A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nossa Senhora disse a Santa Brígida que não importa quantos pecados alguém cometeu. Ela está sempre pronta para consolar e curar as feridas abertas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nossa Senhora disse a Santa Brígida que não importa quantos pecados alguém cometeu. Ela está sempre pronta para consolar e curar as feridas abertas."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Nossa Senhora disse a Santa Brígida que não importa quantos pecados alguém cometeu. Ela está sempre pronta para consolar e curar as feridas abertas da alma. Por isso seu nome é "Mãe da Misericórdia". Assim como qualquer boa mãe iría consolar sua criança, assim Maria quer curar as feridas abertas em nossas almas.

4 Todos conhecemos a ternura e amor que sentimos por nossas crianças. Podemos imaginar a ternura de Nossa Senhora por cada um de nós? Ela olha por cada um de nós como seu próprio filho predileto. Que tesouro ter uma mãe tão cheia de amor e graça, pronta para nos dar tudo o que precisamos, e para nos levar junto ao seu Filho!

5 Nossa Senhora disse à Santa Faustina : "Sou Vossa Mãe pela infinita misericórdia de Deus. A alma que cumpre fielmente a vontade de Deus é a que mais me agrada... Sê corajosa, não tenhas medo de dificuldades ilusórias, mas fixa teu olhar na Paixão do Meu Filho e, dessa maneira, vencerás.

6 Maria Santíssima está sempre apontando o caminho para seu Filho, sempre conduzindo suas crianças para Ele. Em sua imensa humildade e doçura de coração, disse em seu cântico em Lucas 1, Minha alma glorifica o Senhor; e meu espírito exulta em Deus meu Salvador. Porque lançou os olhos para humilhação de sua serva, portanto, eis que, de hoje em diante, todas as gerações me chamarão bem-aventurada.

7 Maria foi dada para a Igreja por Deus como modelo perfeito e ícone daquela santidade para qual Ele nos chama. Nas palavras do Concílio Vaticano II, Maria brilha radiante como um exemplo de todas as virtudes, porque ela foi predestinada desde o momento de sua concepção com esplendor de uma total e única santidade. Ela incendeia nossas mentes e enternece nossos corações com sua própria chama de amor a Deus e ao próximo.

8 Existe uma íntima relação entre Maria Santíssima, a Mãe de Jesus, o mistério da misericórdia divina e a prática da misericórdia. Maria está desde a sua concepção envolta na misericórdia infinita do Pai, pelo Filho e no Espírito (preservada do pecado e do demônio), ao mesmo tempo em que o seu agir – antes e depois da sua Assunção – está assinalado pelo amor efetivo aos seres humanos.

9 Santa Faustina Kowalska, mística polonesa, nos propõe a centralidade da Divina Misericórdia para a fé e a vida da Igreja, recorrendo a Maria Santíssima como Mãe da Misericórdia, padroeira da Congregação religiosa a que pertencia, cuja festa celebravam (a Congregação) em 5 de agosto.

10 Em qual sentido podemos proclamar Maria como Mãe de misericórdia? Sem cometer o grave equívoco de pensar que a misericórdia é reservada a Maria e a justiça a Jesus (como muitos medievais chegaram a pensar), o título Mãe da Misericórdia ou Mãe de misericórdia assim se justifica:

11 Maria é a mulher que experimentou de modo único a misericórdia de Deus – que a envolveu de modo particular desde a sua Imaculada Conceição, passando pela Anunciação, como discípula fiel do seu Filho, até o grande momento da Sua Páscoa (paixão, morte, ressurreição, glorificação e Pentecostes).

12 Maria é a mãe que gerou a misericórdia divina encarnada – graça extraordinária que coloca a jovem Maria, a partir da Encarnação do Filho de Deus, numa relação inimaginável de intimidade com o próprio Pai das misericórdias. A partir do seu Eis- me aqui e o seu Faça-se, a misericórdia divina se faz carne e entra na história!

13 Maria convida todos a se aproximarem do trono da graça que é o seu Filho. Com o seu coração compassivo de Mãe, não poderia permanecer indiferente às mazelas dos seus filhos neste vale de lágrimas! A Mãe de Jesus e nossa merece, portanto, ser honrada como Mãe da Misericórdia e Mãe de misericórdia!

14 19/04/2009


Carregar ppt "Nossa Senhora disse a Santa Brígida que não importa quantos pecados alguém cometeu. Ela está sempre pronta para consolar e curar as feridas abertas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google