A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Projeto: Articulação entre o Turismo no Parque Estadual do Ibitipoca e seu Entorno Trabalho Disciplina IF 128.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Projeto: Articulação entre o Turismo no Parque Estadual do Ibitipoca e seu Entorno Trabalho Disciplina IF 128."— Transcrição da apresentação:

1 Projeto: Articulação entre o Turismo no Parque Estadual do Ibitipoca e seu Entorno Trabalho Disciplina IF 128

2 Necessidade de promover o desenvolvimento econômico da comunidade do entorno, fortemente dependente do Parque Problemas Abordados Crescente Pressão antrópica sobre o Parque devido a demanda turística crescente. Falta de consciência de turistas a cerca da importância do parque e dos sistemas naturais, perceptível nas inúmeras pichações nas grutas do Parque.

3 Consequência Interação LEGENDA Solução Proposta O projeto propõe o conceito de descentralização turística da região como forma de diminuir a pressão sobre o Parque ao mesmo tempo que promove o crescimento econômico das comunidades no entorno do mesmo. E pretende incentivar a formação de guias locais, iniciativa vista como ferramenta importante de conscientização ambiental tanto dos turistas quanto dos moradores do entorno do Parque Divisão do Contingente Turístico concentrado no Parque com o entorno Parque Contingente de Turistas Guias Empreendedores Turísticos do Entorno Suporte do Parque na formação de Guias Emprego dos Guias Guias influenciando na conservação do Parque Guias influenciando na conservação do Entorno Geração de empregos Contenção da degradação Educação Ambiental Aumento nos lucros Conhecimento mais amplo do patrimônio Natural Regional

4 Articulação dos empreendedores Para que o turismo na Região deixe de se concentrar majoritariamente no PEI é necessário que o setor turístico da região se desenvolva. E neste aspecto a criação de um mecanismo de articulação entre os variados setores vinculados ao turismo é uma forma de viabilizar e acelerar este processo. O mecanismo de articulação proposto por este projeto é a formação de uma Cooperativa entre os empreendedores do ramo turístico da região, contando com o apoio e incentivo do PEI, visando o benefício mútuo. UniãoObjetivo Rapidez Maior poder de negociação Aumento do Público Melhoria na divulgação Melhor atendimento Maior satisfação dos fregueses Incremento das atividades Integração com mútuos benefícios

5 Papel do Parque e Benefícios O papel do parque neste processo é apoiar e incentivar as atividades desenvolvidas pela associação, uma vez que o seu sucesso representa a redução da pressão antrópica sobre o PEI. Esta redução implica em ganho ecológico com diminuição da degradação de certos pontos do Parque pela super exposição a grupos de turistas, e consequentemente na redução dos custos com medidas preventivas e de recuperação, como as necessárias a contenção dos danos causados pelo pisoteamento, que são em geral bastante dispendiosas. Animal registrado apenas na borda norte do Parque, afugentado provavelmente devido a atividade antrópica intensa dentro do Parque Entrada da Gruta do Peão, com solo com sinais de pisoteio. Trilha para o Pico do Peão, com sinais de intenso pisoteio.

6 Formação dos Guias Um dos aspectos chaves do processo é a formação de guias especializados na região. Esta ação concatena interesses do ponto de vista do PEI, dos empreendedores turísticos e da população do entorno. Ao Parque caberá a função de certificar os guias, a associação a de emprega-los e a população local a de fornecer o contingente humano necessário. Em retorno o parque receberá visitantes mais bem orientados ficando menos sujeito a depredações, os empreendedores fornecerão um serviço de melhor qualidade, o que tende a aumentar seus lucros, e a população do entorno é beneficiada com a criação de empregos. Ademais, os turistas terão acesso a informações valiosas a respeito do parque e seu entorno, ficando ao fim de sua estadia cientes de sua importância. A INFORMAÇÃO é o melhor caminho para a CONSERVAÇÃO

7 Benefícios para população do entorno A população do entorno se beneficiará do maior contingente turístico motivado pelo aumento no número de atrações, o que irá incrementar significativamente o setor secundário local, gerando assim mais empregos. Além dos benéficos econômicos ela também irá desfrutar de um maior grau de conservação do ecossistemas no qual está inserida uma vez que a conservação destes terá, a partir de então, não apenas um apelo sentimental, mas também um valor econômico. Distrito fora do foco turístico Distrito no foco turístico Principais atividades atualmente desenvolvidas Atividades desenvolvidas com foco no meio ambiente

8 Turistas Os visitantes da região serão providos com uma maior gama de opções de turismo e com um serviço de melhor qualidade derivado da melhor organização do setor turístico da região. O acesso a informação sobre os estabelecimentos e sua opções de atividades será facilitado. E o valor de seus passeios na região serão agregados de informações valiosas sobre o ecossistema local e sua importância, enriquecendo sua experiência e somando-se a lembranças inesquecíveis de paisagens deslumbrantes. Ao fim de sua estadia na região espera-se que os visitantes desenvolvam sua consciência ambiental, incentivados pelo aspecto prático do contato com a natureza.

9 Conclusão Espera-se que a organização dos empreendedores com atividades ligadas direta e indiretamente com o turismo desencadeie a descentralização do turismo na Região, diminuindo a pressão antrópica sobre o PEI e movimentando a economia local. Além disso, com a vinculação destas atividades á guias locais especializados a tendência é que se gere uma nova fonte de empregos na região e se estimule a conscientização e educação ambiental, diminuindo assim degradação do Parque, por ações inadequadas de seus visitantes.

10 Obrigado.


Carregar ppt "Projeto: Articulação entre o Turismo no Parque Estadual do Ibitipoca e seu Entorno Trabalho Disciplina IF 128."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google