A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TRANSTORNOS ALIMENTARES. ANOREXIA NERVOSAANOREXIA NERVOSA BULIMIA NERVOSABULIMIA NERVOSA TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO TRANSTORNOS ALIMENTARES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TRANSTORNOS ALIMENTARES. ANOREXIA NERVOSAANOREXIA NERVOSA BULIMIA NERVOSABULIMIA NERVOSA TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO TRANSTORNOS ALIMENTARES."— Transcrição da apresentação:

1 TRANSTORNOS ALIMENTARES

2 ANOREXIA NERVOSAANOREXIA NERVOSA BULIMIA NERVOSABULIMIA NERVOSA TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO

3 INTRODUÇÃO Mais comuns em sociedades desenvolvidasMais comuns em sociedades desenvolvidas Mulheres (90%) jovens (14 a 18a)Mulheres (90%) jovens (14 a 18a) Prevalência: AN – 0,5%; BN – 1 a 3% em adolescentes e adultos jovensPrevalência: AN – 0,5%; BN – 1 a 3% em adolescentes e adultos jovens Alta taxa de mortalidade (12 X maior que em mulheres jovens na população normal da mesma faixa etária e 2X maior que em outros transtornos psiquiátricos) – pp pelas complicações clínicas associadasAlta taxa de mortalidade (12 X maior que em mulheres jovens na população normal da mesma faixa etária e 2X maior que em outros transtornos psiquiátricos) – pp pelas complicações clínicas associadas Prognóstico ruim. Índices de cronificação, recaídas são altosPrognóstico ruim. Índices de cronificação, recaídas são altos

4 HISTÓRICO Anorexia Nervosa – do grego an (ausência) orexis (apetite), podendo significar aversão à comida, enjôo ou inapetênciaAnorexia Nervosa – do grego an (ausência) orexis (apetite), podendo significar aversão à comida, enjôo ou inapetência Idade média – práticas de jejuns prolongados – Santas italianas (Santa Catarina de Siena) – anorexia sagradaIdade média – práticas de jejuns prolongados – Santas italianas (Santa Catarina de Siena) – anorexia sagrada Morton (1689) – primeiro relato médico de AN – consumpção de origem nervosaMorton (1689) – primeiro relato médico de AN – consumpção de origem nervosa William Gull (1873) – forma peculiar de doença que afeta pp mulheres jovens, cuja falta de apetite é decorrente de um estado mental mórbido e não a qualquer disfunção gástrica – L´anorexie histeriqueWilliam Gull (1873) – forma peculiar de doença que afeta pp mulheres jovens, cuja falta de apetite é decorrente de um estado mental mórbido e não a qualquer disfunção gástrica – L´anorexie histerique 1874 Gull publica Anorexia Nervosa para a Clinical Society of London1874 Gull publica Anorexia Nervosa para a Clinical Society of London Charcot (1889) – fobia de pesoCharcot (1889) – fobia de peso Janet (1903) – anorexia mental – caso NádiaJanet (1903) – anorexia mental – caso Nádia 1914 – passou a ser vista como doença orgânica – Dça de Simmonds (Hipopituitarismo)1914 – passou a ser vista como doença orgânica – Dça de Simmonds (Hipopituitarismo) 1949 – Sheehan & Summers – reestabelecimento do conceito clássico – sintomas comuns, mas AN não causaria alterações da glândula1949 – Sheehan & Summers – reestabelecimento do conceito clássico – sintomas comuns, mas AN não causaria alterações da glândula 1970 (CID 9) – critérios padronizados: perda considerável de peso / preocupação mórbida com o risco de engordar, alterações na percepção corporal e disfunções endócrinas associadas (amenorréia).1970 (CID 9) – critérios padronizados: perda considerável de peso / preocupação mórbida com o risco de engordar, alterações na percepção corporal e disfunções endócrinas associadas (amenorréia).

5 HISTÓRICO Bulimia Nervosa – do grego bous (boi) limos (fome)Bulimia Nervosa – do grego bous (boi) limos (fome) Forçar vômito – comportamento comum na história de diversos povos da antiguidadeForçar vômito – comportamento comum na história de diversos povos da antiguidade Egípicios – vômitos e purgativos todo mês, por 3 dias consecutivos – doenças oriundas da comidaEgípicios – vômitos e purgativos todo mês, por 3 dias consecutivos – doenças oriundas da comida Medicina grega – Hipócrates – prevenir doençasMedicina grega – Hipócrates – prevenir doenças Romanos – vomitoriumRomanos – vomitorium Idade Média – purgantes e eméticos dominam o arsenal terapêuticoIdade Média – purgantes e eméticos dominam o arsenal terapêutico Biswanger / Bleuler – caso Elen West – compulsão de ter de pensar em comerBiswanger / Bleuler – caso Elen West – compulsão de ter de pensar em comer Gerald Russel (1979) – descrita pela primeira vez evolução estranha da anorexia nervosa – impulso irresistível para comer excessivamente, seguido de vômitos auto – induzidos como forma de purgação, e um medo mórbido de engordarGerald Russel (1979) – descrita pela primeira vez evolução estranha da anorexia nervosa – impulso irresistível para comer excessivamente, seguido de vômitos auto – induzidos como forma de purgação, e um medo mórbido de engordar

6 DIAGNÓSTICO Psicopatologia comum: idéia prevalente de preocupação excessiva com o peso e a forma corporal (medo de engordar) – negação de riscosPsicopatologia comum: idéia prevalente de preocupação excessiva com o peso e a forma corporal (medo de engordar) – negação de riscos AN – comportamento visando a perda de peso e sua manutenção abaixo do normal; medo de engordar, distorção da imagem corporal, distúrbio endócrino (amenorréia)AN – comportamento visando a perda de peso e sua manutenção abaixo do normal; medo de engordar, distorção da imagem corporal, distúrbio endócrino (amenorréia) BN – hiperfagia em curto período de tempo, preocupação excessiva com o controle do peso corporal, e métodos compensatórios inadequados para evitar ganho de pesoBN – hiperfagia em curto período de tempo, preocupação excessiva com o controle do peso corporal, e métodos compensatórios inadequados para evitar ganho de peso

7 Critérios Diagnósticos para AN – F 50.0(CID 10) Perda de peso e manutenção abaixo do normal (IMC menor ou igual a 17,5 kg/m² ou 15% abaixo do esperado)Perda de peso e manutenção abaixo do normal (IMC menor ou igual a 17,5 kg/m² ou 15% abaixo do esperado) Perda de peso auto-induzida pela evitação de alimentos de engordam; vômitos auto- induzidos, purgação, exercício excessivo, uso de anorexígenos e/ou diuréticosPerda de peso auto-induzida pela evitação de alimentos de engordam; vômitos auto- induzidos, purgação, exercício excessivo, uso de anorexígenos e/ou diuréticos Distorção da imagem corporal / pavor de engordarDistorção da imagem corporal / pavor de engordar Distúrbio endócrino envolvendo o eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal (amenorréia) e atraso no desenvolvimento puberalDistúrbio endócrino envolvendo o eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal (amenorréia) e atraso no desenvolvimento puberal

8 Critérios Diagnósticos para AN – DSM IV TR Perda de peso e recusa em manter o peso dentro da faixa normal (maior ou igual a 85% do esperado)Perda de peso e recusa em manter o peso dentro da faixa normal (maior ou igual a 85% do esperado) Medo mórbido de engordar, mesmo estando abaixo do pesoMedo mórbido de engordar, mesmo estando abaixo do peso Perturbação no modo de vivenciar o peso ou a forma do corpo; influência indevida do peso sobre a auto-avaliação e negação do baixo pesoPerturbação no modo de vivenciar o peso ou a forma do corpo; influência indevida do peso sobre a auto-avaliação e negação do baixo peso Amenorréia por três ciclos consecutivosAmenorréia por três ciclos consecutivosSubtipos: 1.Restritivo (dieta e exercícios apenas) 2.Compulsão periódica/purgativo (episódios de compulsão e/ou purgação além da dieta, exercícios)

9 Critérios Diagnósticos para BN – F50.2 (CID 10) Há uma preocupação persistente com o comer e um desejo irresistível de comida; episódios de hiperfagia (2X/sem por três meses)Há uma preocupação persistente com o comer e um desejo irresistível de comida; episódios de hiperfagia (2X/sem por três meses) Uso de métodos compensatórios para neutralizar os efeitos de engordar através de vômitos auto- induzidos; abuso de purgantes, períodos alternados de inanição; uso de drogas tais como anorexígenos, preparos tireoideanos ou diuréticos.Uso de métodos compensatórios para neutralizar os efeitos de engordar através de vômitos auto- induzidos; abuso de purgantes, períodos alternados de inanição; uso de drogas tais como anorexígenos, preparos tireoideanos ou diuréticos. (Quando a bulimia ocorre em pacientes diabéticos, eles podem escolher negligenciar seu tratamento insulínico) Pavor mórbido de engordar que leva a busca de um peso abaixo do limiar ótimo ou saudávelPavor mórbido de engordar que leva a busca de um peso abaixo do limiar ótimo ou saudável

10 Transtornos Alimentares sem outra especificação – CID 10 1.AN atípica – um ou mais aspectos-chave da NA está ausente ou tem todos em grau mais leve 2.BN atípica – um ou mais aspectos-chave pode estar ausente (ex. Bulimia de peso normal – episódios de hiperfagia e purgação em indivíduos de peso normal ou excessivo 3.Hiperfagia associada a outros distúrbios psicológicos 4.Pica em adultos, perda de apetite psicogênica 5.Transtornos alimentares não especificados

11 Critérios Diagnósticos para BN – – DSM IV TR Crises bulímicas recorrentes (excesso alimentar e um sentimento de falta de controle) Crises bulímicas recorrentes (excesso alimentar e um sentimento de falta de controle) Comportamento compensatório, com o fim de prevenir o aumento de peso, como indução de vômito, uso indevido de laxantes, diuréticos, enemas ou outros medicamentos, jejuns ou exercícios excessivosComportamento compensatório, com o fim de prevenir o aumento de peso, como indução de vômito, uso indevido de laxantes, diuréticos, enemas ou outros medicamentos, jejuns ou exercícios excessivos A crise bulímica e os comportamentos compensatórios inadequados ocorrem, em média, pelo menos duas vezes por semana, por 3 meses A crise bulímica e os comportamentos compensatórios inadequados ocorrem, em média, pelo menos duas vezes por semana, por 3 meses A auto-imagem é indevidamente influenciada pela forma e pelo peso do corpoA auto-imagem é indevidamente influenciada pela forma e pelo peso do corpo Tipo Purgativo: indução de vômitos ou no uso indevido de laxantes, diuréticos ou enemas Tipo Não-Purgativo: jejuns ou exercícios excessivos

12 TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO – CID AN atípica - um ou mais aspectos-chave da AN está ausente ou tem todos em grau mais leve 2. BN atípica – um ou mais aspectos-chave da BN pode estar ausente (ex. Bulimia de peso normal ou excessivo 3.Hiperfagia associada a outros distúrbios psicológicos (levando a obesidade) 4.Vômitos associados a outros distúrbios psicológicos 5.Pica em adultos, perda de apetite psicogênica 6.Transtornos alimentares não especificados

13 TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO – DSM IV TR 1.Preenche critérios para AN exceto amenorréia 2.Preenche critérios para AN com perda de peso, mas ainda dentro da faixa normal 3.Preenche critérios para BN exceto pela freqüência e cronicidade 4.Comportamento purgativo após ingestão de pequena quantidade de comida 5.Mastiga e cospe fora os alimentos 6.Transtorno de compulsão alimentar periódica

14 TRANSTORNO DE COMPULSÃO ALIMENTAR PERIÓDICA – critérios para pesquisa – DSM IV TR 1.Episódios recorrentes de compulsão periódica – excesso alimentar + perda de controle 2.Comportamentos associados à compulsão periódica (pelo menos 3) Comer rapidamenteComer rapidamente Comer grandes quantidades de comida mesmo sem estar com fomeComer grandes quantidades de comida mesmo sem estar com fome Comer sozinho por embaraço pela quantidade de comidaComer sozinho por embaraço pela quantidade de comida Sentir repulsa por si mesmo, depressão ou demasiada culpa após a compulsãoSentir repulsa por si mesmo, depressão ou demasiada culpa após a compulsão 3.Acentuada angústia pela compulsão periódica 4.Freqüência e duração da compulsão periódica – pelo menos 2 dia por semana por 6 meses 5.Não se utiliza de métodos compensatórios inadequados

15 Complicações clínicas associadas

16 Transtornos psiquiátricos mais comumente associados DepressãoDepressão TAG, Fobias, T. pânico, TOCTAG, Fobias, T. pânico, TOC Abuso e dependência de álcool e drogasAbuso e dependência de álcool e drogas T. Personalidade: Borderline, Anti- social, histriônica, narcisista, dependente, esquiva, passivo- agressiva, anancásticaT. Personalidade: Borderline, Anti- social, histriônica, narcisista, dependente, esquiva, passivo- agressiva, anancástica CleptomaniaCleptomania T. sexuaisT. sexuais

17 TRANSTORNOS ALIMENTARES EM HOMENS Início tardio devido a puberdade mais tardiaInício tardio devido a puberdade mais tardia Bailarinos, modelos, jóqueis, ginastas nadadores, fisioculturistas, corredores, lutadores de luta livreBailarinos, modelos, jóqueis, ginastas nadadores, fisioculturistas, corredores, lutadores de luta livre Homossexuais – 20% sofrem algum TAHomossexuais – 20% sofrem algum TA Maior preocupação com a forma física, massa corporal – aparência masculinaMaior preocupação com a forma física, massa corporal – aparência masculina Metabolismo mais acelerado – perdem peso mais facilmenteMetabolismo mais acelerado – perdem peso mais facilmente

18 TRATAMENTO Psicoterapia cognitivo- comportamentalPsicoterapia cognitivo- comportamental AN – Nenhum psicofármaco foi claramente mais eficaz do que o placebo em melhorar os sintomas exclusivos da AN.AN – Nenhum psicofármaco foi claramente mais eficaz do que o placebo em melhorar os sintomas exclusivos da AN. Fluoxetina (60mg/dia) – prevenção de recaídas (melhora da psicopatologia, humor disfórico e pensamentos obsessivosFluoxetina (60mg/dia) – prevenção de recaídas (melhora da psicopatologia, humor disfórico e pensamentos obsessivos Amitriptilina – favorece ganho de peso / risco cardíacoAmitriptilina – favorece ganho de peso / risco cardíaco Olanzapina – melhora da ansiedade, recusa alimentar e ganho de pesoOlanzapina – melhora da ansiedade, recusa alimentar e ganho de peso Internação hospitalar, se necessário / psiquiatria de ligaçãoInternação hospitalar, se necessário / psiquiatria de ligação

19 TRATAMENTO BN – ADT e ISRS – diminuição da freqüência dos episódios bulímicos e vômitos, diminuição dos sintomas depressivos e ansiosos quando presentes / IMAO – eficaz, porém risco de ingestão de alimento proscritoBN – ADT e ISRS – diminuição da freqüência dos episódios bulímicos e vômitos, diminuição dos sintomas depressivos e ansiosos quando presentes / IMAO – eficaz, porém risco de ingestão de alimento proscrito Fluoxetina – 60mg/dia – tratamento e prevenção de recaídasFluoxetina – 60mg/dia – tratamento e prevenção de recaídas Topiramato – 150mg/dia diminuição da compulsão alimentar e práticas purgativas até remissãoTopiramato – 150mg/dia diminuição da compulsão alimentar e práticas purgativas até remissão Minalciprano – diminuição dos episódios bulímicos até remissãoMinalciprano – diminuição dos episódios bulímicos até remissão Trazodona, Lítio, Alprazolam, Fenitoína, L- Triptofano, Valproato de Sódio, CarbamazepinaTrazodona, Lítio, Alprazolam, Fenitoína, L- Triptofano, Valproato de Sódio, Carbamazepina Bupropiona – associada a crises convulsivas em bulímicasBupropiona – associada a crises convulsivas em bulímicas

20 TRATAMENTO TCAP – ISRS – Fluoxetina, Fluvoxamina, Sertralina, Citalopram – redução dos episódios bulímicosTCAP – ISRS – Fluoxetina, Fluvoxamina, Sertralina, Citalopram – redução dos episódios bulímicos Venlafaxina – redução dos episódios compulsivosVenlafaxina – redução dos episódios compulsivos Inibidores de apetite de ação central – regulação da saciedade e apetiteInibidores de apetite de ação central – regulação da saciedade e apetite Sibutramina – 15mg/dia – redução dos episódios bulímicosSibutramina – 15mg/dia – redução dos episódios bulímicos Topiramato – 200mg/dia – redução dos episódios bulímicos até remissãoTopiramato – 200mg/dia – redução dos episódios bulímicos até remissão


Carregar ppt "TRANSTORNOS ALIMENTARES. ANOREXIA NERVOSAANOREXIA NERVOSA BULIMIA NERVOSABULIMIA NERVOSA TRANSTORNOS ALIMENTARES SEM OUTRA ESPECIFICAÇÃO TRANSTORNOS ALIMENTARES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google