A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2004-2007 1º Ciclo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2004-2007 1º Ciclo."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL º Ciclo

2 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL VIDEOCLIPE – Grupo Corpo de Letra

3 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO SINAES - Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído pela Lei nº , de 14 de abril de –O SINAES tem como objetivo assegurar o processo nacional de avaliação das instituições de educação superior, cuja implementação é coordenada pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES) PAAI – Programa de Auto-Avaliação Institucional obedece às orientações e os princípios do SINAES [aprovado e recomendado pelo INEP e CONAES em 22 de agosto de 2005] Sob a responsabilidade da CPA e das CSA (Portaria 453 GR 2004) –O Programa de Auto-Avaliação Institucional está previsto em três ciclos. O 1º Ciclo está focado na leitura interna das políticas e práticas institucionais; O 2º Ciclo aprofunda a coleta de dados sobre a percepção e satisfação da comunidade universitária e amplia a participação dos segmentos da UFSC; incide verticalmente nas potencialidades e fragilidades identificadas O 3º Ciclo retoma o processo e inclui a participação da comunidade externa no processo avaliativo;

4 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1º Ciclo do PAAI MOMENTOS DO 1º CICLO DO PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (PAAI) DA UFSC.

5 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CONCEPÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO O PAAI-UFSC é uma iniciativa inédita no sentido de um processo de auto-avaliação institucional. –Tem o propósito promover uma cultura de avaliação subjacente às estruturas e ações da instituição. –Pode ser um instrumento de promoção do melhoramento da qualidade acadêmica, da intensificação das interações humanas, do fortalecimento da missão institucional e do engajamento dos diferentes segmentos da comunidade universitária. –Caracteriza-se como um processo contínuo e dinâmico, com a participação dos diversos segmentos da instituição As ações de sensibilização da comunidade universitária iniciaram- se em 14 de junho de 2004, quando foi constituída a CPA e se intensifica a contar de maio de 2006.(Metodologia de Comunicação Educativa).

6 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL VALIDAÇÃO DOS INSTRUMENTOS Processos Sensibilização da comunidade acadêmica Desenvolvimento de um sistema eletrônico para coleta de dados –SECOD e do Sistema de Consulta aos Resultados (SCR), (pareceria NPD e INE) Elaboração e validação dos instrumentos de coleta –cinco formulários eletrônicos, relativos às dez dimensões do SINAES (customizados) –Consulta à comunidade universitária no sistema eletrônico (questões objetivas e subjetivas) –Análise de documentos oficiais e entrevistas não estruturada com gestores

7 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Procedimentos metodológicos para coleta e análise de dadosProcedimentos metodológicos para coleta e análise de dados Instrumentos : Formulário eletrônico, entrevistas, análise documentalFormulário eletrônico, entrevistas, análise documental Questões por dimensão e respostas referenciadas em uma escala tipo likert: Péssimo, Fraco, Regular, Bom, Ótimo, Não se aplica e Desconheço.Questões por dimensão e respostas referenciadas em uma escala tipo likert: Péssimo, Fraco, Regular, Bom, Ótimo, Não se aplica e Desconheço.Fontes: Comunidade acadêmica: Professores, Estudantes, Gestores, Servidores Técnicos Administrativos.Comunidade acadêmica: Professores, Estudantes, Gestores, Servidores Técnicos Administrativos. Documentos oficiais. (PPI, PDI, relatório de gestão 2005 e 2006 outros setoriais)Documentos oficiais. (PPI, PDI, relatório de gestão 2005 e 2006 outros setoriais)

8 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PARTICIPAÇÃO VOLUNTÁRIA

9 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DADOS COLETADOS Dados coletados pelo SICOD Dados objetivos : têm caráter quantitativo em termos de freqüência de respostas nas opções “Péssimo, Fraco, Regular, Bom, Ótimo, Não se Aplica, Desconheço”; Dados subjetivos : depoimentos manifestados nos campos abertos dos formulários. Os depoimentos feitos pelos respondentes foram separados em unidades de análise, por dimensão, observando-se a recorrência das opiniões coletadas. (Aspectos negativos e aspectos positivos) Dados documentais: permitem identificar as proposições institucionais, e suas presença/ausência do aspecto avaliado na instituição. Função de espelhamento entre a formalização das políticas e as práticas observadas pela comunidade universitária

10 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Procedimentos metodológicos para análise de dadosParâmetros

11 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Parâmetros e critérios ALTAMENTE SATISFEITO - quando o somatório do percentual de respostas “bom e ótimo” é maior ou igual a 75%; SATISFEITO - quando o somatório do percentual de respostas “bom e ótimo” é maior ou igual a 50% e menor que 75%; REGULARMENTE SATISFEITO - quando nem o somatório do percentual de respostas “bom e ótimo” e nem de “péssimo e fraco” é maior que 50%; INSATISFEITO - quando o somatório do percentual de respostas “Péssimo e Fraco” é maior ou igual a 50% e menor que 75%; Os itens não se aplica e desconheço revelaram situações não só de caráter seletivo, mas mereceram atenção e reflexões singulares

12 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Organização de dados 1. Potencialidades Organizados em categorias conceituais: Organizados em categorias conceituais: Competências, Motivação, Oportunidades, Programas Institucionais, Infra-estrutura Competências, Motivação, Oportunidades, Programas Institucionais, Infra-estrutura 2. Fragilidades Organizados pelas dez dimensões do programa : Organizados pelas dez dimensões do programa : políticas institucionais, políticas de pessoal, Infra-estrutura políticas institucionais, políticas de pessoal, Infra-estrutura responsabilidade social, políticas estudantis, organização e responsabilidade social, políticas estudantis, organização e gestão, comunicação, sustentabilidade financeira, missão e perfil, avaliação gestão, comunicação, sustentabilidade financeira, missão e perfil, avaliação

13 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Análise Triangulação de dados: Objetivos, subjetivos e documentais. Triangulação de dados: Objetivos, subjetivos e documentais. DISPONIBILIZAÇÃO DE DADOS 1.Minuta 2. Relatório Executivo 3. Relatório Completo com os Apendices de Análise por Dimensão Impresso, em E-Book, no Site e no SCR

14 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SOCIALIZAÇÃO DE RESULTADOS Em dezembro de 2006, iniciou-se a divulgação dos primeiros resultados em três reuniões (reitoria, diretores de Unidades de ensino e coordenadores de cursos, chefes de departamentos. Realização CPA e CSAs. Em julho de 2007 foram disponibilizados os dados em forma de Relatório do 1º Ciclo do PAAI-UFSC, à sociedade em impresso, mídia, e no site, e encaminhado a todos os setores da UFSC. A minuta foi postada no sistema de avaliação intitucional do INEP e todos os demais documentos encaminhados na forma impressa e em mídia ao INEP e a CONAES. No site a comunidade universitária tem acesso ao Sistema de Consulta aos Resultados (SCR), aos dados objetivos no modo setorizado (por curso, por departamento, por centro, por setor e por segmento)www.paai.ufc.br

15 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SISTEMA DE CONSULTA AOS RESULTADOS SEGMENTOTotal Número de Participantes % de Participação Estudantes de graduação ,53 Estudantes de pós-graduação ,78 Professores ,73 Servidores técnico-administrativos ,16 Gestores** ,27

16 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL META-AVALIAÇÃO Com o propósito de colher percepções da comunidade universitária a respeito do 1º Ciclo do Programa de Auto- Avaliação Institucional é criado um Sistema de Meta- Avaliação do PAAI (SMA). O formulário eletrônico de avaliação contém questões que abordam o Sistema Eletrônico da Coleta de Dados, o Relatório do 1º Ciclo e os produtos de comunicação utilizados no processo de sensibilização.

17 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Momento atual Socialização e apropriação dos dados, coleta de proposições e meta-avaliação A implementação das etapas do 1º Ciclo de auto-avaliação institucional têm a coordenação geral da CPA e setorizada pelas Comissões Setoriais de Avaliação. Para que este ciclo se finalize é necessário que as Unidades de Ensino e os setores da UFSC se apropriem dos resultados e levantem recomendações em âmbito setorial e institucional O processo proposto: Analisar as potencialidades em nível setorial; Analisar as fragilidades em nível setorial; Levantar recomendações para melhoria do ensino, pesquisa, extensão e gestão, em cada setor; Propõe-se a realização de estudos em grupos de trabalho, oficinas e seminários. –Sugere-se a diferentes momentos de trabalho em nível setorial, tendo o cuidado de documentar o resultado das discussões. Encaminhar à CPA o relatório das discussões observando as orientações básicas indicadas nas planilhas

18 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Plano de Socialização de Resultados Identificação de Potencialidades e Fragilidades em nível setorial Potencialidades Fragilidades Levantamento de Recomendações em nível institucional Planilha de Recomendações referente às Potencialidades Planilha de Recomendações referente às Fragilidades Apreciação crítica do 1º Ciclo do PAAI-UFSC Planilha de Meta-Avaliação Cronograma

19 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DE RECOMENDAÇÕES PARA INTENSIFICAR AS POTENCIALIDADES EM NÍVEL SETORIAL AÇÕES POTENCIALIDADES ÂMBITO INSTITUCIONAL (UFSC) ÂMBITO DA UNIDADE (Centro de Ensino) ÂMBITO DA SUBUNIDADE (Depto, curso, setor) Competências Motivação Oportunidades Programas Institucionais Infra-estrutura Deve ser realizada com base nas cincos categorias: competências, motivação, oportunidades, programas Institucionais e infra-estrutura

20 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DE RECOMENDAÇÕES PARA SUPERAR R AS FRAGILIDADES EM NÍVEL SETORIAL AÇÕES DIMENSÕES ÂMBITO INSTITUCIONAL (UFSC) ÂMBITO DA UNIDADE (Centro de Ensino) ÂMBITO DA SUBUNIDADE (Depto, curso, setor) 1. Políticas Institucionais 2. Políticas de Pessoal 3. Infra-estrutura 4. Responsabilidade Social 5. Políticas Estudantis 6. Organização e Gestão 7. Comunicação 8. Sustentabilidade Financeira 9. Missão e Perfil 10. Avaliação Para a identificação das Fragilidades Institucionais foram consideradas as dez dimensões do Programa de Auto- Avaliação da UFSC, conforme o SINAES:

21 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL APRECIAÇÃO CRÍTICA DO 1º CICLO DO PAAI/UFSC APRECIAÇÃO CRÍTICA DO 1° CICLO DO PAAI/UFSC PONTOS FORTESPONTOS FRACOS SUGESTÃO DE TEMAS PARA OS PRÓXIMOS CICLOS

22 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Apreciação crítica do 1º Ciclo do PAAI-UFSC Durante o processo de apropriação dos dados sugere-se, também, que a comunidade universitária participe da Meta- Avaliação no sistema eletrônico (SMA) disponibilizado no site

23 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Cronograma Enviar planilhas de sugestões - até de setem de 2008 Avaliação Externa deverá ocorrer a partir de julho de 2008 Renovação das comissões e planejamento d o 2º ciclo - setembro de 2008F Finalização do 1º ciclo e lançamento do 2º, outubro de 2008

24 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Responsabilidades CPA :20 Representantes das unidades de ensino e setores (Relatório executivo pg 56) CSAs: 98 representantes das unidades de ensino setores pgs (Relatório executivo 62 e 63) Equipe CPA Araci Hack Catapan (Coordendora da CPA) Marcia Mafra da Silva-PREG (secretaria 40h) Ana Carine Montero-PREG (comunicação 20h) Luis Lindner (bolsista 1) Larissa Liana Garcia Moraes (bolsista 2) Sala 6 PREG fone Site

25 Ano 2008 – CPA PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL


Carregar ppt "PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2004-2007 1º Ciclo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google