A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IMPERIALISMO. NEOCOLONIALISMO Expansão capitalista crise + mercados + produção + lucro África, Ásia e Oceania dominação econômica militar política séc.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IMPERIALISMO. NEOCOLONIALISMO Expansão capitalista crise + mercados + produção + lucro África, Ásia e Oceania dominação econômica militar política séc."— Transcrição da apresentação:

1 IMPERIALISMO

2 NEOCOLONIALISMO Expansão capitalista crise + mercados + produção + lucro África, Ásia e Oceania dominação econômica militar política séc. XIX - XX

3 Congresso de Berlim Bismarck interesse Participam europeus EUA Império Otomano NEOCOLONIALISMO

4 África dividida equilíbrio estados artificiais etnias rivais juntas conflitos séc. XX-XXI NEOCOLONIALISMO

5

6 Ásia ocupação russos japoneses europeus estadunidenses ilhas Impérios Persa Otomano Chinês sofrem pressão NEOCOLONIALISMO

7 Ocupação mundial estratégia bases navais regiões remotas segurança rotas comerciais diplomacia do canhão NEOCOLONIALISMO

8 Capitalismo monopólio internacionalização da economia investimentos estruturas empréstimos indústria extrativista telégrafo cabos submarinos mundo inteiro transportes NEOCOLONIALISMO

9 Estratégias colônia de enquadramento minoria europeia dirigente colônia de enraizamento receber excedente populacional protetorados conservar poderes locais NEOCOLONIALISMO

10 JAPÃO Antigo Japão feudal até 1853 imperadores Xoguns fechado ao ocidente navios de guerra dos EUA abre ou não abre?! exigências para comércio

11 Imperador Matsuhito ( ) apoio ocidental nobres afastamento último Xogum 1868 Restauração Meiji (esclarecido) centralização nova era novo Japão JAPÃO

12 Centralismo estado na economia reforma agrária reforma fiscal fábricas ferrovias universidades 1889 monarquia parlamentar JAPÃO

13 Zaibatsus clãs familiares grandes empresas Mitsubishi comércio bancos exploração indústria guerra JAPÃO

14 Consequências rápido crescimento ambições imperialistas indústria bélica problemas falta matéria-prima mercado consumidor JAPÃO

15 Conquistas áreas do pacífico guerras china 1894 Taiwan Coreia Manchúria (interesse russo) Guerra russo-japonesa ( ) fim do expansionismo 2ª Guerra JAPÃO

16 RÚSSIA Czar Alexandre II fim do feudalismo industrialização quer Coreia Manchúria

17 INGLATERRA Protetorados Cia das Índias Orientais Índia Revolta dos Cipaios (1857) soldados indianos à serviço da Inglaterra ocidentalização proibição de costumes locais interferência política briga cultural

18 China era fechada ao ocidente mas entrada de ópio tráfico inglês Cantão China não aceita confisco expulsão de todos ingleses INGLATERRA

19 1ª Guerra do Ópio ( ) vitória inglesa Tratado de Nanquim abertura ao comércio inglês indenizações concessão Hong Kong INGLATERRA

20 2ª Guerra do Ópio ( ) Inglaterra e França mais comércio missionários europeus INGLATERRA

21 China estrangeira outros europeus EUA Japão vantagens comerciais INGLATERRA

22 Guerra dos Boxers Sociedade dos Harmoniosos Punhos Justiceiros) Nacionalistas contra o domínio estrangeiro INGLATERRA

23 REPARTIDOS Império Persa Inglaterra Rússia Império Otomano Inglaterra Alemanha

24 EUA 1845 Esquadra X Japão feudal abre ou não? 1898 Guerra Hispano-Americana Emenda Platt Mercado chinês 1901 Doutrina Roosevelt Big Stick paulada no côco

25 América Latina 1903 rebelião na Colômbia Panamá Canal 1904 República Dominicana Nicarágua Revolução Sandinista Los Contra CIA financiamento terrorismo Guatemala EUA

26 1914 Haiti Enclave Bananeiro United Fruit Company Honduras El Salvador Costa Rica México Porfírio Diaz empresas estadunidenses petróleo terras México dos EUA? EUA

27 Séc. XIX Ciência salvação da humanidade mentalidade comum substitui a religião uso da razão objetividade X subjetividade vence explicação para tudo CIÊNCIA

28 Novas ciências Biologia Sociologia Comte História OBS: As ciências sociais no início terão as ciências naturais como referência metodológica, daí, ser evolucionista (pregresso). CIÊNCIA

29 Darwin Confirma o liberalismo individualismo sobrevivência do +forte CIÊNCIA

30 Darwinismo social Neocolonialismo Justificar o imperialismo missões religiosas Ideia de civilização evolução X barbárie CIÊNCIA

31 Ideia de raças poligenia evitar a miscigenação degenerescência epilepsia (crença da época) nascem os preconceitos nazismo mulato é pior que negro! mula estéril odiado legitimar o imperialismo antropologia tamanho dos crânios nível de civilização CIÊNCIA

32 Nascem os manicômios separar os loucos defeito genético CIÊNCIA

33 Exposições universais vitrine da burguesia difusão ideológica superioridade ocidental modernidade novo efêmero progresso salvação dos problemas civilizados X bárbaros marca do progresso trem (fantasmagórico) leva tudo telégrafo homem pode tudo!

34 anos de revolução Exposição Torre Eiffel temporária CIÊNCIA

35 UNICAMP 2013 As exposições universais do século XIX, sobretudo as de Londres e Paris, se caracterizavam a) pelo louvor à superioridade europeia e pela apresentação otimista da técnica e da ciência. b) pela crítica à expansão sobre a África, movimento considerado um freio ao progresso europeu. c) pela crítica marxista aos princípios burgueses dominantes nos centros urbanos europeus. d) pelo elogio das sociedades burguesas associadas às vanguardas da época, como o Cubismo, o Dadaísmo e o Surrealismo.


Carregar ppt "IMPERIALISMO. NEOCOLONIALISMO Expansão capitalista crise + mercados + produção + lucro África, Ásia e Oceania dominação econômica militar política séc."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google