A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Filipenses 3:1-5 1 Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma segurança.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Filipenses 3:1-5 1 Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma segurança."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Filipenses 3:1-5 1 Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma segurança para vocês. 2 Cuidado com os cães, cuidado com esses que praticam o mal, cuidado com a falsa circuncisão! 3 Pois nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos pelo Espírito de Deus, que nos gloriamos em Cristo Jesus e não temos confiança alguma na carne, 4 embora eu mesmo tivesse razões para ter tal confiança. Se alguém pensa que tem razões para confiar na carne, eu ainda mais: 5 circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à Lei, fariseu; FONTE: NVI

4 Filipenses 3: quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na Lei, irrepreensível. 7 Mas o que para mim era lucro, passei a considerar como perda, por causa de Cristo. 8 Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo 9 e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que procede da Lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé. 10 Quero conhecer Cristo, o poder da sua ressurreição e a participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte. FONTE: NVI

5

6

7

8

9 Getz, Genne A. A Estatura de Um Cristão – Estudos em Filipenses. Ed Vida: Miami – Florida EUA Edição

10 Muitas interpretações erradas podem resultar de um entendimento falho das declarações bíblicas de que não estamos debaixo da lei, e sim da graça (Rm 6.14). Se considerarmos os três aspectos da lei de Deus que são distinções bíblicas, podemos afirmar: (a) Não estamos sob a Lei Civil de Israel, mas sob o período da graça de Deus, em que o evangelho atinge todos os povos, raças, tribos e nações. (b) Não estamos sob a Lei Religiosa de Israel, que apontava para o Messias, foi cumprida em Cristo, e não nos prende sob nenhuma de suas ordenanças cerimoniais, uma vez que estamos sob a graça do evangelho de Cristo, com acesso direto ao trono, pelo seu Santo Espírito, sem a intermediação dos sacerdotes. (c) Não estamos sob a condenação da Lei Moral de Deus, se fomos resgatados pelo seu sangue, e nos achamos cobertos por sua graça. Não estamos, portanto, sob a lei, mas sob a graça de Deus, nesses sentidos. Entretanto... Estamos sob a Lei Moral de Deus, no sentido de que ela continua representando a soma de nossos deveres e obrigações para com Deus e para com o nosso semelhante. Meister. Mauro Fernando. Lei e Graça. Uma Visão Reformada. Artigo publicado na internet.

11 Essa "circuncisão, a que é do coração, no espírito, não na letra", -- que é a marca distinta do verdadeiro seguidor de Cristo, de alguém que esteja, num estado de aceitação com Deus; não é circuncisão externa, nem batismo, nem qualquer outra forma exterior, mas o estado certo da alma, a mente e o espírito renovados, em busca da imagem Dele, que o criou. É uma dessas importantes verdades que pode apenas ser, espiritualmente, discernida. E isso o próprio Apóstolo intima nas palavras seguintes, – "Cujo louvor não é dos homens, mas de Deus". Como se ele tivesse dito: "Não espere, quem quer que tu sejas, que assim seguiu teu grande Mestre, que o mundo, que não o seguiu, possa dizer: 'Muito bem, servo bom e fiel!' Saiba que a circuncisão do coração, o lacre de teu chamado, é insensatez para o mundo. Estejas contente por esperar por teu aplauso, até o dia da chegada de teu Senhor. Nesse dia, tu terás o louvor de Deus, na grande assembleia de homens e anjos". Wesley, John. A Circuncisão do Coração. Sermão Pregado na Igreja de St. Mary, Oxford, diante da Universidade. 1 o. Janeiro de 1733.

12

13 Uma outra verdade que se segue, naturalmente, ao que já foi dito, é, que ninguém deverá obter a honra que vem de Deus, a menos que seu coração seja circuncidado pela fé. A menos que, recusando- se a, não mais, ser conduzido pelos seus sentidos, apetites, ou paixões, ou por aquele guia de cego, tão idolatrado pelo mundo, o raciocínio natural, ele: viva e caminhe pela fé; dirigindo cada passo, como que "buscando a Ele que é invisível"; olhe, não para as coisas que são vistas, as quais são temporais, mas para as coisas que não são vistas, e que são eternas; governe todos os seus desejos, desígnios, e pensamentos, todas as suas ações e conversas; como alguém que é incorporado dentro do véu, onde Jesus está sentado à direita de Deus. Wesley, John. A Circuncisão do Coração. Sermão Pregado na Igreja de St. Mary, Oxford, diante da Universidade. 1 o. Janeiro de 1733.

14

15


Carregar ppt "Filipenses 3:1-5 1 Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é cansativo para mim e é uma segurança."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google