A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARTIGO: Transtympanic Electrocochleography for the Diagnosis of Meniéres Disease AUTORES: Jeremy Hornibrook, 1 Catherine Kalin, 2 Emily Lin, 2 Greg A.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARTIGO: Transtympanic Electrocochleography for the Diagnosis of Meniéres Disease AUTORES: Jeremy Hornibrook, 1 Catherine Kalin, 2 Emily Lin, 2 Greg A."— Transcrição da apresentação:

1 ARTIGO: Transtympanic Electrocochleography for the Diagnosis of Meniéres Disease AUTORES: Jeremy Hornibrook, 1 Catherine Kalin, 2 Emily Lin, 2 Greg A. OBeirne, 2 and John Gourley 1 1 Department of Otolaryngology and Audiology, Christchurch Hospital, 2 Riccarton Avenue, Christchurch 8011, New Zealand 2 Department of Communication Disorders, University of Canterbury, Christchurch 8020, New Zealand PUBLICADO EM: International Journal of Otolaryngology, 2012

2 INTRODUÇÃO O Doença de Meniére: desordem idiopática da OI; O Características: O Diagnóstico: -VERTIGEM; -ZUMBIDO; -PA SENSORIONEURAL -FLUTUANTE; -PLENITURE AURICULAR Meses Anos -DIFÍCIL; -CLÍNICO; -ESCALA DE GIBSON; -ELETROCOCLEOGRAFIA (EcochG); -RESSONÂNCIA MAGNÉTICA (RM) -Necropsia – estudo histológico

3 O PARA UMA ABORDAGEM CLÍNICA MAIS CONFIÁVEL, ESTE ESTUDO INVESTIGOU A CONCORDÂNCIA DO DIAGNÓSTICO DA DOENÇA DE MENIÉRE ENTRE: INTRODUÇÃO -ELETROCOCLEOGRAFIA (EcochG); -ESCALA DE GIBSON; -DIRETRIZES DA AAO-HNS-CHE (Academia Americana de ORL e Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Comitê de Audição e Equilíbrio)

4 O Diretrizes – estabelecidas em 1972, revisadas em 1985 e 1995; INTRODUÇÃO

5 O Escore de Gibson (Willian Gibson, 1991) INTRODUÇÃO

6 O DOENÇA DE MENIÉRE: etiologia associada à HIDROPSIA ENDOLINFÁTICA (HE) Acúmulo excessivo de líquido na escala média O A audiometria não é suficiente para detectar a HE; O Característica consistente da DOENÇA DE MENIÉRE; O Patologia primária INTRODUÇÃO

7 O Eletrococleografia O Mede respostas auditivas evocadas; O Resposta elétrica, eliciada por um estímulo acústico (click ou tone burst); O Exame semelhante ao BERA, porém, invasivo; O Descrito há mais de 30 anos como ferramenta para diagnóstico, avaliação e acompanhamento da DOENÇA DE MENIÉRE; INTRODUÇÃO

8 O EXAME: INTRODUÇÃO

9 O ELETROCOCLEOGRAFIA - Medida das respostas auditivas evocadas consiste em 3 componentes: O Microfonismo coclear (CM); O Potencial de somação (SP); O Potencial de ação composto (AP) O Hidropsia endolinfática – pode alterar as ondas da EcochG: O Esse exame pode ser sensível à presença da Doença de Meniére INTRODUÇÃO - Aumentando a magnitude do SP; - Diminuindo a amplitude do AP.

10 O Avaliar a capacidade diagnóstica da ELETROCOCLEOGRAFIA, comparando-a com outros dois métodos subjetivos: O Escore de Gibson; O Diretrizes da Academia Americana de ORL, Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Comitê de Audição e Equilíbrio. OBJETIVO

11 O 250 indivíduos: O Encaminhados ao setor de ORL (Hospital Público de Christchurch, New Zeland) O 1994 – 2009; O CEP; O TCLE; O Registros completos dos resultados feitos com: METODOLOGIA masculino -133 – feminino -Idade – 9 à 88 anos, média de 53. -ELETROCOCLEOGRAFIA (EcochG); -ESCALA DE GIBSON; -DIRETRIZES DA AAO-HNS-CHE (Academia Americana de ORL e Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Comitê de Audição e Equilíbrio)

12 O Consulta inicial Exame clínico e de audição O Após +_ 2 meses ELETROCOCLEOGRAFIA O (MK Amplaid 15, Milão, Itália) – com eletrodo de agulha colocado através da MT no promontório da cóclea METODOLOGIA

13 O Colhidas informações básicas, limiares auditivos, EcochG, Gibson, AAO-HNS-CHE Classificados METODOLOGIA -Potencial de somação (SP) -Valores maiores que o normal (+) -Nenhum valor acima (-) -Pontuação -Possível; -Provável; -Definido

14 O Análise estatística: Medidas obtidas nos 3 testes foram comparadas, sendo a EcochG utilizada como hipotético padrão ouro; O Foram realizados vários testes de associação para determinar o grau de concordância entre os 3 métodos, assim como uma série de testes qui quadrado; METODOLOGIA

15 O A EcochG é válida para comparação com os outros métodos subjetivos; O Indivíduos com EcochG + maior ocorrência de assimetria nos limiares auditivos; O Fig. 6 – maior taxa de ocorrência dos sintomas em individuos com EcochG + RESULTADOS

16 O Na literatura a EcochG foi tido como o exame mais específico, mas não suficientemente sensível; O A sensibilidade da EcochG pode ser melhorada em 92% se a amplitude e duração do Potencial de somação (SP) e do Potencial de ação composto (AP) forem levadas em conta para o diagnóstico; O Alguns indivíduos apresentaram EcochG + independente do diagnóstico de DM; O Natureza flutuante dos sintomas pode ter influência sobre algumas discordâncias encontradas na comparação entre os métodos; O Neste estudo, observou-se mais homens com DM, contrariando a literatura. DISCUSSÃO

17 O EcochG e o escore de Gibson foram os melhores métodos (associados); O Divergência entre os métodos – sugere que o diagnóstico não deva ser feito com base em uma única ferramenta de diagnóstico; O Necessidade de maior investigação nas medidades da EcochG em frequencias adjacentes. CONCLUSÃO


Carregar ppt "ARTIGO: Transtympanic Electrocochleography for the Diagnosis of Meniéres Disease AUTORES: Jeremy Hornibrook, 1 Catherine Kalin, 2 Emily Lin, 2 Greg A."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google