos ambientais... Ex: Mariar. Ele não para de olhar para ela. O olhar de meu pai me encanta. Problema da ambiguidade.

9 Ex: Minha mãe, que falava com Márcia, pegou seu carro e saiu. Mamãe e Márcia estavam conversando. Ela pegou seu carro e saiu. De quem é o carro? Quem pegou o carro?

10 De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Show de bola...

11 35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!

12 O significado aproxima as palavras. O significado não é da palavra e sim das nossas respostas em relação às palavras. Quando eu paro no sinal vermelho estou respondendo ao estímulo sinal vermelho não aos eu significado.

13 O significado aproxima as palavras Ex: roupa.... Festa.... É comum me lembrar do contrário. Ex: duro... Salgado.... Alto......

14 Linguagem é comportamento social e aprendemos com nossa comunidade verbal, inclusive a dar nomes para os estímulos. Se uso a linguagem estou emitindo um comportamento verbal.

15 Preciso do contexto para analisar a função de um comportamento. A linguagem envolve o significado. Os behavioristas, ao estudarem linguagem, não estudam seu significado, mas sim a função dos significados – os significados que os significados tem. Saber de um significado é saber em que contexto aconteceu.

16 Ex: SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

17 A linguagem não é uma coisa e não deve ser vista do ponto de vista mentalista. A tentação de postular uma fantasmagórica equivalência interna para explicar a equivalência observada desaparecerá quando a equivalência observada puder ser entendida como resultado de uma história de reforço dentro de um contexto.

18

19 Você não veio a o mundo sabendo o nome do estímulo. Hoje você se comporta de modo diferente ao contexto do que há alguns anos atrás e continuará modificando seu comportando daqui algum tempo.

20 Escrever e falar são duas classes de comportamentos extremamente diferentes e decorrem do ambiente situacional. Ou seja, verifico antecedente e consequente da resposta.

21 Alterar comportamento de alguém Relação entre fazer (não verbal) e dizer (verbal). Função primária da linguagem

22 Alguns usos de linguagem podem ser considerados comportamentos verbais, mas nem todos os comportamentos verbais são exemplos de uso de linguagem. Posso ter um comportamento que pode ser comportamento verbal, comportamento verbal vocal e envolver o uso de linguagem.

23 Grito de um animal = comportamento verbal + comportamento verbal vocal. Fazer um gesto = comportamento verbal gestual + uso de linguagem. Falar para mim mesmo um telefone de forma repetida = comportamento vocal + linguagem.

24 Falar com você em português é comportamento verbal, comportamento vocal e uso de linguagem.

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56


Carregar ppt "Três termos para seu estudo. 1. sintaxe: estrutura gramatical, sequência, organização das palavras. 2. semântica: estudo do significado. 3. pragmática:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google