A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ATUALIDADES Pré-Prova BANCO DO BRASIL 2012 Prof. Cássio Albernaz

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ATUALIDADES Pré-Prova BANCO DO BRASIL 2012 Prof. Cássio Albernaz"— Transcrição da apresentação:

1 ATUALIDADES Pré-Prova BANCO DO BRASIL 2012 Prof. Cássio Albernaz

2 Política Crises Ministeriais a)O que é? Distanciamento do espólio Lulista/Crise da Base Aliada a)Por quê? Reconfiguração da coalizão de governo/ Maior autonomia do governo Dilma

3 Alguns Casos: Casa Civil: Antônio Palocci (PT) Gleisi Hoffmann (PT) Defesa: Nelson Jobim (PMDB) Celso Amorin (PT) Transportes: Alfredo Nascimento (PR) Paulo Sérgio Passos (PR) Esportes: Orlando Silva (PC do B) Aldo Rebelo (PC do B) Agricultura: Wagner Rossi (PMDB) Mendes Ribeiro (PMDB) Relações Institucionais: Luiz Sérgio (PT) Ideli Salvatti (PT) Ministério da Pesca: Luiz Sérgio (PT) Marcelo Crivella (PRB) Turismo: Pedro Novais (PMDB) Gastão Vieira (PMDB) Trabalho: Carlos Luppi (PDT) Paulo Roberto dos Santos Pinto (interino) Desenvolvimento Agrário: Afonso Florence (PT) Pepe Vargas (PT) Educação: Fernando Haddad (PT) Aloízio Mercadante Ciência e Tecnologia: Aloízio Mercadante (PT) Marco Antônio Raupp

4 O Ministério da Educação (MEC) recentemente vem enfrentando muitas críticas de diversos setores da sociedade brasileira. As mais recentes são: I – escândalos envolvendo as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM); II – a polêmica distribuição do livro didático de português Por uma vida melhor que apresenta sérios problemas gramaticais; III – A mudança da estrutura do ensino fundamental reduzindo um ano de estudo. IV – O veto da Presidente Dilma para a distribuição de um material sobre homofobia. Existem quantas afirmativas corretas: a) Apenas uma. b) Apenas duas. c) Apenas três. d) Todas estão corretas. e) Nenhuma está correta.

5 Uma série de crises ministeriais tem marcado o governo Dilma. Após a queda de Pallocci, da Casa Civil, seguiram-se outras alterações ministeriais. Como é o caso de, I – a crise no Ministério dos Transportes, que levou a queda do Ministro Alfredo Nascimento; II – a crise no Ministério da Agricultura, que levou a demissão do Ministro Wagner Rossi; III – a crise no Ministério da Fazenda, que levou a demissão no Ministro Guido Mantega. IV – a crise no Ministério do Turismo, que levou a demissão do ministro Pedro Novais. Esta (ão) correta (s) a) Apenas uma; b) Apenas duas; c) Apenas três; d) Todas estão corretas e) Nenhuma está correta.

6 Um recente escândalo envolveu o alto escalão governamental brasileiro. As acusações foram de corrupção e favorecimento em licitações de obras públicas, o que levou a importantes mudanças na cúpula governamental e afetou diretamente um dos partidos da base aliada, o Partido da República (PR). O texto faz referência à: a) A crise entre governo e base aliada sobre as licitações de obras da Copa de 2014; b) A crise do Ministério dos Transportes, que derrubou o então Ministro Alfredo Nascimento, entre outros altos funcionários; c) As acusações de enriquecimento ilícito contra o então Ministro da Casa Civil Antônio Pallocci; d) As polêmicas que envolveram a base aliada e a oposição sobre o Novo Código Florestal; e) As divergências entre o governo Dilma e o Ministério Público sobre a execução do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

7 a) Lei da ficha limpa a)O que é? A partir das eleições de 2012, não poderão se candidatar políticos condenados por órgãos judiciais colegiados por crimes como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e contra o patrimônio público, improbidade administrativa, corrupção eleitoral ou compra de voto, entre outros, mesmo que ainda possam recorrer da condenação. b) Por quê? Projeto de lei de iniciativa popular com + de 1,3 milhões de assinaturas.

8 Economia Crise do Euro a)O que é? Crise de Crédito b)Por quê? Impactos da recessão de 2008/elevados gastos públicos/ Endividamento Dificuldades de sanear as finanças evasão fiscal + endividamento externo c) Consequências Crise na Zona do Euro/ PIIGS desconfiança do mercado = elevado risco país Medidas de austeridade (aumento de imposto + contenção de gastos públicos) = recessão Greves e manifestações públicas Queda dos premiês: Berlusconi e Papandreau Expõe a vulnerabilidade do EURO Fundo de Resgate/Aumento da liquidez bancária

9 Crise Grega a)O que é? Elevados gastos públicos/endividamento b) Por quê? A dívida pública grega é de 350 bilhões de euros, o equivalente a 165% do PIB. É a maior relação déficit/PIB entre os países europeus, sendo que o limite de endividamento estabelecido na zona do euro é de 60%.

10 A chamada crise do Euro é, na verdade, uma crise econômica do capitalismo e particularmente europeia. São muitos os motivos e os problemas que afetam os países do Euro. Assinale a alternativa correta a respeito dessa crise na economia de países europeus. a) O Euro unificou as economias dos países que aderiram ao mesmo, uniformizando os investimentos na produção e no consumo de bens, havendo consenso entre os países membros sobre o assunto. A zona do euro substituiu, com vantagens, o antigo pacto da União Europeia, que deixou de existir. b) Os bancos, com seus financiamentos e taxas de juros, constituem um elemento importante da crise europeia que pode ser entendida, também, como uma crise do sistema financeiro, visto que cobram dos países aos quais fizeram empréstimos, juros e/ou dividendos que não condizem com os lucros da economia desses países devedores. Ocorre que os juros, por exemplo, estabelecidos pelos credores crescem mais do que os dividendos ou lucros reais das empresas devedoras. c) A crise do Euro manifestou-se principalmente em países da Europa Oriental, como a Grécia. Mas em vista do isolamento dessas nações, vem afetando pouco os países mais desenvolvidos da Europa Ocidental, como França e Espanha. d) A crise do Euro não envolve problemas de liquidez ou de falta de dinheiro no mercado europeu. Portanto, a inflação não é uma ameaça ao sistema. Igualmente, o princípio do socorro mútuo e da partilha das dívidas de forma igualitária entre todos os países membros, afasta o risco de uma economia ruir. e) Apesar de a crise europeia estar ameaçada pela recessão e/ou pelo endividamento de alguns países, como a Itália, a Alemanha e a Grécia, há um entendimento entre os países do Euro que o bloco deve permanecer unido e que o setor público é o único que ainda não foi atingido e não apresentou déficit, constituindo o principal suporte da crise do setor privado.

11 Tendências da Economia Brasileira Tsunami Monetário Redução dos juros no Brasil Desindustrialização Retração do crescimento econômico Protecionismos Brasil da 6ª economia do mundo

12 O Brasil conquistou o direito de sediar a Copa do Mundo de 2014, os Jogos Olímpicos de 2016 e um clima de otimismo e euforia cerca o país. Esse clima, no entanto, esconde um processo que ocorre internamente, desde pelo menos o início da década de 1990, a chamada desindustrialização. No Brasil, o atual processo de desindustrialização caracteriza-se, especificamente, pela a)retração da flexibilização das relações trabalhistas nas últimas décadas. b)Entrada de indústrias multinacionais, concorrentes das empresas brasileiras. c)Desvalorização atual do real, face à alta generalizada de moedas estrangeiras. d)Persistência de taxas de juros baixas, vinculada à alta rotatividade no emprego. e)Diminuição da proporção de empregados no setor industrial, frente aos demais setores.

13 Desaceleração anti-inflação. Para quem acompanha o noticiário econômico não chegou a ser surpresa. Os números oficiais indicam que a econômica parou de crescer no terceiro trimestre de No período indicado, a situação da economia brasileira decorre, diretamente, do seguinte fator: a)Incremento dos gastos públicos b)Recuo do consumo das famílias c)Entraves diplomáticos com a China d)Estabilização política na Zona do Euro e)Elevação geral do preço das commodities

14 Sociedade IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) Saúde/Educação/Renda per capita

15 Brasil fica em 84ª em ranking de desenvolvimento humano

16 O Censo 2010 confirma a tendência de envelhecimento da população brasileira. Os dados indicam que o Brasil deixará de ser um país jovem em 30 anos passando a ser um país adulto. Segundo o Censo os fatores de envelhecimento da população seriam: I – Aumento da expectativa de vida; II – Redução da taxa de fecundidade; III – Movimentos migratórios. Está correta a assertiva: a) Apenas I; b) Apenas II; c) Apenas III; d) Apenas I e II; e) I, II e III

17 Questão indígena a)O que é? Conflitos entre indígenas X produtores rurais X mineradores X madeireiras b) Por quê? Extensão das reservas/demarcação de áreas/exploração ilegal

18 Sobre as políticas indigenistas oficiais e as políticas reivindicatórias dos grupos indígenas, no Brasil e em outros países da América do Sul, como o Peru e Bolívia, assinale a alternativa correta. a)As lideranças tiveram atuação muito maior até a década de 1960, perdendo terreno com o discurso ambiental e o reconhecimento de sua inferioridade numérica e social. Os grupos indígenas da América não aparecem mais como atores sociais e ativistas. b)Os grupos indígenas sul-americanos reivindicam, principalmente, a assimilação das tribos à sociedade moderna e à cultura hegemônica, com maior participação no mercado de trabalho e na vida urbana. c)Na Amazônia, as ações ambientalistas entram em confronto com os interesses dos grupos indígenas, pois a conservação das grandes áreas de floresta depende, basicamente, da retirada dos seringueiros e dos grupos indígenas que vivem das atividades extrativas vegetais. d)As organizações não governamentais de apoio aos grupos indígenas atuam no sentido de eliminar as diferenças raciais e religiosas, inserindo o índio na sociedade moderna. Esse trabalho ficou bem claro na ação da religiosa Dorothy Stang, assassinada por trabalhadores sem-terra que se opunham à ação da organização não governamental. e)No Brasil, grupos indígenas procuram assegurar seus direitos propondo modificações nas legislações indigenistas oficiais visando consolidar a posse de seus territórios e a manutenção da identidade cultural dos grupos.

19 A polêmica em torno do Código Florestal, que reúne um conjunto de leis que visam à preservação de florestas, como limites para exploração da vegetação nativa e a definição da chamada Amazônia Legal, opõem diferentes interesses de setores da sociedade brasileira, envolvendo principalmente os interesses: a) ruralistas e industrialistas; b) industrialistas e ambientalistas; c) indígenas e ambientalistas; d) ruralistas e ambientalistas; e) oposicionistas e situacionistas.

20 A polêmica em torno do Novo Código Florestal, que reúne um conjunto de leis que visam à preservação de florestas, como limites para exploração da vegetação nativa e a definição da chamada Amazônia Legal, opõe ruralistas e ambientalistas em diversos pontos, dentre eles: I – Anistia para os desmatadores ao propor a autonomia da definição das APPS (Áreas de Preservação Permanentes) para os Estados; II – Produtores rurais com até 4 módulos fiscais ficam isentos de recompor a reserva legal; III – A mudança de 30m para 15m de recomposição da APPS nas margens dos rios. Está correta a assertiva: a) Apenas I; b) Apenas II; c) Apenas III; d) Apenas I e II; e) I, II e III.

21 Analise as afirmações seguintes e assinale a correta: I – Estima-se que 90% dos produtores estejam em situação irregular no país; II – O atual código propõe o recrudescimento das regras de plantio, sobretudo nas margens de rios e para reflorestamento; III- As maiores polêmicas encontram-se em torno das Áreas de Preservação Permanente (APPs), das Reservas Legais, e da anistia para os grandes proprietários. a) apenas I; b) apenas II; c) apenas III; d) apenas I e II; e) apenas I e III.

22 O novo Código Florestal, que passou, neste ano, pelo crivo da Câmara e do Senado, vem causando grande polêmica e opiniões contraditórias: ruralistas (proprietários de terra, produtores rurais) e ambientalistas têm posições contrárias. Considerando que esta questão foi elaborada, ainda antes, da aprovação do novo texto no Senado, assinale a alternativa correta a respeito dos pontos polêmicos, nas discussões. a) Os ruralistas concordam com a manutenção das regras relativas às Áreas de Preservação Permanente – APP, principalmente nas propriedades que sofreram, em tempos passados, desmatamento extensivo até a margem dos rios, mas discordam do princípio da compensação de áreas desvinculadas da propriedade. b)Os ambientalistas defendem a manutenção da Reserva Legal, optando pela redução das Áreas de Preservação Permanente, que não seriam tão importantes para a manutenção do equilíbrio ambiental. c)Ruralistas e ambientalistas reconhecem que, no Brasil, a ampliação das áreas agrícolas não é necessária, pois as tecnologias avançadas promovem um aumento da produtividade e da produção em geral, sem que seja necessário ocupar novas terras. Portanto, estão acordes com relação ao aumento das áreas preservadas. d)A Reserva Legal é a parcela de terras dentro de cada propriedade rural que deveria manter a vegetação original para garantir a biodiversidade da área, protegendo sua fauna e flora. Sua extensão varia de acordo com a região do país, sendo maior na Amazônia, tanto nos biomas de floresta como de cerrado e menor em outras regiões. A dimensão dessa área de Reserva Legal são pontos polêmicos na elaboração do novo Código Florestal. e)Os ambientalistas lutam pela manutenção do princípio da compensação, isto é, que o agricultor possa arrolar como Reserva Legal uma área situada em outro local e bioma, não necessariamente vinculada à propriedade ou ao tipo de vegetação da área explorada.

23 O recente terremoto seguido de Tsunami em Fukushima além de abalar a terra e a economia japonesa colocou o mundo em alerta, novamente, como já experimentado em Tchernobill, para os riscos da energia nuclear. Sobre esse assunto analise as afirmativas a seguir e assinale a correta: I - A Alemanha e a França, países europeus que estão entre os que mais utilizam a energia nuclear, já anunciaram planos para o fechamento de todas as suas usinas até II – No caso específico da Alemanha, a pressão do Partido Verde foi decisiva para o fechamento das usinas, levando o Partido Democrata Cristão, da chanceler Angela Merkel, a uma contundente derrota legislativa. III – A França, país europeu que mais depende da energia nuclear, logo que 80% da energia elétrica é baseada nessa fonte, não sinaliza uma diminuição dessa dependência para um futuro próximo. IV – Na França, ao contrário da Alemanha, o efeito Fukushima foi minimizado pelo governo francês. a) apenas I; b) apenas I e II; c) apenas II e III; d) apenas I e III; e) apenas III e IV.

24 Analise as afirmativas a seguir e assinale a correta: I – Os recentes deslizamentos das encostas de morros que causaram centenas de mortes na serras do Rio de Janeiro, entre outros fatores, podem ser ligados ao fenômeno dos extremos climáticos. II – Fortes chuvas, condições geológicas específicas, e ocupação irregular do solo, estão entre os fatores que explicam o desastre. III – Catástrofes climáticas, já habituais no Brasil, como o Furação Catarina, e seguidos deslizamentos de encostas de morros, expõe a falta de infra-estrutura adequada para enfrentar o problema. a)apenas I; b)apenas II; c)apenas III; d) apenas II e III; e) I, II, e III.

25 A chamada guerra cambial é um conjunto de medidas econômicas que visa enfraquecer a moeda nacional para tornar os produtos para exportação mais baratos no mercado internacional, assim ganhando em competitividade. Sobre esse tema analise as afirmativas a seguir e assinale a correta: I – os maiores protagonistas da guerra cambial são os países emergentes, tais como o Brasil, China, índia e África do Sul. II – Os EUA condenam a prática da Guerra cambial, pois o país perde fatias importantes do mercado mundial, logo que seus produtos, de melhor qualidade, permanecem mais caros. III – Ao colocar mais dólares no mercado, o EUA reagiu a Guerra cambial, mostrando claramente com essa medida a valorização de sua moeda. IV – Na recente reunião do G-20, grupo das 20 maiores economias do mundo, que discutiu a guerra cambial, a pressão recaiu sobre a China, logo que os signatários defenderam mudança do câmbio chinês de fixo para livre. O que a levaria a valorização da sua moeda. a) apenas I; b) apenas II; c) apenas III; d) apenas IV; e) Todas as alternativas estão corretas.

26 O terremoto seguido de tsunami que afetou o Japão traz novamente à tona o debate mundial envolvendo o uso da Energia Nuclear. Nesse sentido, e a partir dos desdobramentos imediatos da crise japonesa, NÃO é correto afirmar: I – Que a Alemanha aprovou a suspensão do seu programa nuclear até 2022; II – Que o governo francês condenou o uso da energia nuclear, prevendo também a suspensão do seu programa; III – Que o Brasil, após o desastre japonês, pretende suspender as obras de Angra III e desativar gradualmente Angra I e Angra II. a) Apenas I; b) Apenas II; c) Apenas III; d) Apenas I e III; e) Apenas II e III.

27 "Mais do que um movimento reivindicatório, é uma manifestação das crises estruturais e uma luta social". A crise de segurança pública atestada no Brasil ganha novos contornos recentemente, dentre os casos atuais é correto citar: I - A retirada definitiva das Unidades de Pacificação Permanente (UPP) do Complexo do Alemão no Rio de Janeiro. II- A atual greve dos agentes penitenciários e a liberação massiva de presos em São Paulo. III - A greve e as manifestações dos bombeiros no Rio de Janeiro. IV - Os conflitos entre Policiais Militares e as tropas de segurança do Exército na Bahia. Esta (ão) Correta (s) a(s) alternativa(s) a) Apenas I; b) Apenas II e III; c) Apenas III, e IV. d) Apenas I, II e III. e) Todas as alternativas estão corretas

28 Relações Internacionais Questão Palestina Primavera Árabe Crise Afeganistão Crise Irã Brasiguaios X Carperos Morte do ditador norte-coreano Questão das Malvinas

29 A região já foi palco há 30 anos de um conflito armado que envolveu a disputa pelo controle territorial. Recentemente, acusações mútuas de colonialismo e barreiras comerciais tensionaram novamente os rivais. Sobre essa disputa entre Argentina e Inglaterra pelas Ilhas Malvinas é correto afirmar: I - A Argentina ameaça levar a questão a ONU acusando a Inglaterra de militarização no Atlântico Sul; II - A Argentina reivindica a soberania do território, com apoio do Brasil e dos EUA, apesar da Inglaterra compreender as Malvinas como um território ultramarino britânico desde a vitória na guerra de 1982; III - A Inglaterra explora petróleo na região desde 2009, o que gerou reação do governo Argentino com apoio do Brasil e da Venezuela. IV - A maioria dos habitantes das Malvinas são britânicos e a polêmica com a Argentina vem sendo capitalizada politicamente pelo primeiro ministro David Cameron no momento de crise européia. Esta (ão) Correta(s) a(s) alternativa(s): a) Apenas I; b) Apenas II e III; c) Apenas II, III e IV. d) Apenas I, III, e IV e) I, II, III, IV.

30 Assinale a alternativa INCORRETA sobre as diretrizes da política neoliberal implementada por tecnocratas das instituições financeiras internacionais e aplicada aos países da América do Sul na década de 90 do século XX. a)Redução das taxas de juros, tanto da dívida externa como dos financiamentos internos, aumentando a liquidez e favorecendo os investimentos da indústria nacional. b)Reforma Tributária e disciplina fiscal. c)Redução de gastos públicos e privatização de empresas estatais. d)Liberalização do comércio e fim das restrições aos investimentos estrangeiros. e)O pleno restabelecimento das leis de mercado, com eliminação de medidas protecionistas, tais como: reserva de mercado para os produtos nacionais, taxação elevada de produtos estrangeiros ou manipulação das taxas de câmbio, segundo interesses do país.

31 Rio + 20 a)O que é? Conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável Serão debatidos a contribuição da economia verde para o desenvolvimento sustentável e a eliminação da pobreza, com foco sobre a questão da estrutura de governança internacional na área do desenvolvimento sustentável a) Por quê? Reafirmar e ampliar os pactos sobre desenvolvimento sustentável e meio ambiente

32 Barbada né!!!


Carregar ppt "ATUALIDADES Pré-Prova BANCO DO BRASIL 2012 Prof. Cássio Albernaz"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google