A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O rico universo da TV por Assinatura Setembro de 2002.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O rico universo da TV por Assinatura Setembro de 2002."— Transcrição da apresentação:

1 O rico universo da TV por Assinatura Setembro de 2002

2 O brasileiro tem paixão por TV São 41 milhões de lares com TV (87%) Mais de 60 milhões de aparelhos em uso 1 e ½ aparelhos, em média, por domicílio 5 milhões de novos aparelhos à cada ano Ligados, em média, 5 Horas/05 Minutos

3 A paixão do brasileiro evoluiu com a TV por Assinatura As 1as. operações surgiram há dez anos Em 93, a Net e a TVA começaram a expansão Em 96, surgiram as TVs por satélite (DTHs) Foi a partir de 97 que as empresas internacionais (Fox, Turner, Sony, HBO, Discovery, etc) começaram a montar também os seus escritórios de comercialização publicitária

4 Essa evolução da TV passa pela audiência individual É nos Lares com TV Paga que existem mais aparelhos: 2.6 contra 1.5, da TV Aberta; Ao invés de 7 canais para o espectador, mais de 80 ficaram disponíveis; Mudaram os aparelhos, chegaram os decoders e o controle remoto passou a ser um item básico; O Ibope mudou o sistema e o people-meter; Os assinantes e o mercado anunciante começaram entender que é possível um outro tipo de TV.

5 A evolução da TV aproximou-a das Revistas (conceito da mídia) O perfil qualificado na TV mudou-se para as emissoras Pagas Velhos segmentos se expandiram: Filmes, Esportes, Jornalismo, Infantil,... Novos segmentos surgiram: Séries, Documentários, Étnicos, Comunitários, etc E a segmentação, até então típica da mídia impressa, tornou-se possível também na TV

6 TV por Assinatura Uma Banca Eletrônica

7 A Segmentação dos Canais da TV Paga Fonte: Pay TV Survey Maio/2002

8 TVs Pagas não são Revistas, mas podem funcionar semelhante É uma mídia voltada para um público alfabetizado, com alto poder aquisitivo

9 Classe Social Instrução Fonte: Ipsos-Marplan 9 mercados 1º semestre/2002

10 TVs Pagas não são Revistas, mas podem funcionar semelhante É uma mídia voltada para um público alfabetizado, com alto poder aquisitivo Que tem hábitos sofisticados de consumo

11 TV POR ASSINATURA Quem temQuem não tem Índice Tem/ Não tem Viaja freqüentemente6.63%1.90%349 Vai ao teatro2.19%0.6%365 Freqüenta shopping20.10%10.3%195 Consome vinho15.70%9.77%161 Consome whisky21.10%14.20%149 Internet (7 dias)45.30%12.80%354 Cinema (mês)31.90%8.99%355 Fonte: Ibope – TGI/ 2002

12 TVs Pagas não são Revistas, mas podem funcionar semelhante É uma mídia voltada para um público alfabetizado, com alto poder aquisitivo Que tem hábitos sofisticados de consumo Percebida como de caráter nacional

13 Mais de 160 cidades cobertas por Cabo/MMDS Mais de municípios, nas 5 regiões cobertas por DTH Fonte: Pay TV Survey Junho/2002

14 TVs Pagas não são Revistas, mas podem funcionar semelhante É uma mídia voltada para um público alfabetizado, com alto poder aquisitivo Que tem hábitos sofisticados de consumo Percebida como de caráter nacional Que pode falar com muita gente,...

15 ** ** TGI 11 Mercados (+ de 12 anos) * Fontes: * Nº de domicílios assinantes x Nº médio de pessoas/domicílio = x 3.5 Que pode falar com muita gente,... Total de espectadores

16 TVs Pagas não são Revistas, mas podem funcionar semelhante É uma mídia voltada para um público alfabetizado, com alto poder aquisitivo Que tem hábitos sofisticados de consumo Percebida como de caráter nacional Que pode falar com muita gente,... Mas que se caracteriza por falar com segmentos

17 Ranking de Alcance Mensal - 5 principais canais – AB (000) Canal A930. Canal B717. Canal C683. Canal D650. Canal E616. Crianças – 4 à 11 anos Universo: Canal A Canal B Canal C Canal D Canal E900. Jovens – 15 à 24 anos Universo: Adultos – + 18 anos Universo: Canal A Canal B Canal C Canal D Canal E Fonte: Ibope Telereport- Maio/2002 com projeção para 11 mercados

18 E um volume total de assinantes nos lares que já surpreende As 10 principais Revistas variam de 1.1milhão à 300 mil exemplares por semana / mês; Os 10 principais Jornais também variam de 400 à 130 mil exemplares ao dia; Os 10 principais canais de TV Paga variam de 3.4 milhões à 2 milhões de assinantes. Fonte: Mídia Dados 2002

19 Por que se assina uma TV? Para estar em dia com as últimas tecnologias Para obter uma melhor recepção Para ter entretenimento e informação de outros lugares PARA TER MAIS CANAIS DE TV Fonte: Ibope – TGI/ % 25.20% 34.40% 39.60%

20 Por que NÃO se assina uma TV? Não existe o serviço onde mora Não está interessado em receber canais adicionais Não está interessado em TV O equipamento que possuo é incompatível É MUITO CARO Fonte: Ibope – TGI/ % 12.90% 14.30% 17.50% 48.30%

21 É que o espaço ocupado pela TV Paga é de quem fala com a elite Constelação das mídias - A posição de cada "estrela" é a mediana de sua composição nos eixos "idade" e "classe econômica Fonte: Ipsos Marplan – mercados

22 Como há muita concentração, é uma elite com um enorme poder aquisitivo Fonte: PNAD/ IBGE – 1999

23 É uma elite mais conectada com o mundo e com o meio ambiente Quem tem Quem não tem Índice Tem/ Não tem Eu me interesso por acontecimentos internacionais 46.60%42.50%109 Gosto de viajar e conhecer lugares exóticos60.10%52.40%114 Sou interessado na cultura de outros países33.70%29.40%114 Reciclo papel/ vidro/ tintas/ etc.19.50%18.20%107 Eu seria voluntário em organ. ambiental35.90%29.30%108 Fonte: Ibope – TGI/ 2002

24 Quem paga a TV se importa mais com as novidades da tecnologia Quem temQuem não tem Índice Tem/ Não tem Computador (posse)58.60%17.30%339 Computador (usuário)67.50%26.80%252 Impressora50.70%13.40%378 Filmadora27.90%6.59%423 Fonte: Ibope – TGI/ 2002

25 Quem paga a TV consome mais no geral Gastos médios por meio/ mês Telefone TVA92,80 RA93,10 JO99,90 RE102,00 TVP120,00 Fonte: Ibope – TGI/ 2002

26 Quem paga a TV consome mais no geral Gastos médios por meio/ mês Fonte: Ibope – TGI/ 2002 Telefone Lojas de departamento TVA92,80193,00 RA93,10185,00 JO99,90193,00 RE102,00192,00 TVP120,00207,00

27 Quem paga a TV consome mais no geral Gastos médios por meio/ mês Telefone Lojas de departamento Shopping TVA92,80193,00198,00 RA93,10185,00199,00 JO99,90193,00204,00 RE102,00192,00208,00 TVP120,00207,00214,00 Fonte: Ibope – TGI/ 2002

28 Quem paga a TV gasta mais no cartão de crédito Fonte: Ibope – TGI/ 2002 Posse de cartão (%) Ind. X TVA TVA41,00100 RA42,40103 JO47,20115 RE48,80119 TVP55,60136 Posse de cartão (%) Ind. X TVA Conta média mês (R$) Ind. X TVA TVA41, ,00100 RA42, ,00102 JO47, ,00103 RE48, ,00105 TVP55, ,00131

29 AB, estuda, pratica esportes, internet, vai ao cinema e shopping Classe AB e não fazem parte dos grupos acima Quem paga a TV não é tanto um público mas um estilo de pessoa Alta Renda Formador de Opinião Pais Executivos Culto/ Intelectual Demais Classe AB Aventureiro Vaidoso / Estilo Jovem Antenado Renda familiar mais alta (R$ ,00 ou mais) AB, multimídia, dá conselho aos amigos, viagens, acontecimentos internacionais, estilo, moda, sai muito de casa para lazer 3º grau ou +, ocupam cargo de gerência ou diretoria AB, com crianças entre 0 e 5 anos AB, 18 anos ou +, pratica esportes, viaja com freqüência por lazer, gosta de correr riscos 3º grau ou +, freqüenta eventos culturais, teatro ou lê livros com freqüência AB, 18 anos ou +, moda, estilo, beleza, cosméticos, aparência

30 São 33% da População, que representam 62% da Renda Familiar R. Familiar Média/Mês em 11 mercados R$ 1.929, (IND 100) Alta Renda Formador de Opinião/Dinâmico Executivos Pais AB c/ filhos (até 5 anos) Jovem Antenado Culto/ Intelectual Aventureiro/ Esportista Vaidoso / Estilo Demais Classe AB = 1022 = 340 = 335 = 272 = 269 = 260 = 243 = 242 = 209 R$ , R$ 6.565, R$ 6.461, R$ 5.251, R$ 5.182, R$ 5.008, R$ 4.690, R$ 4.662, R$ 4.032, Fonte: Ibope TGI

31 A TV Paga tem tanta variedade de gêneros quanto as Revistas Séries & Filmes50% Infanto/ Juvenis39% Jornalismo/ Informativo 32% Esportivo32% Documentário29% Atualidades44% Adolescentes/ Música 28% TV/ Sociedade22% Feminina15% Autos13% TV Paga Revista Fonte: Ibope TGI Jovens Antenados - Penetração

32 Jornalismo/ Informativo 48% Documentário44% Séries & Filmes41% Entretenimento/ Variedades 25% Esportivo23% Atualidades51% Feminina30% TV/ Sociedade26% Economia/ Negócios 19% Informática15% TV Paga Revista Fonte: Ibope TGI Executivos - Penetração A TV Paga tem tanta variedade de gêneros quanto as Revistas

33 Séries & Filmes78% Jornalismo/ Informativo 69% Documentário68% Esportivo50% Entretenimento/ Variedades 48% Atualidades 73% TV/ Sociedade39% Feminina33% Autos28% Turismo23% Economia23% TV Paga Revista Fonte: Ibope TGI Alta Renda - Penetração A TV Paga tem tanta variedade de gêneros quanto as Revistas

34 A TV Paga tem mais Afinidade nos targets mais exclusivos TVPTVAREVJORRA Alta Renda Formador de Opinião Jovem Antenado Executivos Aventureiro / Esportista Culto/ Intelectual Vaidoso / Estilo Pais (AB, filhos até 5 anos) Índices: Fonte: Ibope TGI - Maio/02

35 Fonte: Ibope TGI – 2002 – S.Paulo Objetivo: comparar Alcances na Classe AB Referências: TV Aberta, TV por Assinatura, Revistas e Jornais Simulação dos dois principais veículos de cada meio de comunicação - em São Paulo (Assistiu ou Leu na última semana)

36 Alcance por Meio – Classe AB Assistiu ou Leu na última semana Base Ibope TGI – 2002 São Paulo

37 + 16% Melhorias do Alcance com a TV Paga S. Paulo – Classe AB Fonte: Ibope TGI – 2002 Quem Assistiu ou Leu na última semana TV AbertaTV Aberta + TV Paga JornalJornal + TV Paga RevistaRevista + TV Paga + 36% + 24%

38 Acréscimo de Alcance por targets especiais TV Paga + Revistas - S. Paulo – Classe AB Base Ibope TGI – 2002 Assistiu ou Leu na última semana Índice 100 = Alcance de Revistas

39 Mas como programar a TV Paga? Ela tem um ótimo Alcance que flui de forma mais lenta que na TV Aberta Isso resulta em maior Continuidade E, felizmente, numa maior Freqüência

40 Alcance Mensal – Aberta x Paga Fonte: Ibope Telereport - Maio/02 / SP e RJ Base: Lares com TV por Assinatura

41 Mas como programar a TV Paga? 2 Como as audiências são mais fragmentadas, recomenda-se pensar em blocos de emissoras com critérios de gêneros e de afinidade Usar diferentes faixas horárias adequadas, também contribui para um melhor Alcance

42 Alcance Mensal por Gênero Base Ibope Telereport - Maio/02

43 Por que misturar com a TV Aberta? Oferece o reforço de Freqüência que faltava Permite maior Continuidade da campanha Maior maleabilidade para outras Durações Tem uma enorme Flexibilidade para realçar a idéia da campanha, para se aproximar da imagem do Canal, do conteúdo do programa, para criar promoções com os espectadores, com os assinantes, os revendedores, etc.

44 Uma enorme variedade de Formatos para reforçar a Freqüência e o Impacto Não há limitação de tempo; Programetes são criados sob encomenda; Há total Flexibilidade para Vinhetas, Inserts, Tops, Lettering, Caracterizações, etc; Possíveis ações no Break ou dentro do ambiente do programa; O Produto pode se envolver no nome do programa, num ciclo, numa série, etc.

45 Fontes: ABTA e Pay TV Survey - Maio/02 A TV Paga preservou os seus assinantes, apesar de todas as dificuldades da economia

46 O que esperar do futuro próximo? Os três cenários da Pay TV Survey Pessimista = vai à milhões de lares - cresce 34% nos próximos 5 anos (35%) Base = vai à milhões de lares – cresce 58% nos próximos 5 anos (50%) Otimista = vai à milhões de lares – cresce 95% nos próximos 5 anos (15%) Fonte: Pay TV Survey – nº 63- Maio/2002

47 A TV por Assinatura, independente dos cenários, já é uma opção considerável Tem seu foco na Classe AB, portanto briga mais direto com a Mídia Impressa; Os custos absolutos e relativos tem total competitividade para a disputa; É uma ótima alternativa à Revistas, até mesmo quando não se dispõe de um filme produzido.

48 Considerações sobre o share de mercado: TV Paga versus Revistas A TV Paga é tão TV quanto a Aberta, só que, enquanto mídia, funciona como Revistas: - é basicamente nacional -voltada para a parcela com maior poder aquisitivo - e que fala profundamente com os segmentos Nesse sentido e frente aos dados quantitativos e qualitativos, consideramos que seria justo um share de publicidade mais próximo à Revistas; A participação da TV por Assinatura em 2001 (1.5%) versus 10.5% de Revistas, base Intermeios, é um indicador de que ela ainda pode crescer muito.

49 Investimento publicitário dos 10 principais setores econômicos – RE x TVP Setor Participação TV PagaRevista Comércio/ Varejo1%8% Serviços ao consumidor1%13% Cultura, Lazer, Esporte e Turismo1%12% Mercado financeiro/ Seguros2%14% Serviços públicos/ Sociais2%5% Mídia7%15% Mercado imobiliário-1% Telecomunicações4%11% Veículos, Peças e Acessórios4%25% Bebidas2%6% Fonte: Agências & Anunciantes/ bope Monitor/ 2001

50 O Rico Universo da TV por Assinatura - Conclusões A TV Paga é mais um capítulo da grande paixão do brasileiro pela TV; Além de oferecer um bom Alcance, a TV Paga se caracteriza por ampliar a Freqüência e a Continuidade; A TV Paga possibilita um reforço junto ao segmento superior de consumo, o que garante sempre as maiores vendas e as melhores margens;

51 O Rico Universo da TV por Assinatura – Conclusões 2 Ela representa uma mudança no comportamento do consumidor e valoriza as posturas mais modernas do marketing, ao possibilitar a segmentação, tratando o indivíduo não como um número, mas como uma pessoa com hábitos e padrões diferenciados; Ela é segmentada, fala com pessoas qualificadas, com hábitos e estilos diferentes; daí oferecer menor dispersão da mensagem.

52 O Rico Universo da TV por Assinatura – Conclusões 3 A penetração da TV por Assinatura nos Lares brasileiros (3.5 milhões – igual 35% dos lares da Classe AB), já é bastante expressiva frente aos padrões da mídia impressa (Total de pessoas, Custos Absolutos, Custos Relativos), tanto como mídia nacional, quanto mídia local.

53 O Rico Universo da TV por Assinatura – Conclusões 4 Ela não é melhor (nem pior) do que os demais meios de comunicação - é uma alternativa segmentada - que disputa as verbas de comunicação e mídia; Ela representa uma alternativa mais contemporânea de atingir um público seleto, com maior envolvimento do consumidor, maior direcionamento para quem decide e menor dispersão da verba.

54 O Rico Universo da TV por Assinatura – Conclusões Finais Nesse sentido, representa uma opção de maior VALOR, ao oferecer um encanto que só a Mídia Eletrônica propicia, com toda a segmentação característica da Mídia Impressa; Frente ao cenário atual, a indústria da TV por Assinatura define como Meta: Alcançar 4% de share até 2007

55 Visite o nosso site: Fim


Carregar ppt "O rico universo da TV por Assinatura Setembro de 2002."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google