A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la CSES, 118.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la CSES, 118."— Transcrição da apresentação:

1

2 Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la CSES, 118.

3 Ensinar é fazer AprenderEnsinar é fazer Aprender Aprender é fazer Sentido

4 Como mais elevado preparo para o vosso trabalho, indico- vos as palavras, a vida, os métodos do Príncipe dos professores. Convido-vos a considerá-Lo. Nele está o vosso verdadeiro ideal.Como mais elevado preparo para o vosso trabalho, indico- vos as palavras, a vida, os métodos do Príncipe dos professores. Convido-vos a considerá-Lo. Nele está o vosso verdadeiro ideal. Educação, 282.

5 Como usar o método de Cristo 1.Amando profundamente os alunos. 2.Ensinando por exemplo pessoal. 3.Tratando cada aluno individualmente e levando em consideração sua maneira de aprender. 4.Despertando o interesse dos alunos.

6 5.Falando com voz clara, pausada e simples. 6.Tornando as lições reais e interessantes. 7.Usando ilustrações. 8.Fazendo aplicação pessoal. 9.Incentivando os alunos a partilhar o conhecimento. 10.Ensinando em Pequenos Grupos.

7 Jesus, o Mestre por excelência nos deixou uma promessa:... Estou convosco todos os dias. S. Mateus 28:20 Jesus, o Mestre por excelência nos deixou uma promessa:... Estou convosco todos os dias. S. Mateus 28:20

8 A presença de mesmo Guia na obra educativa hoje, produzirá os mesmos resultados que antigamente. Educação, 96.

9 1. COMO AS CRIANÇAS APRENDEM 1.Por que preciso saber isso? (Imaginativo). 2.O que posso saber sobre isso? (Analítico). 3.Como posso usar isso em minha vida? (Senso comum) 4.E se eu fizer assim? (Dinâmico)

10 O Imaginativo: Precisa de Motivação O Analítico: Precisa de Informação O Senso Comum: Precisa de Experiência Pessoal O Dinâmico: Precisa de Prática

11 Conhecendo os quatro estilos de aprendizagem, o nosso desafio é ensinar de maneira que todos os nossos alunos aprendam.

12 O Objetivo do Currículo Elo da Graça é trazer material suficiente para a criança ter uma experiência com Deus, sem ser unicamente através da informação.

13 2. O ENSINO DA LIÇÃO Com o Novo Currículo, todo o programa da Escola Sabatina, gira em torno de um tema, que deve ser ensinado através de quatro maneiras diferentes, para que todas as crianças aprendam.

14 1º Passo Objetivo: Captar a atenção do aluno. O aluno pergunta: Por que preciso aprender isso? Papel do professor: Motivar o aluno.

15 2º Passo Objetivo: Aprender os fatos. O aluno pergunta: O que posso conhecer da história? Papel do professor: Informar ao aluno.

16 3º Passo Objetivo: Aplicar à vida pessoal. O aluno pergunta: Como vai servir para mim o que li e ouvi? Papel do professor: Treinar o aluno.

17 4º Passo Objetivo: Praticar durante a semana o que aprendeu e partilhar com os outros. O aluno pergunta: Posso fazer assim? Papel do professor: Encorajar o aluno.

18

19 Com o Elo da Graça, a Lição será introduzida no sábado e durante a semana, a criança revisa e aplica os conceitos estudados, com a ajuda da história e das atividades contidas na lição do aluno.

20 1º Passo: Atividades Preparatórias Estas atividades dão ao aluno um motivo para aprender. 2º Passo: Lição bíblica Permite ao aluno a oportunidade de desenvolver meios de partilhar com os outros o que foi aprendido e praticar o conceito ensinado. 1º Passo: Atividades Preparatórias Estas atividades dão ao aluno um motivo para aprender. 2º Passo: Lição bíblica Permite ao aluno a oportunidade de desenvolver meios de partilhar com os outros o que foi aprendido e praticar o conceito ensinado.

21 3º Passo: Aplicação da Lição Dá oportunidade ao aluno de explorar como a Lição pode ser aplicada à sua vida prática. 4º Passo: Compartilhando a Lição Dá ao aluno a oportunidade de desenvolver meios de partilhar com os outros o que foi aprendido e praticar o conceito ensinado. 3º Passo: Aplicação da Lição Dá oportunidade ao aluno de explorar como a Lição pode ser aplicada à sua vida prática. 4º Passo: Compartilhando a Lição Dá ao aluno a oportunidade de desenvolver meios de partilhar com os outros o que foi aprendido e praticar o conceito ensinado.

22 A única coisa que você precisa fazer é é ESTUDAR O AUXILIAR e trabalhar EXATAMENTE como está proposto ali. O professor não deve ler a Lição nem limitar-se a repetir as palavras do texto, mas precisa estar familiarizado não só com as palavras como com as idéias CSES, 118.

23 Os professores que não estudam tornam-se incompetentes para o cargo.Os professores que não estudam tornam-se incompetentes para o cargo. CSES, 118. A salvação de nossos alunos é mais alta tarefa confiada ao professor temente a Deus. Ele é obreiro de Cristo, e seus esforços especiais e determinados devem ser salvar almas da perdição e levá-los a Jesus Cristo. Deus requererá isso das mãos dos professores. CSES, 122 e 123. E que contas prestarão os professores indiferentes? CSES, 80.

24 Use a Bíblia em sua Lição. As crianças precisam compreender que a Bíblia é o principal compêndio de estudos na Escola Sabatina. Fale ao coração das crianças. Não perca a oportunidade de fazer um chamado para que entreguem sua vida a Jesus. Leve as crianças a Cristo. Use a Bíblia em sua Lição. As crianças precisam compreender que a Bíblia é o principal compêndio de estudos na Escola Sabatina. Fale ao coração das crianças. Não perca a oportunidade de fazer um chamado para que entreguem sua vida a Jesus. Leve as crianças a Cristo.

25 Ensine a Lição com entusiasmo. Incentive as crianças a decorar e recitar o verso áureo. Ensine a Lição com entusiasmo. Incentive as crianças a decorar e recitar o verso áureo.

26 Deveis ter palavras simples e expor clara e distintamente as idéias. Assegurai-vos de que vossos alunos vos entendam. Se não vos compreenderem as idéias, vosso trabalho será nulo.. Deveis ter palavras simples e expor clara e distintamente as idéias. Assegurai-vos de que vossos alunos vos entendam. Se não vos compreenderem as idéias, vosso trabalho será nulo.. CSES, 118.

27 3. O PREPARO DA LIÇÃO

28 1.Orar pedindo sabedoria. 2.Iniciar com bastante antecedência – pelo menos uma semana. 3.Estudar o auxiliar 4.Ler todo o material disponível: Bíblia, Espírito de Profecia, Belas Histórias, Lição do Aluno. 1.Orar pedindo sabedoria. 2.Iniciar com bastante antecedência – pelo menos uma semana. 3.Estudar o auxiliar 4.Ler todo o material disponível: Bíblia, Espírito de Profecia, Belas Histórias, Lição do Aluno.

29 5.Pesquisar todas as fontes possíveis: Mapas, Atlas, Dicionário da Bíblia, Enciclopédia Bíblica. 6.Meditar sobre a Lição, tendo os alunos em mente. 7.Fazer um plano onde você coloque as idéias importantes que não podem ser esquecidas e faça anotações das idéias que surgirem. 8.Preparar o material ilustrativo. 5.Pesquisar todas as fontes possíveis: Mapas, Atlas, Dicionário da Bíblia, Enciclopédia Bíblica. 6.Meditar sobre a Lição, tendo os alunos em mente. 7.Fazer um plano onde você coloque as idéias importantes que não podem ser esquecidas e faça anotações das idéias que surgirem. 8.Preparar o material ilustrativo.

30 Um plano de lição cuidadosamente preparado é indispensável para o ensino eficaz. O que é o mapa para um viajante, a planta para o construtor, o esboço para o artista, é o plano da lição para o professor.

31 1.Anote o texto bíblico da Lição. 2.Anote os pontos importantes da lição para não esquecer na hora de apresentar. 3.Anote as coisas interessantes que você encontrou em suas pesquisas. 4.Anote o verso áureo. 5.Faça um esquema de aplicação pessoal. 1.Anote o texto bíblico da Lição. 2.Anote os pontos importantes da lição para não esquecer na hora de apresentar. 3.Anote as coisas interessantes que você encontrou em suas pesquisas. 4.Anote o verso áureo. 5.Faça um esquema de aplicação pessoal.

32 6. Anote as perguntas que você tem para fazer aos alunos. Perguntas que os levam a pensar. Evitar perguntas que sugerem respostas sim ou não. Use todas as coisas que estão propostas no auxiliar e acrescente mais algumas, se desejar.

33 Lembre-se que seu aluno precisa aprender a pensar, por isso as perguntas são tão importantes.

34 Resultados de Uma Lição Não Preparada 1.Para o Professor Insegurança no falar.Insegurança no falar. Falta de autoridade.Falta de autoridade. Falta de vivacidade e entusiasmo.Falta de vivacidade e entusiasmo. Informações erradas.Informações erradas. Perda de tempo.Perda de tempo. 2. Para o Aluno Falta de aproveitamento.Falta de aproveitamento. Indisciplina.Indisciplina. Desinteresse.Desinteresse. IndiferençaIndiferença Resistência ao Espírito Santo.Resistência ao Espírito Santo. Rejeição final.Rejeição final.

35 4. AVALIAÇÃO O verdadeiro professor está sempre disposto a fazer avaliações.

36 MENSAGEM 1.Tive sempre em mente a MENSAGEM e consegui fazer com que as crianças a compreendessem? 2.Os alunos compreendem o que me propus ensinar? 3.Cativei a atenção dos alunos logo no início? 4.Estiveram todos interessados? 5.O Senhor ficou satisfeito com a maneira que apresentei Sua Palavra? MENSAGEM 1.Tive sempre em mente a MENSAGEM e consegui fazer com que as crianças a compreendessem? 2.Os alunos compreendem o que me propus ensinar? 3.Cativei a atenção dos alunos logo no início? 4.Estiveram todos interessados? 5.O Senhor ficou satisfeito com a maneira que apresentei Sua Palavra?

37 O Senhor deseja que os professores da Escola Sabatina examinem-se a si mesmos. Cristo em vez de ir para a cama, passava a noite no monte em oração. Fazia uma avaliação de Suas Palavras do dia e orava fervorosamente. Ensinar, 202


Carregar ppt "Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la Recitar uma Lição perante uma classe não é ensiná-la CSES, 118."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google