A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Evolução do Mercado e Rumos da Supervisão de Resseguros no Brasil Natalia Loureiro DIRAT/CGPRO/CORES SUSEP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Evolução do Mercado e Rumos da Supervisão de Resseguros no Brasil Natalia Loureiro DIRAT/CGPRO/CORES SUSEP."— Transcrição da apresentação:

1 Evolução do Mercado e Rumos da Supervisão de Resseguros no Brasil Natalia Loureiro DIRAT/CGPRO/CORES SUSEP

2 Sumário  Introdução  Estatísticas do mercado ressegurador brasileiro pós-monopólio  Supervisão do resseguro no Brasil  Desafios para a Susep 2

3 Introdução  Marco regulatório: Lei Complementar nº 126/2007 Abertura do mercado de resseguros brasileiro. Atribuição à Susep da fiscalização das operações de resseguro, retrocessão e de sua intermediação. 3

4 Estatísticas do Mercado Ressegurador Brasileiro Pós-Monopólio Empresas cadastradas na Susep Resseguradores Locais10 Resseguradores Admitidos29 Resseguradores Eventuais61 Corretoras de Resseguro33 Fonte: Site da Susep junho/2012 4

5 Cadastramento de Resseguradores Fonte: Site da Susep, junho/2012 5

6 Cadastramento de Corretores de Resseguro Fonte: Site da Susep, junho/2012 6

7 Volume de Prêmios – Mercado Segurador Fonte: SES 7

8 Volume de Prêmios Cedidos em Resseguro Fonte: FIP-Susep 8

9 Prêmios Cedidos em Resseguro Fonte: FIP-Susep 9

10 Prêmios Cedidos por Tipo de Ressegurador  Locais  Admitidos  Eventuais Fonte: FIP-Susep 10

11 Prêmios Cedidos a Resseguradores Locais Fonte: FIP-Susep 11

12 Prêmios Cedidos a Resseguradores Admitidos Fonte: FIP-Susep 12

13 Prêmios Cedidos a Resseguradores Eventuais Fonte: FIP-Susep 13

14 Supervisão do Resseguro pela Susep  Reconhecimento da importância da atividade.  Diferentes áreas e atribuições: CGRAT, CGPRO, CGSOA, CGFIS.  Foco em instrumentos regulatórios eficientes. 14

15 Supervisão do Resseguro pela Susep  Ações em curso Revisão dos quadros do FIP. Registro eletrônico de contratos de resseguro. Subcomissão atuarial de resseguros. Grupo de trabalho interno. 15

16 Desafios para a Susep  Maior interação com órgãos supervisores de outros países.  Especialização do corpo funcional.  Alinhamento às práticas internacionais, observando as particularidades do mercado brasileiro.  Desenvolvimento de formas de avaliação da adequação dos programas de resseguro.  Supervisão intragrupo. 16

17 Contato Natalia Loureiro Coordenação de Resseguros e Estudos Atuariais (CORES) Coordenação Geral de Produtos (CGPRO) Diretoria de Autorizações (DIRAT) Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) 17


Carregar ppt "Evolução do Mercado e Rumos da Supervisão de Resseguros no Brasil Natalia Loureiro DIRAT/CGPRO/CORES SUSEP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google