A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Renato dos santos de Jesus. GEOGRAFIA NO VESTIBULAR A prova de geografia exige do candidato maior conhecimento da realidade mundial. Seis pontos devem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Renato dos santos de Jesus. GEOGRAFIA NO VESTIBULAR A prova de geografia exige do candidato maior conhecimento da realidade mundial. Seis pontos devem."— Transcrição da apresentação:

1 Renato dos santos de Jesus

2 GEOGRAFIA NO VESTIBULAR A prova de geografia exige do candidato maior conhecimento da realidade mundial. Seis pontos devem ser observados. O primeiro está ligado à questão agrária do Brasil. A estrutura fundiária e as principais áreas de conflito (destaque para o Pontal do Paranapanema, SP). O segundo ponto envolve as causas e conseqüências da desigualdade social e da violência urbana. A questão ambiental (degradação da natureza) e o desenvolvimento sustentável fazem parte do terceiro foco de estudos. Os outros três pontos são a globalização (blocos econômicos e as conseqüências para os países não-industrializados), o crescimento demográfico e os domínios morfoclimáticos (relação entre geologia, relevo, solo, hidrografia, vegetação e clima).

3 Geografia no Vestibular Os assuntos atuais continuam sendo priorizados em Vestibulares. Temas como: crise energética, etanol, pré-sal e energia eólica estão em alta. temas clássicos envolvendo eleições no Brasil, Venezuela no Mercosul e Coreia do Norte, além dos assuntos relacionados a economia mundial como a aparente saída de alguns países da crise americana, a União Europeia e a crise de Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha. as medidas tomadas para conter os efeitos da crise. E por que não a Copa do Mundo e as deficiências do Brasil nos aspectos aéreo e terrestres? Isso porque o país vive nos últimos anos uma crise no setor aéreo.

4 Dicas Importantes para o vestibular Desde o desastre na Ásia, o termo terremoto se popularizou e já faz parte do conteúdo de geografia e na mídia pelos recentes abalos que atingiram o Haiti, Chile e Japão. É provável que este ano o tema seja explorado pelas provas. As questões devem ser conceituais e abrangentes, sem o famoso decoreba. Podem relacionar os eventos atuais com os do passado e até com assuntos sociais. Então, fique ligado e atualizado!

5 Dicas Importantes Entenda o aquecimento Global, Efeito Estufa, conseqüências, aumento da temperatura mundial, degelo das calotas polares, gases poluentes, Protocolo de Kyoto, furacões, cliclones, desertos, clima, etc.

6 Introdução Todos os dias acompanhamos na televisão, nos jornais e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viu mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos. A Europa tem sido castigada por ondas de calor de até 40 graus centígrados, ciclones atingem o Brasil (principalmente a costa sul e sudeste), o número de desertos aumenta a cada dia, fortes furacões causam mortes e destruição em várias regiões do planeta e as calotas polares estão derretendo (fator que pode ocasionar o avanço dos oceanos sobre cidades litorâneas). O que pode estar provocando tudo isso? Os cientistas são unânimes em afirmar que o aquecimento global está relacionado a todos estes acontecimentos.ciclonesfuracões

7 Polêmicas Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aquecimento global está ocorrendo em função do aumento da emissão de gases poluentes, principalmente, derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, etc), na atmosfera. Estes gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes, de difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Este fenômeno ocorre, pois, estes gases absorvem grande parte da radiação infra-vermelha emitida pela Terra, dificultando a dispersão do calor.clima aquecimento globalgases poluentesgasolinaozôniodióxido de carbonometanomonóxido de carbono efeito estufagases

8 Causa e Conseqências O desmatamento e a queimada de florestas e matas também colabora para este processo. Os raios do Sol atingem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verifica suas conseqüências em nível global. desmatamentoSol

9 Conseqüências do aquecimento global Aumento do nível dos oceanos: com o aumento da temperatura no mundo, está em curso o derretimento das calotas polares. Ao aumentar o nível da águas dos oceanos, podem ocorrer, futuramente, a submersão de muitas cidades litorâneas; - Crescimento e surgimento de desertos: o aumento da temperatura provoca a morte de várias espécies animais e vegetais, desequilibrando vários ecossistemas. Somado ao desmatamento que vem ocorrendo, principalmente em florestas de países tropicais (Brasil, países africanos), a tendência é aumentar cada vez mais as regiões desérticas do planeta Terra; - Aumento de furacões, tufões e ciclones: o aumento da temperatura faz com que ocorra maior evaporação das águas dos oceanos, potencializando estes tipos de catástrofes climáticas; - Ondas de calor: regiões de temperaturas amenas tem sofrido com as ondas de calor. No verão europeu, por exemplo, tem se verificado uma intensa onda de calor, provocando até mesmo mortes de idosos e crianças. Brasilafricanosplaneta Terra

10 Protocolo de Kyoto Este protocolo é um acordo internacional que visa a redução da emissão dos poluentes que aumentam o efeito estufa no planeta. Entrou em vigor em 16 fevereiro de O principal objetivo é que ocorra a diminuição da temperatura global nos próximos anos. Infelizmente os Estados Unidos, país que mais emite poluentes no mundo, não aceitou o acordo, pois afirmou que ele prejudicaria o desenvolvimento industrial do paísEstados Unidos

11 Conferência de Bali Realizada entre os dias 3 e 14 de dezembro de 2007, na ilha de Bali (Indonésia), a Conferência da ONU sobre Mudança Climática terminou com um avanço positivo. Após 11 dias de debates e negociações. os Estados Unidos concordaram com a posição defendida pelos países mais pobres. Foi estabelecido um cronograma de negociações e acordos para troca de informações sobre as mudanças climáticas, entre os 190 países participantes. As bases definidas substituirão o Protocolo de Kyoto, que vence em 2012.IndonésiaONU mudanças climáticas

12 Conferência de Copenhague - COP-15 A 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima foi realizada entre os dias 7 e 18 de dezembro de 2009, na cidade de Copenhague (Dinamarca). A Conferência Climática reuniu os líderes de centenas de países do mundo, com o objetivo de tomarem medidas para evitar as mudanças climáticas e o aquecimento global. A conferência terminou com um sentimento geral de fracasso, pois poucas medidas práticas foram tomadas. Isto ocorreu, pois houve conflitos de interesses entre os países ricos, principalmente Estados Unidos e União Européia, e os que estão em processo de desenvolvimento (principalmente Brasil, Índia, China e África do Sul).

13 SIMULANDO O VESTIBULAR 1) A maior parte da energia usada hoje no planeta é proveniente da queima de combustíveis fósseis. O protocolo de Kyoto, acordo internacional que inclui a redução da emissão de CO2 e de outros gases, demonstra a grande preocupação atual com o meio ambiente. O excesso de queima de combustíveis fósseis pode ter como conseqüências: a) maior produção de chuvas ácidas e aumento da camada de ozônio b) aumento do efeito estufa e dos níveis dos oceanos. c) maior resfriamento global e aumento dos níveis dos oceanos. d) destruição da camada de ozônio e diminuição do efeito estufa. e) maior resfriamento global e aumento da incidência de câncer de pele.

14 SIMULANDO O VESTIBULAR Nos últimos 50 anos, as temperaturas de inverno na península antártica subiram quase 6 oC. Ao contrário do esperado, o aquecimento tem aumentado a precipitação de neve. Isso ocorre porque o gelo marinho, que forma um manto impermeável sobre o oceano, está derretendo devido à elevação de temperatura, o que permite que mais umidade escape para a atmosfera. Essa umidade cai na forma de neve. Logo depois de chegar a essa região, certa espécie de pingüins precisa de solos nus para construir seus ninhos de pedregulhos. Se a neve não derrete a tempo, eles põem seus ovos sobre ela. Quando a neve finalmente derrete, os ovos se encharcam de água e goram.

15 SIMULANDO A partir do texto acima, analise as seguintes afirmativas: I – O aumento da temperatura global interfere no ciclo da água na península antártica. II – O aquecimento global pode interferir no ciclo de vida de espécies típicas de região de clima polar. III – A existência de água em estado sólido constitui fator crucial para a manutenção da vida em alguns biomas. É correto o que se afirma: a) apenas em I. b) apenas em II. c) apenas em I e II. d) apenas em II e III. e) em I, II e III.

16 Questão UFBA Com base nos conhecimentos sobre meio ambiente e sua relação com as ações antrópicas, pode-se afirmar: (01) O conceito de desenvolvimento sustentável corresponde a um conjunto de ações e de estratégias econômicas, destinadas a promover o crescimento da riqueza e a melhoria das condições de vida, através de modelos capazes de evitar a degradação ambiental e a exaustão dos recursos naturais. (02) A atual redução da camada de ozônio na atmosfera e a formação das ilhas de calor nas metrópoles, provocadas pelas constantes inversões térmicas, são algumas das conseqüências produzidas pelo maior fenômeno climático do século, denominado de El Niño.

17 Questão UFBA (04) A crescente concentração de gases-estufa na atmosfera, especialmente do dióxido de carbono, resultante da queima de combustíveis fósseis e de florestas, dentre outros, provoca um aumento da retenção do calor irradiado pela Terra, elevando assim a temperatura média do Planeta. (08) A expansão térmica da superfície oceânica, que vem se registrando em várias partes do globo, tem contribuído para o aumento significativo do número de tempestades e dos ciclones tropicais em várias áreas, enquanto, em outras, tem-se constatado uma elevação do nível do mar.

18 Questão UFBA (16) O processo de desertificação natural que se instalou no sudeste do Estado do Rio Grande do Sul foi decorrente do uso predatório dos recursos naturais e da prática agrícola inadequada em regiões calcáreas, resultando na formação de extensos areais e campos de dunas, fruto de uma aridez localizada. (32) O desmatamento em grande escala pode produzir, numa região, vários impactos socioambientais, a exemplo do rebaixamento gradativo do aqüífero, com reflexos no abastecimento de água, no assoreamento dos rios, nas sucessivas inundações e na extinção de atividades extrativas vegetais, além de provocar o rompimento de cadeias alimentares, com sérias repercussões na agricultura.

19

20 A partir da análise da ilustração e dos conhecimentos sobre a questão ambiental no planeta e, particularmente, no Brasil, pode- se afirmar: (1)O efeito estufa é um fenômeno natural e fundamental para a vida na Terra, porém a sua intensificação, resultante do aumento das concentrações de CO2 e de outros gases provocados pelas atividades humanas, tem gerado, segundo alguns especialistas, o aquecimento global, com cenários previsíveis de mudanças climáticas. (02) Uma redução na produção de clorofluorcarbonos (CFCs) se tornou realidade após o compromisso assumido pelos países que assinaram o Protocolo de Montreal, apesar de não existirem estudos definitivos de que esses gases sejam os principais responsáveis pela destruição da camada de ozônio.

21 (04) A questão ambiental da Amazônia, com amplo debate em âmbito nacional quanto à exploração de sua biodiversidade, tem sido resolvida de forma responsável, conciliando desenvolvimento social e preservação ambiental. (08) Os impactos regionais decorrentes dos desmatamentos, aliados ao aquecimento global, produzem climas mais quentes e, possivelmente, mais secos, favorecendo a ocorrência de incêndios florestais e ampliando a vulnerabilidade dos ecossistemas tropicais.

22 (16) O reduzido aumento da taxa de agrotóxicos em comparação com o crescimento da taxa de fertilizantes, como registrado no gráfico, se deve, dentre outros fatores, a uma maior conscientização e mobilização mundial em torno da questão ambiental. (32) Os avanços tecnológicos, como a construção e o lançamento de satélites artificiais de sensoriamento remoto e o desenvolvimento da informática, tiveram papel fundamental na qualidade das pesquisas voltadas para os problemas ambientais. (64) A política eficiente de controle dos deslizamentos de terras existentes em Salvador, desde a época colonial, é resultado da atuação dos poderes públicos municipais, que vêm promovendo, nos últimos anos, o reflorestamento das encostas e vales da cidade.

23 Questões ufba Na atual época, da globalização, há uma interligação entre as economias de todas as nações, os capitais se movem em grande velocidade, bancos e empresas se associam e se fundem em diferentes países e continentes, e uma crise iniciada nos Estados Unidos, a economia mais poderosa do planeta responsável por cerca de um quarto de tudo que é produzido no mundo, afeta todos os mercados em questão de horas. (ZOCCHI; JONES, 2009, p. 100).

24 A partir dessas informações e dos conhecimentos sobre a crise econômica mundial e suas consequências, pode-se afirmar: (01) O fluxo intenso de produtos e serviços, a interdependência das economias dos países, a formação de blocos econômicos, como o MERCOSUL, são características da globalização. (02) A crise financeira do subprime devedores com histórico de inadimplência ou dificuldade de comprovação de renda, nos Estados Unidos, em meados de 2007, levou ao estouro da bolha imobiliária, que tomou dimensão internacional.

25 (04) O baixo nível dos estoques mundiais de alimentos, o acesso reduzido aos créditos e a possível ocorrência de elevação da temperatura do planeta em mais dois graus, nos próximos anos, poderão provocar a diminuição mundial de alimentos, particularmente na África, na Ásia e na América Latina. (08) Os países emergentes, como a China, a Índia e a Federação Russa, ficaram à margem da tormenta, mantendo seus mercados internos e externos em equilíbrio e suas economias em crescimento. (16) A economia brasileira ainda sofre os reflexos da crise, mesmo depois de vários meses de seu início, mas é consenso de que o Brasil foi um dos países menos afetado, de acordo com pareceres de organizações, como o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial e de alguns economistas do país

26 (32) A fase mais aguda da crise levou o Brasil a gastar as suas reservas em moeda forte, restringir o mercado externo, diminuindo significativamente o número de compradores, e estagnar o crescimento do PIB do país. (64) A crise econômico-financeira de 1929 e a eclodida em 2008 apresentam como semelhança o processo de especulação e como diferença, a rapidez de propagação entre os mercados, fenômeno específico da sociedade globalizada. UFBA/

27

28 Com base na sequência de acontecimentos apresentados e nos conhecimentos sobre as mudanças globais, pode-se afirmar: (01) A Revolução Industrial, ao longo do tempo histórico, abriu um período de profundas transformações ambientais que desaguaram na crise da noção de progresso, mas, por outro lado, possibilitou às sociedades humanas se adaptarem, aos poucos, às adversidades impostas pela natureza. (02) O efeito estufa representa um dos impactos ambientais de grande preocupação na atualidade e consiste na retenção de partículas de gases, em especial o CO2, do vapor dágua em suspensão na troposfera e do calor irradiado pela superfície, alterando gradativamente o ciclo hidrológico das regiões.

29 (04) A construção de grandes barragens nos cursos dos rios provoca impactos ambientais, iniciando-se pela migração da população e da fauna local, além de submergir extensas áreas outrora ocupadas, reduzindo o fluxo de água doce nas desembocaduras dos rios. (08) O aquecimento global tem ocasionado catástrofes naturais de grandes impactos, como terremotos, maremotos e tsunamis, que ocorrem em áreas geologicamente estáveis.

30 (16) A desertificação que vem ocorrendo no Brasil independe da interferência do homem, pois os solos estão mais expostos à erosão, aumentando, consequentemente, a evapotranspiração, o que provoca a redução do volume das chuvas e das amplitudes térmicas diárias. (32) A proliferação de várias doenças, causando muitas epidemias, em muitos casos, está associada às atuais modificações ambientais e, em especial, ao clima que, em consonância com certos hábitos, como a deposição do lixo a céu aberto, reforçam mais esse problema.


Carregar ppt "Renato dos santos de Jesus. GEOGRAFIA NO VESTIBULAR A prova de geografia exige do candidato maior conhecimento da realidade mundial. Seis pontos devem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google