A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges1 Planejamento e Controle da Capacidade Prof. Dr. Marcos Georges.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges1 Planejamento e Controle da Capacidade Prof. Dr. Marcos Georges."— Transcrição da apresentação:

1 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges1 Planejamento e Controle da Capacidade Prof. Dr. Marcos Georges

2 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges2 Planejamento e Controle da Capacidade

3 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges3 Planejamento e Controle da Capacidade As decisões sobre a capacidade afetam: Os custos; A receita; O capital de giro; A qualidade; A velocidade de resposta; A confiabilidade, e a Flexibilidade.

4 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges4 Planejamento e Controle da Capacidade ETAPAS DO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA CAPACIDADE

5 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges5 Planejamento e Controle da Capacidade Capacidade Efetiva: Capacidade de Projeto: Medindo a Capacidade:

6 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges6 Planejamento e Controle da Capacidade Exemplo: empresa de papel fotográfico cujo equipamento tenha uma capacidade de projeto de 200 m./min. em uma linha que opera 24h./dia, 7 dias/sem. A capacidade de projeto é: 200 (m./min.) x 60 (min./h.)x 24 (h./dia) x 7 (dias/sem.) = m./sem.

7 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges7 Planejamento e Controle da Capacidade Para esta semana foram apontados as seguintes paradas de máquina: 1. Set up20 h.6. Parada manutenção18 h. 2. Manutenção preventiva regular 16 h.7. Investigação de falhas de qualidade 20 h. 3. Falta de trabalho8 h.8. Falta de estoque8 h. 4. Amostragem qualidade8 h.9. Falta de pessoal6 h. 5. Tempo para troca de turno 7 h.10. Espera por rolos de papel6 h. Horas perdidas planejadas59 h.Horas perdidas não planejada58 h. Volume real produzido na semana: metros

8 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges8 Planejamento e Controle da Capacidade Há dois tipos de parada de máquina: As inevitáveis e, que, portanto deveriam ser planejadas (as horas perdidas são excluídas na capacidade efetiva); As evitáveis e que não são planejadas (as horas perdidas são incluídas na capacidade efetiva) Assim, tem-se: Capacidade de projeto: 168 h./sem. (24x7); Capacidade efetiva:168 – 59 = 109 h./sem. Capacidade real:168 – 59 – 58 = 51 h./sem.

9 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges9 Planejamento e Controle da Capacidade

10 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges10 Planejamento e Controle da Capacidade Há, basicamente, três políticas de acompanhamento da demanda: Política de Capacidade Constante; Política de Ajuste da Produção; e Políticas mistas.

11 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges11 Planejamento e Controle da Capacidade Política de Capacidade Constante: Consiste em manter sempre o mesmo nível de produção.

12 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges12 Planejamento e Controle da Capacidade Política de Ajuste da Produção : Consiste em ajustar o nível de produção de acordo com a demanda, como: Demitindo e contratando; Fazendo hora-extra; Sub-contratando e terceirizando

13 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges13

14 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges14

15 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges15 Planejamento e Controle da Capacidade Determinar a melhor política de acompanhamento da demanda, utilizando dados agregados para a capacidade e demanda é a síntese do PLANEJAMENTO AGREGADO.

16 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges16 Planejamento e Controle da Capacidade Ex: uma fábrica roupa possui os seguintes dados referente a produção e demanda: Custo de material$100/un,. Custo de estoque$ 1,50/un.-mês Custo da falta de estoque$ 5/un.-mês Custo de subcontratação$ 125/um. Custo de contratação e treinamento$ 200/trabalhador Custo de demissão$ 250/trabalhador Trabalho necessário por unidade5 horas Custo da hora de trabalho (até 8h.)$ 4 /hora Custo da hora extra$ 6 / hora Estoque inicial400 unidades Nº funcionário na fábrica30 Qual é a melhor política de acompanhamen to da demanda para este caso?

17 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges17 Planejamento e Controle da Capacidade Demitindo e Contratando:

18 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges18 Planejamento e Controle da Capacidade Capacidade Constante:

19 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges19 Planejamento e Controle da Capacidade Com subcontratação:

20 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges20 Planejamento e Controle da Capacidade Com hora-extra:

21 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges21 Planejamento e Controle da Capacidade O exemplo anterior testou 4 políticas de acompanhamento da demanda, onde, cada uma delas era adota exclusivamente. Será que uma política de acompanhamento híbrida poderia resultar em custos menores do que as políticas adotadas exclusivamente? Ou seja, será que combinando as políticas (hora-extra com estoque, por exemplo) se obtêm resultados melhores.

22 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges22 Planejamento e Controle da Capacidade Modelo Hibrido - sejam as seguintes variáveis: W t = volume de mão de obra para o mês t; H t = número de contratados no início do mês t; L t = número de demitidos no início do mês t; P t = número de unidades produzidas no mês t; I t = estoque no final do mês t; S t = número de unidades esgotadas no final do mês t; C t = número de unidades sub-contratadas no mês t; O t = número de horas-extras no mês t Du t = número de Dias úteis no mês t

23 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges23 Planejamento e Controle da Capacidade Modelo Hibrido - sejam os seguintes custos e dados: Cm = custo de material para uma unidade; Ce = custo de manutenção de estoque por unidade por mês; Cf = custo da falta de estoque por unidade; Cc= custo de contratação por funcionário; Cd= custo de demissão por funcionário; Ch= custo da hora-extra; Cs = custo de cada unidade sub-contratada; Cr= custo da hora de trabalho regular; T = tempo necessário para produzir uma unidade;

24 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges24 Planejamento e Controle da Capacidade A função objetivo deste modelo matemático consiste em minimizar os custos totais da produção para todo os meses:

25 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges25 Planejamento e Controle da Capacidade As restrições são dadas por: Mão-de-obra, contratação e demissão: o número de empregados num dado mês é igual ao do mês anterior mais os contratados menos os demitidos: Capacidade: o volume de produção não pode exceder a capacidade de mão-de-obra e horas extras disponíveis:

26 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges26 Planejamento e Controle da Capacidade As restrições são dadas por: Estoque: é como a conservação de massa – o estoque no período anterior mais o produzido no período mais o sub-contratado no período é igual a demanda do período mais as unidades que faltaram no período anterior mais o estoque no período menos as unidades faltantes do período: Limite de Horas-extras: em geral há um limite para o número de horas extras, por exemplo: limitado a 10% das horas regulares:

27 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges27 Planejamento e Controle da Capacidade Usando Programação Linear:

28 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges28 Planejamento e Controle da Capacidade Esta forma de planejar a capacidade é conhecida como representação acumulada da demanda e capacidade, e é útil para as industrias. Em serviços a capacidade é, geralmente, associada a capacidade de atendimento da empresa, quase sempre associada ao tempo de espera para ser atendido ou ao tamanho da fila do atendimento, para este caso uma abordagem melhor é fornecida pela Teoria das Filas.

29 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges29 Planejamento e Controle da Capacidade Em um Sistema de Fila os clientes chegam a uma taxa e são atendidos a uma taxa, essas taxas não são constantes (são estocásticas) e, portanto, são modeladas por distribuições de probabilidade conhecidas (Poisson, Exponencial, Normal são as mais usadas).

30 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges30 Planejamento e Controle da Capacidade CONVENÇÃOCONVENÇÃO

31 Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges31 Planejamento e Controle da Capacidade Taxa de chegada = 9 clientes/hora Taxa de atendimento = 4 clientes/hora (1 a cada 15 min.) 4 atendentes. Fator de utilização = 9/(4x4)= Média de clientes no banco (sistema) = 2,56 (usando a figura do slack) Média de clientes na fila = 2,56 – 9/4 = 0,31 Tempo médio na fila = 0,31/9 = 0,0344 h. ou 2,07 min.


Carregar ppt "Adm Produção IIProf. Dr. Marcos Georges1 Planejamento e Controle da Capacidade Prof. Dr. Marcos Georges."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google