A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Jeferson C. de Souza. Cidade-prédio de 1895 Escola do futuro de 1910.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Jeferson C. de Souza. Cidade-prédio de 1895 Escola do futuro de 1910."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Jeferson C. de Souza

2 Cidade-prédio de 1895 Escola do futuro de 1910

3 Técnicas Conhecimentos e habilidades empregados diretamente. Tecnologias Aplicações do conhecimento científico

4 Habilidades empregadas diretamente... Aplicações do conhecimento científico...

5 Sua evolução deixa marcas visíveis;

6 Pousio Rotação de culturas

7 queimada da floresta e aproveitamento de cinzas; comunitária; as técnicas e os instrumentos são arcaicos; Policultura.

8 Acumulação de riquezas! Estabelecimento de poder! Divisão da sociedade em classes!!!

9 O espaço territorial era pequeno; Pouca mobilidade e aumento da população. Por quê? Redução dos conflitos. Surgimento do artesão; Forte pressão para: Expedições comerciais ; Cruzadas;

10 Burguesia: cidade dos Burgos! Feudalismo perde a importância... A acumulação do lucro, gera o capital para aperfeiçoar as técnicas.

11 Países passaram a dominar outros territórios no mundo - técnicas marítimas; Controlavam e se tornavam países hegemônicos... Surge a DIT Capitalismo Comercial

12 Revolução industrial; Concentração de riquezas; Balança comercial.

13 A Revolução Industrial Divisão Internacional do Trabalho (papel de cada lugar na economia mundial)

14 Fatores: Capital acumulado; Matéria prima (jazidas ferro na Inglaterra); Energia (jazidas de carvão na Inglaterra); População: Mercado consumidor; Mão de obra. Quais eram os meios de transporte?

15 Fonte de energia: Carvão Matéria Prima: Ferro; Têxteis; Ciclo Hidráulico e do Carvão Meios de Transporte: Trem e Barcos à vapor; Resultado: Transformação da Manufatura em maquinofatura. Econômica Divisão de tarefas-redução dos custos; Sociais Aumento da população em torno das fábricas; Violência; saneamento e desemprego; Políticas Manifestações e sindicatos; Espaciais Êxodo rural; Crescimento ao longo das redes ferroviárias.

16 Aço como matéria prima; Ciclo do Petróleo como fonte de energia; Energia elétrica; Consequência: Grandes inovações; Rivalidade entre potências imperialistas na busca por matéria prima; Produção de massa: Taylorismo e Fordismo.

17 Objetivo: acabar com o desperdício e aa morosidade... O aperfeiçoamento com a especialização (...) tarefas específicas (...) Ritmo das máquinas...

18 Motivos: mão-de-obra pouco qualificada; trabalhadores eram imigrantes analfabetos; Alguns não falavam o mesmo idioma.

19 Coloca em prática as teorias de Taylor Objetivo: produzir com custo reduzido; carros exatamente iguais... Manchete! Em 1905, a Ford tinha 33 fábricas nos Estados Unidos e 19 no estrangeiro. Todas produziam o mesmo carro negro, o Ford T – o carro de todo o mundo –, fabricando quinze milhões de exemplares de maneira Padronizada.

20 Empresas se associaram a instituições bancárias (...) Bolsas de Valores... Ações; Processo de concentração de capitais (...) fusões e incorporações – monopolização; Com a crise de Busca de novos mercados.

21 Concepção "enxuta(clean, magra...) Eliminação do estoque. Objetivo: Eliminar o estoque e o desperdício Produzir somente o necessário, JIT - "just in time". Larga escala de cores, sem gerar custos adicionais – Customização. Ajustes rápidos e flexíveis das máquinas.

22 Informatização; Novos materiais; Integração entre pesquisa e tecnologia; Produção segmentada; Terceirização; articulação entre centrais e periferias. Toyotismo. Fábricas menores e descentralizadas, por quê?

23


Carregar ppt "Prof. Jeferson C. de Souza. Cidade-prédio de 1895 Escola do futuro de 1910."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google