A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento Curricular A Escola Face à Exclusão Social Dimensão Multicultural do Currículo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento Curricular A Escola Face à Exclusão Social Dimensão Multicultural do Currículo."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento Curricular A Escola Face à Exclusão Social Dimensão Multicultural do Currículo

2 Exclusão Social e Exclusão Escolar Exclusão Social: problemas sociais que por alguma razão (racial, económica, entre outros) provocam manifestações negativas entre grupos inseridos na mesma comunidade; Exclusão escolar: um afastamento do aluno por variadas razões, sejam elas de carácter social ou familiar.

3 Principais motivos relacionados com a exclusão social são: Utilização das crianças como trabalho juvenil; Alcoolismo, drogas, abusos que podem advir de casa; Caso a criança seja portadora de alguma deficiência (mental ou motora) e que isso constitua um factor importante na sua integração social.

4 TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária) Promover a integração social dos alunos num ambiente escolar propício à aprendizagem; Trabalhar em conjunto com os professores especializados para combater a exclusão social e escolar Elaboração de projectos educativos de escola que incluam os verdadeiros problemas da comunidade escolar e integre os professores, docentes, alunos, pais e associações de apoio à escola Identificação das situações-problema e criação de projectos específicos para cada aluno

5 Fenómenos de exclusão social

6 O nível macro está ligado à administração política do programa e, especificamente, ao Ministério da Educação O nível meso é a maneira como o programa é aplicado, de acordo com os projectos locais de cada escola/localidade O nível micro é a responsabilidade de educadores/professores e a forma como aplicam as políticas directivas

7 Três Teses ligadas à Exclusão 1ª Tese: A Esfera do Mundo do Trabalho 2ª Tese: Diferença entre Territórios Escolares e Territórios Educativos 3ª Tese: Alunos vistos como o “Problema”

8 1ª Tese de Exclusão Década de 60 e 70; Surge paralelamente ao aumento do desemprego afectando principalmente mulheres, jovens e pessoas com menores qualificações; Dependência de políticas sociais de carácter paliativo por parte dos “excluídos” do mundo do trabalho Mudança escolar de um contexto de certezas para um período de promessas

9 2ª Tese de Exclusão Esta Tese assenta na dualidade entre Territórios Escolares e Territórios Educativos Razões que levaram à 2ª Tese: a) Ingovernabilidade dos sistemas escolares b)Difusão das funções de educação e formação c) Globalização da acção educativa Crise das escolas isoladas associadas à distância da escola sede de agrupamento Criação de currículos alternativos

10 3ª Tese de Exclusão Aprender é igual a acumular experiencias Não eram tidas em conta o conjunto de experiências vivenciadas pelos alunos Deixou de ser relação mestre/aluno passando a ser mestre/classe Ensino homogéneo para todos os alunos As escolas vêem os alunos com uma visão negativa, não ligando a problemas sociais, que considera serem exteriores

11 Desalienar o trabalho escolar A heterogeneidade que existe, actualmente, nas turmas, leva a que o professor desvalorize TODO o processo de aprendizagem; O aluno não tem qualquer possibilidade de experimentar/vivenciar todos os processos inerentes à aprendizagem;

12 Uma experiência realizada pelos TEIP demonstrou que, em geral, os alunos não têm noção da necessidade da elaboração dos trabalhos de casa nem quais são os seus objectivos; O trabalho dos professores e dos alunos devem estar sempre interligados pois só assim é possível “construir o saber” no sentido de desalienar o trabalho escolar.

13 Análise da Dimensão Multiculturalidade do Currículo O currículo nem sempre foi propício a igualdade de crianças provenientes de outras culturas; Desvalorizando a crianças oriundas de outros país; Não tinha em conta os conhecimento prévios destes alunos (estes acontecimentos ocorriam na década de 70) Para solução deste problema foi necessário desenvolver um currículo que tivesse em vista a este problema; O currículo não toma uma posição racista, mas não é flexível ao ponto de abranger várias culturas

14 O currículo face às características sócio – culturais diversas dos alunos Três teorias que regem a construção de um currículo: Teorias Conservadoras; Teorias Neo-Conservadoras; Teorias Curriculares Liberais. Através destas teorias surgiram várias respostas: O separatismo; O universalismo; O coexistencialismo.

15 …o reconhecimento da multiculturalidade que acarretam modelos curriculares de compreensão cultural  Alfabetização cultural; Bilinguismo cultural;Competências cultural; Emancipação cultural.

16 Institucionalização de um Discurso Multicultural em Educação Reforma do sistema educativo na década de 80 Devido a diversos factores, iniciou-se uma educação multicultural Reforma desenvolvida pelos grupos sociais minoritários Diversos problemas surgiram nesta reforma dos anos 80, levando à aplicação de dois programas de promoção escolar: a)PIPSE – Programa Interministerial de Promoção do Sucesso Escolar b)PEPT – Programa de Educação para Todos

17 Objectivos destes programas são: -Promover a igualdade de oportunidades criando assim condições de frequência e resultados -A escola deve fornecer uma cultura de escolaridade prolongada, melhoria das condições de ensino, criação de condições de base que permitem um melhor acesso ao emprego -Liberdade de Circulação dentro da união europeia

18 Escola Para Todos Abrange a diversidade cultural; Integrada nas medidas para as escolas de intervenção prioritária, onde existia uma diferença entre estratos sociais ou etnias; Surge, essencialmente, nos anos 90 e consiste em dois projectos: -PEDI – Projecto a Escola na Dimensão Intercultural -PREDI – Projecto de Educação Intercultural

19 Em Síntese… Importância dos TEIP na integração social e escolar de uma comunidade Análise Crítica tendo em conta três dimensões: Macro, Meso, Micro, responsáveis por uma certa exclusão ao nível social Execução do trabalho específico por parte do professor no sentido da promoção de saberes de uma forma eficaz Análise da dimensão multicultural do currículo aplicado num TEIP de forma a minimizar os obstáculos relativamente à aprendizagem

20 Currículo deve abranger aspectos sócio-culturais dos alunos, provenientes de culturas próprias Não deve conter aspectos racistas e deve ser flexível de forma a contemplar características dos alunos Desta forma, deixam de existir obstáculos à aprendizagem multicultural Neste sentido, vai existir uma melhor integração dos alunos na instituição escolar e a aprendizagem será mais activa e coerente, em zonas actualmente consideradas “difíceis”, do ponto de vista, social.


Carregar ppt "Desenvolvimento Curricular A Escola Face à Exclusão Social Dimensão Multicultural do Currículo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google