A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AUTISMO Prof. Vilson Bagatini Porto Alegre-RS-Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AUTISMO Prof. Vilson Bagatini Porto Alegre-RS-Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 AUTISMO Prof. Vilson Bagatini Porto Alegre-RS-Brasil

2 Histórico Em 1906, Plouller introduziu o termo autista na literatura psiquiátrica. Mas foi Bleuler, em 1911, o primeiro a difundir o termo autismo para referir-se ao quadro de esquizofrenia, que consiste na limitação das relações humanas e com o mundo externo. Em 1943, o psiquiatra americano Leo Kanner, que trabalhava em Baltimore, nos Estados Unidos, descreveu um grupo de onze casos clínicos de crianças em sua publicação intitulada Distúrbios Autísticos do Contato Afetivo.

3 Definição O termo autismo vem do grego autós que significa de si mesmo. A síndrome do Autismo é um transtorno presente antes dos três anos de idade, e que é caracterizado por um quadro comportamental que envolve as áreas da comunicação, da integração social e da imaginação.

4 Prevalência A taxa média de prevalência do transtorno autista em estudos epidemiológicos é de 15 casos por indivíduos. Sendo que a síndrome atinge principalmente pessoas do sexo masculino, numa proporção de 4 homens autista para 1 mulher. No Brasil, ainda não há índices oficiais.

5 Diagnóstico É realizado basicamente em três áreas, através da avaliação do quadro clínico antes dos três anos de idade. Não existem testes laboratoriais específicos. a) comprometimento na interação social. b) comprometimento na comunicação verbal e não- verbal, e no brinquedo imaginativo. c) comportamento e interesses restritos e repetitivos. Essas coletas de informações devem ser utilizadas apenas como referências, pois o autismo pode ser confundido com outras síndromes ou com outros transtornos globais do desenvolvimento

6 Características Aparentar ser surda; Hipersensibilidade a determinados sons; Ecolalia – repetição imediata ou tardia de frases e sons ouvidos. Contato visual nulo ou fugaz. Pode ter aversão ao contato físico; Tendência para o isolamento; Usa pessoas como ferramentas. Movimento típico dos antebraços e mãos; Andar na ponta dos pés descalços; Pode auto agredir-se; Gosta de girar objetos; Alguns tem habilidades especiais; Esteriotipia gestuais ou fascinação por água; Balançar o tronco; Três tipos de socialização: isolado, passivo ou estranho.

7 Autismo e Asperger O transtorno de Asperger se diferencia do autismo essencialmente pelo fato de que não se acompanha de retardo ou deficiência de linguagem ou do desenvolvimento cognitivo. A diferença fundamental entre um indivíduo com autismo de alto funcionamento e um indivíduo com transtorno de Asperger é que o com autismo possui QI executivo maior que o verbal e atraso na aquisição da linguagem. Na prática clínica, a distinção fará pouca diferença, porque o tratamento é basicamente o mesmo.

8 Tratamento O transtorno autista é permanente, até o presente momento, não tem cura. Não existe medicação e nem tratamento específicos para o transtorno autista. O diagnóstico precoce do autismo permite a indicação antecipada de tratamento. A base da terapêutica presume o envolvimento da família. Os atendimentos precoces e intensivos podem fazer uma diferença importante no prognóstico do autismo.

9 Referências Bibliográficas e Sites Escola Est.Esp.Recanto da Alegria Profª Elízia Outique da Silva, Jussara Santiago, Luciana Rodrigues Maciel, Maria Acácia Barcellos e Maria Alice Paiva. – – Circuito Conesul de Ed.Física e Pedagogia - Adriana Latosinski Kuperstein - Autismo e educação(reflexões e propostas de intervenção) Claudio Roberto e Cleonice Batista. Autismo e outros atrasos do desenvolvimento. E.Christian Gauderer Autismo e Psicose infantil. Frances Trustin. Autismo Infantil (fatos e modelos). Marion Leboier.


Carregar ppt "AUTISMO Prof. Vilson Bagatini Porto Alegre-RS-Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google