A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURITIBA – JULHO/2013 CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR NAS TÉCNICAS DE APLICAÇÃO E LEITURA DA PROVA TUBERCULÍNICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURITIBA – JULHO/2013 CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR NAS TÉCNICAS DE APLICAÇÃO E LEITURA DA PROVA TUBERCULÍNICA."— Transcrição da apresentação:

1 CURITIBA – JULHO/2013 CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR NAS TÉCNICAS DE APLICAÇÃO E LEITURA DA PROVA TUBERCULÍNICA

2 ÓRGÃOS PROMOTORES: Coordenação do Programa Estadual de Controle da Tuberculose / Divisão de Controle de Doenças Transmissíveis / Centro de Epidemiologia / Superintendência de Vigilância em Saúde / Secretaria Estadual de Saúde do Paraná Coordenação do Programa Municipal de Controle da Tuberculose / Centro de Epidemiologia / Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba

3 ÓRGÃO EXECUTOR: Coordenação do Programa Estadual de Controle da Tuberculose / Divisão de Controle de Doenças Transmissíveis / Centro de Epidemiologia / Superintendência de Vigilância em Saúde / Secretaria Estadual de Saúde do Paraná Coordenação do Programa Municipal de Controle da Tuberculose / Centro de Epidemiologia / Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba

4 PERÍODO: 24 a 29 de outubro de CARGA HORÁRIA: 44 horas/aula LOCAIS: Quartéis do Exército em Curitiba Hospital Regional São Sebastião da Lapa PÚBLICO-ALVO: 08 enfermeiros, sendo 05 do município de Curitiba e 03 da 2.ª R.S. Metropolitana.

5 COORDENAÇÃO LOCAL: Maria Francisca Teresa Scherner Liza Rosso

6 PERÍODO 01 de julho a 05 e julho de CARGA HORÁRIA 40 horas/aula

7 PÚBLICO ALVO Profissionais de nível superior dos seguintes locais que atuam no PCT: Curitiba: 10 vagas e uma vaga para uma cada das seguintes R.S.: Metropolitana, Guarapuava, União da Vitória, Francisco Beltrão, Campo Mourão, Umuarama, Apucarana, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Toledo, Telêmaco Borba e Ivaiporã

8 TOTAL DE PARTICIPANTES 22 treinandos, 07 instrutores, 01 coordenador estadual.

9 JUSTIFICATIVA: A prova tuberculínica desempenha um importante papel no Programa de Controle da Tuberculose e da co-infecção HIV/TB, tanto na avaliação do risco de infecção, como também na localização de casos de infecção recente. Quando utilizada com todos os requisitos técnicos necessários, afastando-se as possíveis causas de resultados falso-positivos ou negativos, a prova tuberculínica separa, de forma bastante segura, os indivíduos infectados dos não-infectados.

10 JUSTIFICATIVA: Ainda do ponto de vista individual, auxilia na seleção dos contatos de casos de tuberculose para o tratamento da infecção latente da tuberculose. Com o propósito de continuar a habilitação de profissionais que possam viabilizar outras capacitações nas suas Regionais de Saúde e municípios propõe-se mais esta capacitação.

11 OBJETIVOS: GERAL: Padronizar as técnicas de aplicação e leitura da prova tuberculínica para profissionais que serão multiplicadores. ESPECÍFICOS: Treinar profissionais de serviços de referência para tuberculose e HIV/AIDS. Valorizar a confiança da prova tuberculínica como método auxiliar no diagnóstico da tuberculose doença e tuberculose infecção.

12 OBJETIVOS: Avaliar a prova tuberculínica em populações de risco visando a prevenção da doença através da utilização do tratamento da infecção latente da tuberculose Descentralizar a aplicação e leitura da prova tuberculínica para as unidades de referência em atenção ao paciente HIV+.

13 OBJETIVOS: Facilitar o acesso dos pacientes HIV/AIDS à prova tuberculínica, de acordo com a recomendação do Ministério da Saúde de testagem anual destes pacientes, implementando a prevenção com o tratamento da infecção latente da tuberculose

14 METODOLOGIA: Exposição dialogada, discussão dirigida, demonstração das técnicas de aplicação, leituras e prática assistida. A capacitação será realizada com duração de 44 horas. As coletividades a serem trabalhadas serão: Hospital Regional São Sebastião da Lapa e Quartéis do Exército no município de Curitiba. Serão visitadas na semana anterior ao treinamento, nesta oportunidade será feita uma palestra para os indivíduos da coletividade, dando conhecimento do trabalho.

15 METODOLOGIA: Exposição dialogada, discussão dirigida, demonstração das técnicas de aplicação e leitura, prática assistida. A capacitação será realizada com duração de 40 h/aula. A coletividade a ser trabalhada será 560 internos do Sistema Penitenciário do Paraná em Piraquara ou Pinhais.

16 METODOLOGIA: As aulas teóricas serão ministradas no Hotel Caravelle, Rua Cruz Machado, 282 – fone (41) 3595 – Serão 07 grupos liderados cada um por um enfermeiro leitor padrão, 06 grupos com 03 treinandos cada e 01 grupo com 04 alunos.

17 METODOLOGIA: Cada treinando deverá aplicar 50 testes e ler 80 a 100 provas tuberculínicas avaliando-se a concordância com o enfermeiro leitor padrão. Se o treinando já é aplicador de injeção intradérmica pode-se reduzir o número de aplicações para 30 a 40. Serão utilizados dois braços de cada interno para a aplicação e leitura.

18 FREQÜÊNCIA: Será utilizada lista de freqüência visando 100 % para o recebimento da certificação.

19 AVALIAÇÃO: Avaliação da capacitação pelos participantes conforme instrumento definido pelos instrutores. Os critérios de avaliação serão os seguintes considerando o total de testes lidos em relação ao instrutor leitor padrão: Acima de 90 %: leitor capacitado para participação de projetos de pesquisa e multiplicador Entre 80 % a 89 %: multiplicador

20 AVALIAÇÃO: Entre 70 a 79 %: aplicador e leitor Abaixo de 70 %: não aprovado Leitura aberta: não entra na avaliação e deve ter vem torno de 30 leituras Reatores com 0 mm: não entram na avaliação

21 RECURSOS HUMANOS: Instrutores: Instrutores: 07 enfermeiras: Liza Bueno Rozzo de Curitiba, Caroline Diogo Rudiniki de Curitiba, Marli de Camargo Oliveira de Curitiba, Marianna de Freitas Hammerle de Brasília/PNCT, Michelle Villaça 1.ª R.S. Paranaguá, Aline Caroline Prado Sela Ferreira de Paranaguá, Janaína de Lima Borin de S. José dos Pinhais. Coordenadores locais: 01 enfermeiro.

22 RECURSOS MATERIAS:


Carregar ppt "CURITIBA – JULHO/2013 CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR NAS TÉCNICAS DE APLICAÇÃO E LEITURA DA PROVA TUBERCULÍNICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google