A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Andrea Maciel de Oliveira Rossoni Disciplina de Infectologia Pediátrica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Andrea Maciel de Oliveira Rossoni Disciplina de Infectologia Pediátrica."— Transcrição da apresentação:

1 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Andrea Maciel de Oliveira Rossoni Disciplina de Infectologia Pediátrica HC – UFPR Tratamento Preventivo da Tuberculose

2 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Prevenção da Tuberculose Ações básicas : Primária :Vacinação BCG Secundária: Tratamento da infecção latente (TILTB) Tratar doente de forma adequada Biossegurança

3 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCG Composição Bacilo de Calmette & Guérin liofilizado, Mycobacterium bovis atenuado Indicação Todos RN devem receber Contactantes de hanseníase Contra-indicação Imunodeficiência congênita ou adquirida RN expostos ao HIV podem receber HIV + não devem receber RN com menos de 2000g Lesões dermatológicas extensas em atividade

4 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Idade de aplicação Durante 1º mês de vida Posologia ID, braço direito Dose única Para os contatos de hanseníase fazer duas doses, intervalo mínimo de 6 meses (considerar cicatriz vacinal como uma dose) Gestantes esperar o parto para vacinar BCG

5 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Eficácia Controversa (85 a 50%) Principalmente para prevenir formas graves da tuberculose (miliar e menígea) Quanto mais precoce aplicação, melhor proteção Até o quinto ano de vida Não é necessário realização de PT, antes ou depois, da vacinação Cicatriz vacinal ausente aos 6 meses revacinar BCG

6 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Evolução da lesão 1ª – 2ª semana Mácula avermelhada com enduração (5 a 15mm de diâmetro) 3ª – 4ª semana Pústula amolecimento do centro da lesão crosta 4ª – 5ª semana Úlcera (4 a 10mm) 6ª – 12ª semana (até 24ª) Cicatriz (4 a 7mm), 95% dos vacinados Não se deve cobrir a úlcera ou colocar qualquer tipo de medicamento Pode haver recorrência da lesão Linfadenite homolateral pode ocorrer 3 a 6 semanas depois da vacinação (10%) – até 3 cm BCG

7 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Eventos adversos Lesões locais e regionais (mais freqüentes): Úlcera com diâmetro maior que 1cm* Abscesso subcutâneo frio* Abscesso subcutâneo quente* Linfadenopatia regional supurada* Cicatriz quelóide Reação lupóide *Decorrentes, na maioria dos casos, de técnica incorreta Lesões resultantes de disseminação (raras) : Localizadas em pele, osteoarticulares, linfonodos ou órgãos do tórax ou abdômen Generalizadas Andrea Maciel de Oliveira Rossoni HC - UFPR BCG

8 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

9 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

10 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

11 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

12 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

13 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

14 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

15 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

16 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

17 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Tudo depende do ângulo que analisamos... BCGite

18 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR BCGite

19 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Indicações atuais do tratamento da infecção latente

20 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Indicações de TIL RISCOPT5mmPT10mmCONVERSÃO* ALTO (Indicado tratamento em qualquer idade) HIV/aids**SilicoseContatos de TB bacilífera Transplantados em terapia imunossupressora Insuficiência renal em diáliseProfissional de saúde Uso de inibidores do TNF- Neoplasia de cabeça e pescoço Profissional de laboratório de micobactéria Alterações radiológicas fibróticas sugestivas de sequela de TB Indígenas Trabalhador de sistema prisional Contatos adultos*** e contatos menores de 10 anos não vacinados com BCG ou vacinados há mais de 2 anos Contato com menos de 10 anos vacinados com BCG há menos de 2 anos Trabalhadores de instituições de longa permanência MODERADO (indicado tratamento em <65 anos) Uso de corticosteróides (>15 mg de prednisona por >1 mês)* Diabetes mellitus BAIXO (indicado tratamento em <50 anos) Baixo peso (<85% do peso ideal) Tabagistas (1 maço/dia) Calcificação isolada (sem fibrose) na radiografia * Conversão do PT - segunda PT com incremento de 10 mm em relação à 1ª PT. ** Especificidades na condução do paciente com HIV/aids ver situações especiais abaixo. *** Ver capítulo de controle de contatos. MS, 2010

21 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Investigação de contato adulto com PT: A recomendação para a ampliação do tratamento de ILTB em contatos adultos é medida de grande impacto para o controle da doença, entretanto a operacionalização desse procedimento pode ser dificultada dependendo das condições do serviço. Recomenda-se que essas ações sejam implantadas prioritariamente em: Municípios com taxa de incidência < 50/ ou Serviços com taxa de abandono do tratamento da TB < 5% ou Serviços com taxa de cura > 85%. Serviços e/ou municípios que não tenham atingido um dos indicadores acima descritos e que estejam em condições operacionais, deverão implantar o controle de contatos. Manual de Recomendações para Controle da Tuberculose, MS, 2010

22 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR TILTB - quimioprofilaxia Primária Secundária Não previne contra re-infeção Isoniazida: 5 -10mg/kg/dia (6 meses)

23 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR AssintomáticoSintomático PT Alterado Rx de tórax Normal Pesquisar doença – Rx, PT, baciloscopia (cultura?), anti-HIV 5mm 5mm Tratamento da infecção latente Repetir após 8 semanas Incremento de 10mm Incremento de < 10mm Alta com orientações Investigação de contatos 10 anos 0 a 4mm Manual de Recomendações para Controle da Tuberculose, MS, 2010

24 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Assintomático Sintomático PT Rx alterado Rx de tórax e PT Não vac. / >2a Rx normal Pesquisar doença (exames adicionais: HMG, VHS, baciloscopia, cultura, anti-HIV) Escore de pontos Pesquisar doença Vacinado <2a 5mm 5mm 10mm 10mm 0 a 4mm Tratamento da infecção latente Repetir após 8 semanas Incremento de 10mm Incremento de < 10mm Alta com orientações Investigação de contatos < 10 anos 0 a 9mm Avaliar sintomas, Rx tórax e PT Manual de Recomendações para Controle da Tuberculose, MS, 2010 Investigação de contatos 10 anos

25 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Mãe bacilífera* Avaliação clínico radiológica Normal Investigar e avaliar tratamento Anormal Não vacinar INZ– 3m Avaliação de RN contatos de TB MS, 2010 PT 5 mm 5 mm TIL + 3m 0 – 4 mm Vacinar (BCG) *amamentar com máscara comum

26 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Paciente HIV + = PT anual PT + ( 5mm) ou contato domiciliar Afastar doença Realizar quimioprofilaxia Não repetir mais PT PT negativa (0 a 4 mm) Repetir anual Se início de ARV, repetir em 6 meses Realizar quimio quando ausência de história de quimio e: Cicatriz radiológica, independente da PT Documentação da PT anterior +, agora PT -

27 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Situações especiais Grávidas Iniciar tratamento da infecção latente após o parto Se HIV+: iniciar após 3º mês Contatos de Tb MR Não bem estabelecido Realizada pela referência de caso índice INZ Baseado na resistência do caso índice

28 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR

29 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Lembrar: Tosse 2 a 3 semanas investigar Tuberculose SR – Baciloscopia Suspeito Tb – Baciloscopia, cultura, rx de tórax, PT Encaminhar para o especialista

30 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Conduta no contato de TB Pacientes não infectados PT não reator, rx normal e assintomático Orientação Pacientes infectados Doente (PT positiva, rx alterado e/ou sintomático e/ou baciloscopia/cultura +) Tratamento Infecção Latente (PT positiva, rx normal e assintomático) TILTB (quimioprofilaxia)

31 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Bacilo da Tuberculose Homem

32 Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Obrigada pela atenção!


Carregar ppt "Tratamento Preventivo da Tuberculose Andrea Rossoni Infectologia Pediátrica HC – UFPR Andrea Maciel de Oliveira Rossoni Disciplina de Infectologia Pediátrica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google