A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Diagnóstico dos Ttranstornos Alimentares Veruska Lastoria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Diagnóstico dos Ttranstornos Alimentares Veruska Lastoria."— Transcrição da apresentação:

1

2 Diagnóstico dos Ttranstornos Alimentares Veruska Lastoria

3 Transtornos Alimentares Conjunto de síndromes clínicas caracterizadas por uma perturbação na relação do indivíduo com a alimentação e que podem levar a extremos de peso (caquexia ou obesidade).

4 Epidemiologia: Prevalência Prevalência entre mulheres jovens Anorexia Nervosa: 0,3 % (0,2 a 0,9%) Bulimia Nervosa : ~ 1,0 % (1 a 5%) Sínd. Parciais de AN e BN: 1,5 a 5% (Hoek, Van Hoeken & Katzman, 2003; Hudson et al 2006)

5 Episódio de Compulsão Alimentar ou Binge-eating Um episódio de compulsào periódica é caracterizado por ambos os seguintes aspectos: (1) ingestão, em um período limitado de tempo (ex. dentro de um período de 2 horas) de uma quantidade de alimentos definitivamente maior do que a maioria das pessoas consumiria durante um período similar e sob circunstâncias similares + (2) Um sentimento de falta de controle sobre o comportamento alimentar durante o episódio (ex. um sentimento de incapacidade de parar de comer ou de controlar o que ou o quanto está comendo).

6 a. impulso poderoso e irresistível para comer excessivamente; b. evita efeitos engordantes da comida induzindo vômitos e/ou abusando purgativos; c. medo mórbido de engordar. Bulimia Nervosa Critérios de Russell (1979)

7 Bulimia Nervosa Critérios da CID-10 A. Há preocupação persistente com o comer e desejo irresistível por comida; o paciente sucumbe a episódios de hiperfagia, nos quais grandes quantidades de alimento são consumidas em curtos períodos de tempo. B. O paciente tenta neutralizar os efeitos de engordar dos alimentos por meio de um ou mais do que se segue: vômitos auto-induzidos, abuso de purgantes, períodos alternados de inanição, uso de drogas, como anorexígenos, preparados tireoidianos ou diuréticos. Quando a bulimia ocorre em pacientes diabéticos, eles podem escolher negligenciar seu tratamento insulínico.

8 Bulimia nervosa- CID-10 C. A psicopatologia consiste de pavor mórbido de engordar e o paciente coloca para si mesmo um limiar de peso nitidamente definido, bem abaixo de seu peso pré- mórbido que constitui o peso ótimo ou saudável na opinião do médico. Há frequentemente, mas não sempre, história de um episódio prévio de anorexia nervosa, e o intervalo entre os 2 transtornos varia de poucos meses a vários anos. Esse episódio prévio pode ter sido completamente expressado ou pode ter assumido uma forma disfarçadamenor, com perda de peso moderada e/ou fase transitória de amenorréia.

9 Bulimia Nervosa (DSM-IV) A. Episódios recorrentes de compulsão alimentar periódica (Binge- eating) B. Comportamento compensatório inadequado e recorrente, para prevenir ganho de peso (indução de vômitos, uso de laxantes, diuréticos, enemas, outros medicamentos, jejuns ou exercícios excessivos) C. Compulsão periódica e métodos compensatórios ocorrem, em média, duas vezes por semana por três meses D. Auto-avaliação indevidamente influenciada pela forma e peso do corpo E.Distúrbio não ocorre exclusivamente durante episódios de Anorexia Nervosa

10 Tipos de Bulimia Nervosa (DSM-IV) PURGATIVO:indivíduo envolve-se regularmente na auto-indução de vômitos ou no uso indevido de laxantes, diuréticos ou enemas. SEM PURGAÇÃO: indivíduo usa outros comportamentos inadequados (jejuns, exercícios excessivos), mas não se envolve regularmente na auto-indução de vômitos ou uso indevido de laxantes, diuréticos ou enemas.

11 Bulimia Nervosa: Quadro Clínico final da adolescência preocupação constante com corpo, comida engajamento em dietas iniciam episódios de compulsão alimentar descobrem métodos purgativos cptos suspeitos (rastros/disfarces) ciclo: bulimia/purgação vergonha, fracasso e culpa sintomas depressivos e ansiosos (irritabilidade, angústia) prejuízo de atividades sociais e ocupacionais busca de ajuda profissional

12 Características: Anorexia X Bulimia Anorexia Nervosa Bulimia Nervosa perda de peso grave em geral peso normal início mais precoce início mais tardio caract. introversão (R) caract. extroversão nega doença percebe cpto alimentar anormal nega a fome sente fome sexualmente inativa sexualmente ativa traços obsessivos (R) traços impulsividade amenorréia menstruação normal ou irregular

13 Síndromes parciais de AN e BN TANE (DSM-IV) ou Atípicos (CID-10) Aspectos clínicos: não preenche todos os critérios falta amenorréia*** peso ainda acima do limite inferior para AN frequência episódios bulímicos inferior 2X/sem*** apresenta os sintomas com menor intensidade Sínd. Parcial/Completa - 5:1 Evolução para sínd. completas (~50%)

14 Critérios Diagnósticos sugeridos para o TCAP no Apêndice B do DSM-IV 1. Episódios recorrentes de compulsão alimentar periódica Um episódio de compulsão alimentar periódica é caracterizado por ambos os critérios seguintes: ingestão em um período limitado de tempo (ex: dentro de 2h), de quantidade de alimentos definitivamente maior que a maioria das pessoas consumiria em circunstâncias similares) e sensação de falta de controle sobre o comportamento alimentar durante o episódio (ex: sensação de não conseguir parar ou controlar o que ou o quanto está comendo) 2. Os episódios de compulsão alimentar periódica estão associados com 3 (ou mais) dos critérios: Comer muito mais rapidamente que o normal Comer até se sentir cheio Comer grandes quantidades de alimentos quando não está fisicamente com fome Comer sozinho em razão do embaraço pela quantidade de alimentos ingerida Sentir repulsa por si mesmo, depressão ou demasiada culpa após comer excessivamente

15 Critérios diagnósticos- TCAP- continuação 3. Acentuada angústia relativa à compulsão alimentar periódica. 4. A compulsão alimentar periódica ocorre pelo menos 2 vezes/semana por 6 meses. 5. A compulsão alimentar não está associada com uso regular de mecanismos compensatórios inadequados, nem ocorre durante o curso de anorexia nervosa.

16 Características do TCAP Mulheres/Homens: 3/2. Indivíduos afetados- com idade de 30 a 50 anos 15 a 30% de obesos em programas de tratamento. Brasil=16% (Borges, 1998) Na população geral: 1.5 a 2% Obesos- 5 a 8%

17 Obesidade x TCAP e Obesidade Esse grupo com TCAP geralmente apresenta maior índice de massa corpórea. Fazem um consumo calórico maior. Têm história de oscilações de peso mais rápidas e frequentes. E maiores dificuldades em perder peso do que obesos sem compulsões. Apresentam maiores índices de insatisfação com o corpo e pior imagem corporal. Distanciam mais o peso desejado do peso real e, em consequência têm maiores dificuldades em construir expectativas realistas sobre tratamentos. Realizam auto-avaliações centradas em seu peso e forma corpóreos.


Carregar ppt "Diagnóstico dos Ttranstornos Alimentares Veruska Lastoria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google