A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Benedito Barraviera Professor Titular de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP Pesquisador do CEVAP - INTRODUÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Benedito Barraviera Professor Titular de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP Pesquisador do CEVAP - INTRODUÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Benedito Barraviera Professor Titular de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP Pesquisador do CEVAP - INTRODUÇÃO GERAL AOS ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS DOENÇAS DE DIFÍCIL DIAGNÓSTICO

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12 ACIDENTE BOTRÓPICO – causado por serpentes do gênero Bothrops

13 DADOS IMPORTANTES A SEREM AVALIADOS História clínica – condições do acidente Epidemiologia – ambiente, local do acidente, mês de ocorrência, local da picada, sexo do acidentado Quadro clínico – ações do veneno Necrosante Coagulante Vasculotóxico Após concluir o DIAGNÓSTICO CLASSIFICAR O ACIDENTE LEVE, MODERADO OU GRAVE

14 FÁCIES MIASTÊNICO OU NEUROTÓXICO

15

16 Exemplar de Crotalus durissus terrificus ACIDENTE CROTÁLICO – causado por serpentes do gênero Crotalus

17 QUADRO CLÍNICO – ACIDENTE CROTÁLICO MODERADOGRAVE Fácies miastênicoDiscreta ou ausenteEvidente MialgiaDiscreta ou ausentePresente Visão turvaDiscreta ou ausentePresente MioglobinúriaAusente ou presentePresente Oligúria e/ou anúriaAusentePresente ou ausente Tempo de coagulaçãoNormalAlterado Quantidade de veneno a ser neutralizado 150 mg300 mg ou mais

18

19 FAMÍLIABOIDAE Corallus caninus Eunectus murinus Boa constrictor

20

21

22

23 São encontradas no interior de residências, nas grandes cidades e também na zona rural. Estas aranhas são pequenas, de um colorido marrom claro uniforme, medindo entre 8 e 15 mm de corpo, com pernas finas e longas, pelos curtos e escassos. Epidemiologia é muito importante Exemplar de Loxosceles sp

24 ACIDENTE LOXOSCÉLICO Ações do veneno – Proteolítico e Hemolítico Na forma cutânea, após 12 a 24 horas do acidente, instalam- se no local da picada, dor discreta do tipo queimação, edema e eritema, podendo haver mal-estar geral, febre e exantema do tipo escarlatiniforme. A forma cutâneo-visceral tem manifestações sistêmicas e instala-se em pequeno número de casos, principalmente em crianças. A ação hemolítica do veneno se manifesta por icterícia e hemoglobinúria. A urina torna-se escura, cor de “coca cola”.

25

26

27

28 ABELHAS – Apis mellifera

29 VESPAS SOCIAIS

30 ACIDENTES COM ABELHAS E VESPAS ABELHAS: Apis mellifera (abelha africanizada) VESPAS: Polibia paulista (paulistinha), Polister versicolor (marimbondo cavalo), Stenopolybia vicina (caçununga) CONDUTA -Remoção dos ferrões – cuidado para não comprimir o ferrão -Controle da dor (meperidina – 2 mg/kg peso corporal) -Combate a reações alérgicas (aminofilina, adrenalina, corticosteróides) -Medidas gerais de suporte (manutenção do equilíbrio hidro- eletrolítico e cuidados com a insuficiência respiratória) -Complicações – (cuidados específicos contra Insuficiência respiratória, insuficiência renal aguda e choque anafilático.

31 Phoneutria nigriventer

32 Tityus serrulatus

33 ACIDENTES COM ARANHAS PHONEUTRIA E ESCORPIÕES TITYUS O veneno tem efeito neurotóxico periférico, sendo a dor no local da picada de instalação imediata, com irradiação para todo o membro atingido. Clínica - dor local intensa Tratamento -Anestésico local – Xylocaina a 2% sem vasoconstritor - 2 a 4 ml aplicação local -O tratamento complementar da dor local pode ainda ser feito com banho de imersão em água morna e pelo uso de dipirona. -Soro anti-aracnídico 5 a 10 ampolas para casos moderados e graves. -Soro anti-escorpiônico 5 a 10 ampolas para casos moderados e graves.

34 Pela atenção, Muito obrigado! Disponível em:


Carregar ppt "Benedito Barraviera Professor Titular de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP Pesquisador do CEVAP - INTRODUÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google