A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNÇÃO FUNÇÃO – assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNÇÃO FUNÇÃO – assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera."— Transcrição da apresentação:

1 FUNÇÃO FUNÇÃO – assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera.

2 Pulmões, onde se realizam as trocas gasosas. Fossas nasais Faringe Laringe Traqueia Brônquios Bronquíolos Vias respiratórias, estabelecem a comunicação entre os pulmões e o exterior. Asseguram o aquecimento progressivo do ar ao longo do trajecto, humedecem-no e retêm poeiras e outros materiais em suspensão no ar, devido ao muco e aos cílios existentes nas células das paredes desses órgãos, que os empurram para o exterior.

3 Fossas nasais Cavidade Oral Faringe Laringe Traqueia Brônquios Pulmões Pulmões Bronquíolos Bronquíolos Pleura Pleura Diafragma Diafragma

4 Ventilação pulmonar – entrada e saída de ar dos pulmões, através dos movimentos respiratórios e tem duas fases (inspiração e expiração). INSPIRAÇÃO: entrada de ar nos pulmões EXPIRAÇÃO: saída de ar dos pulmões A entrada e saída do ar dos pulmões deve-se a variações da pressão do ar nos pulmões.

5 INSPIRAÇÃO – entrada de ar nos pulmões, fase activa. Contração do diafragma e dos músculos intercostais e supracostais; O diafragma baixa, as costelas elevam e o esterno é projetado para a frente; O volume da caixa torácica aumenta; Os pulmões, como são elásticos e revestidos pela pleura, distendem e aumentam o volume; A pressão do ar nos pulmões diminui, ficando menor do que a pressão atmosférica; O ar entra para os pulmões.

6 EXPIRAÇÃO – saída de ar nos pulmões, fase passiva. Relaxamento do diafragma e dos músculos intercostais e supracostais; O diafragma sobe, as costelas e o esterno voltam à posição inicial - baixam; O volume da caixa torácica diminui; Os pulmões acompanham esse movimento e diminuem o volume; A pressão do ar nos pulmões aumenta, ficando maior do que a pressão atmosférica; O ar sai dos pulmões para o exterior.

7 Durante a inspiração a pressão intrapulmonar é menor que a atmosférica e durante a expiração é maior que a pressão atmosférica

8 Trocas Gasosas Ocorrem devido às diferenças de pressão, movimentam-se por difusão dos locais onde a pressão é mais elevada para onde a pressão é mais baixa Hematose pulmonar - são as trocas gasosas que ocorrem entre o sangue e o ar alveolar. O sangue passa de venoso para arterial Hematose celular - são as trocas gasosas que ocorrem ao nível dos tecidos/células. O sangue passa de arterial e a venoso.

9

10 Volumes pulmonares Volume corrente (VC): volume de ar inspirado ou expirado num ciclo respiratório. VC = 500 ml Volume de reserva inspiratória (VRI): máximo volume de ar que ainda pode ser inspirado após uma inspiração basal; Volume de reserva expiratória (VRE): todo o volume que se consegue expirar após uma expiração basal. Volume residual (VR): volume de ar que permanece nos pulmões mesmo após uma expiração máxima e forçada – 1L

11 O volume de ar renovado por minuto (volume respiratório por minuto) é obtido pelo produto da frequência respiratória (FR) pelo volume corrente (VC): VRM = FR x VC. Num adulto em repouso, temos: - FR = 12 movimentos por minuto - VC = 0,5 litros Portanto: VRM = 12 x 0,5 = 6 litros/minuto

12 Capacidades e os volumes respiratórios O sistema respiratório humano comporta um volume total de aproximadamente 5 litros de ar – capacidade pulmonar total. Desse volume, apenas meio litro é renovado em cada respiração normal - volume corrente; Se no final de uma inspiração forçada, executarmos uma expiração forçada, conseguiremos retirar dos pulmões uma quantidade de aproximadamente 4 litros de ar - capacidade vital.

13 Capacidades pulmonares Capacidade inspiratória (CI): volume máximo que pode ser inspirado após uma expiração normal e é composta da soma do VC com o VRI; Capacidade residual funcional (CRF): é o volume de ar remanescente nos pulmões após uma expiração normal e é composta pela soma do VRE com o VR Capacidade vital (CV): volume máximo de ar que pode ser expirado após uma inspiração máxima e é composta pela soma do VRI+VC+VRE


Carregar ppt "FUNÇÃO FUNÇÃO – assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google