A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais."— Transcrição da apresentação:

1 Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais

2 Nascimento de Louise Brown em 1978 Steptoe e Edwards A fertilização in vitro e transferência de embrião (FIV-TE) Tratamento dos casos de infertilidade tubária, ou seja, para aquelas pacientes em que as tubas uterinas estavam ausentes ou irreparavelmente obstruídas O aprimoramento das técnicas de FIV ampliou as suas indicações e permitiu o seu uso para o tratamento da infertilidade de outras etiologias. FIV

3 A fertilização in vitro, denominada "Bebê de Proveta", deve-se ao fato da fecundação do óvulo pelo espermatozóide ocorrer fora do corpo, em laboratório, ou seja, in vitro. Os embriões resultantes da fertilização in vitro são transferidos para o útero aproximadamente 72 horas após a captação de óvulos.

4 Etapas da fertilização in vitro e transferência de embriões 1.Indução da ovulação, para estimular amadurecimento de vários óvulos 2.Monitorização do crescimento folicular com ecografia transvaginal. 3.Coleta de óvulos por ecografia transvaginal (mediante analgesia, tempo médio 5 - 15 minutos). 4.Coleta do sêmen e capacitação espermática, no mesmo dia da coleta dos óvulos. 5.Inseminação in vitro: identificação e classificação dos óvulos com posterior inseminação com o sêmen capacitado. 6.Transferência de embriões para o útero materno, geralmente 3 dias após a fertilização. 7.Suporte da fase lútea 8.Diagnóstico de gestação.

5 Indutores de ovulação : Medicamentos utilizados para estimular a ovulação 1- Pode ser a base de citrato de clomifeno: - Clomid, Indux, Serophene Indução mais leve, indicado para problemas ovulatórios mais simples 2- Pode ser a base de Gonadotrofinas – FSH e LH - Gonal, Menopur Indução utilizada em casos mais severos em que o citrato de clomifeno não obteve resultados Podem causar dor, desconforto abdominal, inchaço, dores nos sérios, gases, dor de cabeça, enjôo, corrimento escuro, atraso menstrual

6 Indicações para FIV Obstrução tubária bilateral é a indicação clássica para FIV. Atualmente: Infertilidade devido a fator masculino, onde se consegue recuperar aproximadamente 1 milhão de espermatozóides após o preparo Infertilidade sem causa aparente. Todas as causas de infertilidade que não responderam a outros tipos de tratamento podem ser tratados pela fertilização in vitro e transferência de embriões.

7 INSEMINAÇÃO IN VITRO O líquido folicular aspirado chega ao embriologista para identificação e classificação da maturidade dos óvulos. A maturidade do óvulo é determinada pela morfologia do complexo cumulus- corona em sua volta e pela presença ou ausência de vesícula germinativa e primeiro corpúsculo polar. Os óvulos são classificados como imaturos ou em prófase, metáfase I e metáfase II ou maduros. Os óvulos maduros ficam algumas horas em cultura sendo então inseminados na proporção de aproximadamente 100 mil espermatozóides móveis para cada óvulo.

8 Quinze a 19 horas após a inseminação os óvulos são examinados ao microscópio em busca do sinal de fertilização (presença dos pró-núcleos masculino e feminino). Vinte e quatro horas após a inseminação observa-se a presença de pré-embriões, divididos em duas células. A transferência dos pré-embriões realiza-se 48 a 72 horas após a inseminação, com pré- embriões com quatro, oito ou mais células. A. 16 hs pós fertilização (zigoto) B. Com 2 células C. Com 4 células (48 hs) D. Com 8 células (72 hs) E.Fase de Blastocisto (5º dia)

9 Transferência de embriões Neste procedimento, similar a um exame ginecológico de rotina: -Coloca-se o espéculo na vagina e com um cateter adequado coloca-se os pré-embriões na cavidade uterina. -O catéter de transferência é extremamente delicado, existindo diversos modelos. - A transferência é indolor, portanto não necessita de anestesia ou analgesia. -Após o procedimento a paciente fica aproximadamente 30 minutos em repouso.

10 Resultados da FIV - TE Os índices de gestação com a FIV-TE são tão bons como os da natureza. Um casal fértil normal, com 20 anos, fazendo sexo regularmente, tem a cada mês em torno de 16% de chance de conceber. Com o procedimento FIV-TE, após a transferência de 3 embriões os índices de sucesso por ciclo de tratamento ficam, também, em torno de 20%-30%. Depois de quatro ciclos de tratamento o índice cumulativo de gestação chega a 50% por casal em média. A idade da mulher é fator importante nas taxas de gestação.

11 ICSI (Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides) Também é uma técnica de fertilização in vitro, pois a fertilização ocorre fora do corpo A técnica de Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides - ICSI, oferece um tratamento viável mesmo para os mais difíceis casos de infertilidade masculina. Utiliza-se um microscópio potente e micromanipuladores capazes de segurar um único óvulo na extremidade de uma delicada pipeta de sucção e através de outra pipeta promove-se a penetração do espermatozóide selecionado para dentro do óvulo.

12 Esse procedimento, embora complexo, é uma excelente alternativa para homens que antes deveriam ter no mínimo 1 milhão de espermatozóides móveis no ejaculado. A ICSI também possibilitou a fertilização de óvulos com espermatozóides que podem ser aspirados do epidídimo, técnica conhecida como MESA ou ainda diretamente dos testículos através de uma minúscula biópsia - TESA. A. À esquerda pipeta que segura o óvulo, à direita pipeta que irá injetar o espermatozóide (seta mostra espermatozóide dentro da pipeta injetora) B. Pipeta injetora penetrando no óvulo C. Pipeta injetora dentro do óvulo D. Pipeta injetora sendo retirada do óvulo E.Óvulo após a injeção

13

14

15

16


Carregar ppt "Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais Biologia molecular Profa Msc Nadia Morais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google