A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento Sustentável Nome: Ana Oliveira Turma: 11ºH Escola: Escola Secundária Serafim Leite Disciplina: Área de Integração Professor: João Mesquita.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento Sustentável Nome: Ana Oliveira Turma: 11ºH Escola: Escola Secundária Serafim Leite Disciplina: Área de Integração Professor: João Mesquita."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento Sustentável Nome: Ana Oliveira Turma: 11ºH Escola: Escola Secundária Serafim Leite Disciplina: Área de Integração Professor: João Mesquita

2 Introdução Neste trabalho irei falar o que é a sustentabilidade, mas também sobre a sustentabilidade ambiental, económica e social, e a forma como ambas estão interligadas e também como estão ligadas ao tema central.

3 Sustentabilidade o que é? A sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que apontam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja a sustentabilidade está diretamente relacionada com o desenvolvimento económico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro.

4 Em que aspetos divide-se o conceito de sustentabilidade? O conceito de sustentabilidade abrange sete aspectos ou dimensões principais, a saber: Sustentabilidade Social: melhoria da qualidade de vida da população, na equidade da distribuição de rendas e de diminuição das diferenças sociais, com participação e organização popular; Sustentabilidade Económica: públicos e privados, regularização do fluxo desses investimentos, compatibilidade entre padrões de produção e consumo, equilíbrio de balanço de pagamento, acesso à ciência e tecnologia; Sustentabilidade Ecológica: o uso dos recursos naturais para minimizar danos nos sistemas de sustentação de vida, como por exemplo: redução dos resíduos tóxicos e da poluição, reciclagem de materiais e energia, conservação, tecnologias limpas e de maior eficiência e regras para uma adequada proteção ambiental; Sustentabilidade Cultural: respeito pelos diferentes valores entre os povos e incentivo a processos de mudança que acolham as especificidades locais;

5 Em que aspetos divide-se o conceito de sustentabilidade? Sustentabilidade Espacial: equilíbrio entre o rural e o urbano, equilíbrio de migrações, desconcentração das metrópoles, adoção de práticas agrícolas mais inteligentes e não agressivas à saúde e ao ambiente, manuseamento sustentado das florestas e industrialização descentralizada; Sustentabilidade Política: no caso do Brasil, a evolução da democracia representativa para sistemas descentralizados e participativos, construção de espaços públicos comunitários, maior autonomia dos governos locais e descentralização da gestão de recursos; Sustentabilidade Ambiental: conservação geográfica, equilíbrio de ecossistemas, erradicação da pobreza e da exclusão, respeito aos direitos humanos e integração social. Abarca todas as dimensões anteriores através de processos complexos.

6 O que é? Viver em sustentabilidade é usufruir daquilo que cada um de nós tem sem prejudicar as gerações futuras. Ser sustentável é usar unicamente o que é necessário, promover o melhor tanto para as pessoas, assim como para o meio ambiente. Para que a sociedade possa evitar um esgotamento dos recursos naturais, é necessário incentivar o crescimento económico de forma consciente, onde se priorizam a qualidade de vida das pessoas em relação ao meio ambiente, sempre a pensar em reduzir as matérias-primas, incentivando sempre a reciclagem e a reutilização. A sustentabilidade não é nada mais nada menos que uma conciliação entre a sociedade, crescimento económico e preservação ambiental. Sustentabilidade ambiental

7 Exemplos de desenvolvimento sustentável ambiental A reciclagem: com o reaproveitamento deste tipo de lixo, é uma forma de ajudar a não poluir o meio ambiente, e também gera rendas para empresas e trabalhadores. Reutilização da água por indústrias: gera economia de água para as empresas e evita o lançamento de água contaminada e poluída na natureza. Reflorestação: áreas que sofreram a retirada de vegetação podem ser reflorestadas para preservar o meio ambiente. O uso de fontes de energia renováveis e limpas: estas fontes de energia, além de evitar a poluição do ar causam pouco impacto ambiental. A energia solar (gerada pelo Sol) e eólica (gerada pela força do vento) são bons exemplos. Uso de procedimentos na agricultura que visem à preservação do solo. Neste sentido, a agricultura orgânica é um bom exemplo de desenvolvimento sustentável no campo.

8 Exemplos de desenvolvimento sustentável ambiental A deposição de equipamentos electrónicos, baterias e pilhas em locais apropriados para que empresas especializadas possam dar um destino correto a este material. Extracção de recursos minerais sem provocar impactos ambientais. Um bom exemplo é a extracção de petróleo em alto mar, que deve ser feita com extremo cuidado para não provocar acidentes ambientais (vazamento de petróleo, por exemplo). Extracção de recursos naturais de florestas (castanhas, por exemplo) de forma a não prejudicar a fauna e flora da região. Pesca controlada, principalmente de espécies marinhas que correm risco de extinção. Já existem vários procedimentos neste sentido, que estabelecem períodos específicos para a pesca de determinadas espécies de peixe. Desenvolvimento e uso de novas tecnologias capazes de reduzir a poluição emitida por veículos automotores. O carro eléctrico e o híbrido (funciona com energia eléctrica e combustível fóssil) é um bom exemplo.

9 Energias renováveis As energias renováveis são fontes inesgotáveis de energia ao qual são adquiridas através Natureza que nos rodeia, como por exemplo o Sol ou o Vento. Existem vários tipos de energias renováveis aos quais podem ser: Energia Solar A energia do Sol pode ser convertida em electricidade ou em calor, como por exemplo os painéis solares fotovoltaicos ou térmicos para aquecimento do ambiente ou de água; Energia Eólica A energia dos ventos que pode ser convertida em electricidade através de turbinas eólicas ou aerogeradores; Energia Hídrica A energia da água dos rios, das marés e das ondas que podem ser convertidas em energia eléctrica, como por exemplo as barragens; Energia Geotérmica A energia da terra pode ser convertida em calor para aquecimento do ambiente ou da água;

10 Reflorestação A reflorestação é a implantação de novas árvores e vegetação, em áreas que já eram naturalmente florestais e que por opção natural ou do homem, perderam as suas características originais. No âmbito deste tema são realizados por Portugal, mas também por todo mundo várias campanhas mas também projetos acerca deste tema, como por exemplo em Portugal o projeto da Semana a Plantar Portugal, que consiste em plantar árvores em jardins, florestas e parques para que todos possamos ter um ambiente mais verde mas também mais saudável.

11 Exemplos De cidades com práticas sustentáveis no Brasil João Pessoa - destaque na protecção de áreas ambientais. Extrema - preservação de áreas protegidas e conservação das águas. Curitiba - planeamento urbano voltado para a sustentabilidade. Paragominas - combate ao desmatamento. Santana do Paranaíba - cooperativa de catadores. Londrina - eficiente programa de colecta selectiva do lixo.

12 Barcelona (Espanha) - mobilidade urbana e grande uso de energia solar. Copenhaga (Dinamarca) - excelente infra-estrutura para o uso de bicicletas. Freiburg (Alemanha) - programas eficientes voltados para o uso racional de veículos automotores. Amesterdão (Holanda) - mobilidade urbana. Viena (Áustria) - prioridade para a compra de produtos ecológicos. Zaragoza (Espanha) - sistema eficiente voltado para a economia de água. Thisted (Dinamarca) - 100% uso de energia sustentável. Exemplos De cidades com práticas sustentáveis no mundo

13 Sustentabilidade Económica A sustentabilidade económica consiste na capacidade de produção, distribuição e utilização direta das riquezas produzidas pelo Homem. Relaciona-se com os variados conceitos em que definem desenvolvimento sustentável como por exemplo a sustentabilidade ambiental, social e política.

14 Sustentabilidade Económica, qual a sua importância? A sustentabilidade económica é extremamente importante para estabelecer um ambiente seguro para as gerações futuras. A camada de ozono está a diminuir lentamente, e devido a este problema o aquecimento global tem vindo a provocar tragédias ambientais muito graves, como por exemplo subidas de forma exagerada da temperatura, cheias, furacões e outros acontecimentos. O ser humano de hoje em dia está habituado ao uso do petróleo como combustível, mas é preciso olhar para frente e desenvolver tecnologias capazes de utilizar menos recursos naturais.

15 Exemplos EXPO 98, Lisboa, Portugal – Este empreendimento estabeleceu uma necessidade de projetar para em Portugal um país de inovação, tecnologia e progresso capaz de desenvolver e implementar um exemplo de desenvolvimento socioeconómico sólido e equilibrado. A área de 330 ha que serviu de base para este evento, resultou numa das maiores operações de regeneração urbana alguma vez realizadas no nosso país. O sucesso da Expo 98 e do mais recente Parque das Nações regista alguns aspetos relevantes para o contexto da relação energia/ambiente na dimensão urbana: o A introdução do conceito de uma estratégia energia/ambiente, passível de generalização numa abordagem à escala municipal; o O pensamento do conforto dos espaços interiores e exteriores segundo um princípio de complementaridade; o A significativa redução das emissões de CO 2 pela convergência de gestão estratégica da procura, pela avaliação das necessidades e racionalização dos consumos e pela introdução de infra-estruturas energéticas inovadoras; o A redução da potência limite instalada e das necessidades da procura; o A regeneração do exemplo da Expo como a demonstração prática de um potencial de aplicação de uma metodologia desta natureza e de um eventual fator de propagação de boas práticas; o O nascimento de uma nova sensibilidade profissional a este tema por parte dos agentes do desenvolvimento urbano.

16 Sustentabilidade Social O que é? A sustentabilidade social aponta o bem-estar da sociedade do hoje e do amanhã de igual forma. Num sentido amplo, a sustentabilidade social consiste em promover a igualdade na distribuição da renda, a igualdade de direitos, o que implica a construção de uma sociedade justa e inclusiva. Sustentabilidade social é o início de qualquer projeto de sustentabilidade económica ou ambiental que se respeite.

17 Sustentabilidade Social Em que consiste? A sustentabilidade social é um dos mais importantes setores para a mudança nos panoramas da sociedade. O modo de vida pós-capitalista levou não apenas o homem, mas também o próprio espaço urbano a degradações. A desigualdade social, o uso excessivo dos recursos naturais por uma parte da população enquanto a outra cresce de forma desigual são fatores que são extremamente combatidos no âmbito da sustentabilidade social. Pode-se afirmar que a sociedade obedece a relações internas com os outros setores de base da sociedade (acesso à educação, desenvolvimento das técnicas industriais, económicas e financeiras, além dos fatores de ordem político e ambiental). Como primeiro passo que devemos tomar para a resolução dos agravantes sociais é justamente a responsabilidade social e a agregação a sustentabilidade desses setores.

18 Exemplos No Brasil existe uma unidade responsável que é a Gerência Corporativa de Responsabilidade Social do Departamento de Relacionamento Institucional (GRES/DERIN), que criou um projeto onde porto o Brasil existiria a presença de correios. A presença de correios por todo o Brasil é importante porque a sua capacidade logística contribui para o desempenho do papel institucional de agentes de integração nacional. Estes atributos somados à vocação social, à meta de universalização dos serviços postais e à inclusão bancária, transformaram a empresa num dos principais atores nacionais de políticas públicas e ações de responsabilidade social. Os correios respondem à procura governamental e da sociedade de imensas formas.

19 Globalização Globalização pode ser definida como a intensificação das relações sociais à escala mundial, que ligam localidades distantes e onde os acontecimentos locais são modelados por eventos que ocorrem à distância. Globalização pode também ser definida como um conjunto de transformações na ordem política e económica mundial visível desde o final do século XX, trata-se de um processo de aprofundamento da integração económica, social, cultural e política, que tornou o mundo interligado, numa Aldeia Global.

20 Vantagens da globalização As vantagens são: a globalização foi muito importante no combate à inflação e ajudou a economia ao facilitar a entrada de produtos importados, o consumidor teve acesso aos produtos importados de melhor qualidade e mais baratos, assim como também teve acesso a produtos nacionais mais acessíveis e de melhor qualidade. Outra das vantagens é que a globalização atrai o investimento de outros países, traz desenvolvimento tecnológico, melhora o relacionamento com os outros países, potencia as trocas comerciais internacionais, e abre também as portas para as diferentes culturas.

21 Desvantagens da globalização Apesar de todas estas vantagens, a globalização também traz desvantagens como por exemplo: a concentração da riqueza, a maior parte do dinheiro ficxa nos países mais desenvolvidos e apenas 25% dos investimentos internacionais vão para as nações em desenvolvimento, o que faz com que dispare o número de pessoas que vivem em pobreza extrema. Alguns economistas afirmam que nas últimas décadas, a globalização e a revolução tecnológica e científica são as principais causas do aumento do desemprego.

22 Exemplos da globalização na música 30 Seconds to Mars Linkin Park Nirvana One Direction Avril Lavigne Justin Bibier

23 Exemplos da globalização na Alimentação e nas bebidas Mcdonals Burger King Starbucks Pepsi Coca-cola

24 Exemplos da globalização na Roupa e acessórios Pull&Bear Stradivarius Claires Bershka Springfield

25 A globalização e as empresas transnacionais ou multinacionais A Globalização da produção é dirigida em grande parte por empresas transnacionais, razão pela qual constituem um dos principais atores da globalização. Uma empresa transnacional consiste nas empresas que organizam os seus investimentos, a sua produção e a comercialização de mercadorias e serviços em mais do que um país. De uma forma mais rigorosa vários autores consideram que uma transnacional é aquela empresa que através do seu investimento direto no estrangeiro, controla e dirige subsidiárias num ou mais países para além daquele que está ligada.

26 Exemplos de empresas transnacionais ou multinacionais Pepsi Coca-cola Adidas Nestlé Philips

27 Conclusão Com este trabalho concluo que ambos os temas estão ligados, pois quando se fala de sustentabilidade ambiental temos que ter em conta as maneiras sustentáveis de proteger o planeta, mas também temos que ter em conta a economia do país ou seja a sustentabilidade económica que tem como objetivo preservar o futuro das próximas gerações, e por fim a ligação existente entre a sustentabilidade social com estas duas, é que ambas têm uma visão de pensamento a favor do ser humano.


Carregar ppt "Desenvolvimento Sustentável Nome: Ana Oliveira Turma: 11ºH Escola: Escola Secundária Serafim Leite Disciplina: Área de Integração Professor: João Mesquita."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google