A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS CONTROLE I Conceitos Básicos Prof. Arnaldo I. T. Consultant I. A. I. Consultant.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS CONTROLE I Conceitos Básicos Prof. Arnaldo I. T. Consultant I. A. I. Consultant."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS CONTROLE I Conceitos Básicos Prof. Arnaldo I. T. Consultant I. A. I. Consultant

2

3 BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL Engenharia de Sistemas de Controle Autor: Nise, Norman C. ; Editora: LTCEngenharia de Sistemas de Controle Autor: Nise, Norman C. ; Editora: LTC 6ª. Edição São Paulo, ª. Edição São Paulo, 2012 Sistemas de Controle Modernos Autor: Bishop, Robert H.Sistemas de Controle Modernos Autor: Bishop, Robert H. Dorf, Richard C. ; Editora: LTC Dorf, Richard C. ; Editora: LTC 12ª. Edição São Paulo, ª. Edição São Paulo, 2013

4 BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL Sistemas de Controle Automáticos Autor: Golnaraghi, FaridSistemas de Controle Automáticos Autor: Golnaraghi, Farid Kuo, Benjamin C. ; Editora: LTC Kuo, Benjamin C. ; Editora: LTC 1ª. Edição São Paulo, ª. Edição São Paulo, 2012 Engenharia de Controle Moderno Autor: Ogata, Katsuhiko ; Editora.: Pearson Education - BR 5ª. EdiçãoEngenharia de Controle Moderno Autor: Ogata, Katsuhiko ; Editora.: Pearson Education - BR 5ª. Edição São Paulo, 2012 São Paulo, 2012 Internet – Web Sites : Vários Artigos & ArquivosInternet – Web Sites : Vários Artigos & Arquivos

5 EMENTA TÉCNICA BÁSICA Introdução aos Sistemas de Controle ;Introdução aos Sistemas de Controle ; Princípios Básicos do Controle por Realimentação ;Princípios Básicos do Controle por Realimentação ; Especificações de Desempenho em Sistemas de Controle no Domínio do Tempo ;Especificações de Desempenho em Sistemas de Controle no Domínio do Tempo ; Introdução ao Controle de Processos Industriais ;Introdução ao Controle de Processos Industriais ; Controladores P, PI, PD & PID ;Controladores P, PI, PD & PID ; Método do Lugar Geométrico das Raízes (LGR) ;Método do Lugar Geométrico das Raízes (LGR) ; Projeto de Compensadores baseados no Método LGR ;Projeto de Compensadores baseados no Método LGR ; Métodos de Resposta em Freqüência (RdF) ;Métodos de Resposta em Freqüência (RdF) ; Projeto de Compensadores pelos Métodos RdF ;Projeto de Compensadores pelos Métodos RdF ; Controle Digital de Sistemas: Sinais Contínuos, Discretos & por Amostragens ;Controle Digital de Sistemas: Sinais Contínuos, Discretos & por Amostragens ; Funções de Transferências Pulsadas ;Funções de Transferências Pulsadas ; Discretização de Sistemas ;Discretização de Sistemas ; Controladores Digitais ;Controladores Digitais ;

6 SistemasControleContexto De Estudo

7 Chão de Fábrica ElétricaEletrônicaMecânicaHidráulicaPneumáticaInstrumentaçãoMonitoramento Controle Op. AutomaçãoInformáticaTelecomSupervisãoAdministraçãoGerênciaPlanejamento INTEGRAÇÃO INDUSTRIALAMBIENTE

8 A Enorme Competitividade dos Vários Nichos do Mercado Mundial envolvendo as Indústrias & suas Plantas de Processos foi imposta pelos Crescentes Níveis de Globalização que, agora, podem ser Considerados Irreversíveis & isso praticamente, tem obrigado as Organizações a Buscarem, Constantemente, as Mais Diversas Soluções Tecnológicas, muitas Inovadoras & que podem oferecer Melhorias Quantitativas, Qualitativas & Financeiras para seus Métodos Produtivos, Linhas de Produtos, Estratégias & Metodologias de Marketing, de Oferta & de Comercialização adotadas oficialmente ;

9 T. I. A. S. E. P. Q. F. E. P. Q. F.xT. I. A. S. E. P. Q. F. x T. I. A. S. Sistemas Controle Processos Implementação Técnica Op.

10 Sistemas Automáticos de Controle Soluções Tecnológicas Normatizadas para Acionarem, Monitorarem, Ajustarem, Supervisionarem & Gerenciarem Variáveis, Parâmetros, Condições & Seqüências Op. de Eventos &/ou Processos Produtivos, dentro de certas Especificações, Características & Conjuntos de Regras de Trabalho &/ou de Controle Op. que são Definidas, Ajustadas & Pré-Programadas conforme Determinados Métodos & Critérios Funcionais, Fixos ou Variáveis dentro das Malhas de Controle ; Variáveis dentro das Malhas de Controle ;

11 Sistemas Automáticos de Controle A partir de Modelagens Funcionais para as Malhas de Controle Op. que são Projetadas para Manterem Níveis & Valores Coerentes para Grandezas & Variáveis dos Processos Produtivos Dentro das suas Condições Pré - Ajustadas, permite-se Determinar os Erros & Desvios em relação aos Valores Desejados & Utilizá-los em Ajustes Funcionais de modo a Utilizá-los em Ajustes Funcionais de modo a Aplicá-los nas Ações de Controle visando Reduzir ou Anular Efeitos & Conseqüências dos próprios Erros nos Processos ;

12 CALDO  PARA FÁBRICA

13 Malha de Controle Operacional Configuração Técnica Op. composta por Conjuntos de Equipamentos, Dispositivos & Elementos de Instrumentação Industrial Dimensionados para tornarem-se Soluções Normatizadas Padronizadas à Obtenção, Medição, Monitoramento & Alteração dos Contextos, Situações &/ou Valores relativos às Grandezas, Variáveis &/ou Parâmetros ( Sinais E. E. &/ou Conjuntos de Dados ) dos Eventos Op. & Processos Produtivos das Plantas Industriais Supervisionadas ;

14 Malha de Controle – Cadeia de Comando Cadeia de Comando de 1 Malha Op. em 1 Sistema de Controle dentro dos Processos Produtivos deve ser Constituída por 1 Conjunto de Componentes Tecnológicos, Digitalizados ou Não, Capazes de : # Receber Sinais E. E. &/ou Dados dos Elementos de Entrada envolvidos em Eventos de Controle Op. ; # Efetuar adequadamente todos Processamentos & Conversões Técnicas necessárias nestes Sinais E. E. ; # Enviar os Resultados obtidos como Saídas Op. para os Elementos Finais do Sistema de Controle ;

15 Malhas Automáticas de Controle Op. Soluções Tecnológicas Normatizadas que são Implantadas para Proporcionarem as Condições Funcionais Adequadas capazes de Manterem as Variáveis de Processos Dentro De determinados Variáveis de Processos Dentro De determinados Valores Padrão, a partir das Ações de Controle Valores Padrão, a partir das Ações de Controle que ocorrerão, Respeitando-se certos Critérios & Parâmetros Op. Considerados como os Mais Próximos dos Desejados, Observando-se até as Possíveis Margens de Erros &/ou de Desvios que possam ser Causados por Perturbações Op. Inerentes aos Processos Produtivos que ficarão sob as Metodologias de Controle aplicadas ;

16 Sistema de Controle por Realimentação ( Feedback Op. Mode ) Alarme

17 Controle Automático -- Ação Op. Básica Técnicas de Controle Op. Automático permitem, através de Sensoriamento, Medição & suas Ações, a Redução dos Níveis de Erro, com Tempos de Atuação & Precisão Impossíveis De Se Obter através de Controle Manual

18 Planta -- Espaço Total ou Particionado, em Conjunto ou Módulos, que Abrangem Itens Op. das Instalações, Máquinas, Equipamentos &/ou Dispositivos que irão Operar Conjuntamente para Estabelecer, Controlar &/ou Gerenciar Corretamente Processos & Eventos Produtivos dentro de Normatizações Técnicas devidamente Reconhecidas & Atualizadas, visando os Maiores Níveis E. P. Q. F. possíveis ;

19 Sistema – Conjunto Op. Estruturado de Componentes Combinados, que Atuam no Acionamento, Calibração, Ajustes & Controle das Máquinas, Equipamentos, Dispositivos &/ou Circuitos Operando Conjuntamente, dentro das Normatizações Técnicas devidas, Desempenhando Adequadamente as várias Metodologias, Funções & Tarefas Op. que são Difíceis, Complicadas ou Impossíveis de serem Desenvolvidas Isoladamente com os Melhores Níveis E. P. Q. F. Possíveis, dentro dos Processos & Eventos Produtivos ;

20 Processo -- Conjunto de Técnicas, Métodos, Eventos, Tarefas &/ou Funções Op. utilizadas no Tratamento Industrial das Matérias-Primas para poder Transformá-las de maneira a Tornarem-se Elementos Finais dos Processos Produtivos, em Quaisquer Escalas Finais de Obtenção, dentro das Dependências das Plantas Industriais ; Também são considerados Processos, os Eventos Técnicos que Geram Ações Funcionais que são Efetuadas nas Soluções de Controle & Supervisão das Seqüências de Tarefas de onde Se Originarão os Produtos Finais já mencionados ;

21 Variável de Processo ( PV ) Grandeza, Propriedade Física ou Condição Op. Sensoriada & Mensurada para que se Efetuem Análises, Comparações, Ajustes &/ou quaisquer Ações Técnicas de Gerenciamento, Supervisão & Controle de Processos Op. visando-se Obter as Definições para Níveis & Valores de Parâmetros capazes de Melhorarem os Índices Qualitativos dos Processos Produtivos & seus Produtos que estarão sob Supervisão &/ou Controle Op. ; ( PV também denominada Variável Controlada )

22 Variável ManipuladaMVQuaisquerVariável Manipulada ( MV ) – Quaisquer das Variáveis de ProcessosValores Variáveis de Processos cujos Valores podem ser OperadosFinalidade TécnicaManter Operados com Finalidade Técnica de se Manter Variável ControladaDentro determinada Variável Controlada Dentro &/ou De AcordoValores Pré-Ajustados ; De Acordo com certos Valores Pré-Ajustados ; Set PointSPValoresDesejadosSet Point ( SP ) – Valor(es) Desejado(s) que são EstabelecidosPreviamentePadrãoões Estabelecido(s) Previamente como Padrão(ões) Referência Op.Variáveis de Processos; de Referência Op. para Variáveis de Processos ; Set ValorSVValoresVariáveisSet Valor ( SV ) – Valor(es) nos quais Variáveis de ProcessoDevem Permanecer de Processo Devem Permanecer para que sejam Consideradas Operacionalmente Consideradas Operacionalmente como sendo as Variáveis ControladasProcessos Variáveis Controladas nos Processos sob os Métodos de Supervisão Controle Funcional ; Métodos de Supervisão & Controle Funcional ;

23 Distúrbios ( Perturbações ou Ruídos ) - São osDistúrbios ( Perturbações ou Ruídos ) - São os Fenômenos, Situações, Grandezas & Parâmetros que Afetam Adversamente os Valores Referência das Variáveis Controladas dentro dos Processos Produtivos que estão sob Controle Funcional ; Desvios ( Erros ) - Valores Op. Resultantes dasDesvios ( Erros ) - Valores Op. Resultantes das Diferenças entre Valores Desejados & Valores Reais para 1 Variável Controlada num Processo ; Ganho Op. - Valor Resultante do QuocienteGanho Op. - Valor Resultante do Quociente entre Taxas de Alteração dos Valores de Saída & Entrada causadores de Discrepâncias Op. num Processo, quando expressos na Mesma Unidade de Medida de 1 Sistema de Unidades Comum ;

24 Problemáticas de Controle -- Natureza Em Supervisão & Controle de Processos são utilizadas Metodologias & Técnicas Funcionais para que Grandezas Variáveis se Mantenham sob Valores Referenciais Pré-determinados, a partir de Algoritmos & Modelagens de Ações que Monitoram, Comparam, Agem & Otimizam, em Tempo Real, Possíveis Variações existentes ; Para isso ocorrer Sem Maiores Distúrbios, com Menores Índices de Erros & Resultados dentro dos Índices de Precisão, Exatidão, Eficácia Op. Normatizados & Desejados, deve-se analisar :

25 Problemáticas Básicas de Controle Plantas, Sistemas, Processos &/ou Eventos Op. a serem Controlados possuem como alguns de seus Critérios Técnicos Mais Importantes : Especificações de Desempenho FuncionalEspecificações de Desempenho Funcional Índices de Precisão, Exatidão & Eficácia Op.Índices de Precisão, Exatidão & Eficácia Op. Níveis de Rejeição a Distúrbios Técnicos Op.Níveis de Rejeição a Distúrbios Técnicos Op. Respostas de Regime Estacionário & TransitóriosRespostas de Regime Estacionário & Transitórios Intercorrências Técnicas nos Regimes FuncionaisIntercorrências Técnicas nos Regimes Funcionais Níveis de Sensibilidade às Alterações das Grandezas, Parâmetros & Características Op.Níveis de Sensibilidade às Alterações das Grandezas, Parâmetros & Características Op. Minimização dos Índices de Custo-BenefícioMinimização dos Índices de Custo-Benefício Otimização Funcional & de Implementação FísicaOtimização Funcional & de Implementação Física

26 Problemáticas de Controle -- Resoluções Escolha Adequada dos Sensores de MediçãoEscolha Adequada dos Sensores de Medição Opção Correta dos Atuadores FuncionaisOpção Correta dos Atuadores Funcionais Desenvolvimento Adequado das Modelagens de Controle Funcional & seus Regimes Op.Desenvolvimento Adequado das Modelagens de Controle Funcional & seus Regimes Op. Projeto &/ou Escolha do Controlador baseado nas Modelagens & Critérios de ControleProjeto &/ou Escolha do Controlador baseado nas Modelagens & Critérios de Controle Avaliação Correta do Projeto por Simulações & através de Testes em Sistemas Físicos Op.Avaliação Correta do Projeto por Simulações & através de Testes em Sistemas Físicos Op. Repetições das Simulações & Testes, em caso de Resultados Iniciais Não SatisfatóriosRepetições das Simulações & Testes, em caso de Resultados Iniciais Não Satisfatórios Padronização Técnica dos Níveis de Exatidão, Precisão, Qualidade & Custo-BenefícioPadronização Técnica dos Níveis de Exatidão, Precisão, Qualidade & Custo-Benefício

27 Processos & Instrumentação Integrados aos Sistemas de Malhas de Controle Dados Rápidos & Seguros de Matérias-PrimasDados Rápidos & Seguros de Matérias-Primas utilizadas & Quantidades produzidas ; utilizadas & Quantidades produzidas ; Seqüenciamento Registrado de Eventos Op. ;Seqüenciamento Registrado de Eventos Op. ; Controle & Estabilização dos Processos Op. ;Controle & Estabilização dos Processos Op. ; Otimização Funcional dos Processos Op. ;Otimização Funcional dos Processos Op. ; Maior Exatidão, Precisão & Eficácia Técnica ;Maior Exatidão, Precisão & Eficácia Técnica ; Automação Integrada da Produção ;Automação Integrada da Produção ; Melhoria da Qualidade dos Produtos ; Otimização Econômica da Produção ;Otimização Econômica da Produção ; MaiorSegurança das Pessoas & Instalações ; Maior Segurança das Pessoas & Instalações ; MaiorProteção ao Meio Ambiente ; Maior Proteção ao Meio Ambiente ;

28 Sistemas de ControleTipos Funcionais Sistemas de Controle – Tipos Funcionais ► Processos Contínuos & “Tipo Batch” ; ► Lineares ou Não-Lineares ; ► Básicos, Difusos, Redes de Petri ou Grafos ; ► Variantes ou Invariantes no Tempo ; ► Uma Entrada & Uma Saída – S. I. S. O. ; ► Múltiplas Entradas & Saídas – M. I. M. O. ; ► Malha Aberta ou Malha Fechada ; ► Funcionalmente Híbridos ;

29

30


Carregar ppt "SISTEMAS CONTROLE I Conceitos Básicos Prof. Arnaldo I. T. Consultant I. A. I. Consultant."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google