A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Usinagem - Tornearia Antônio Francisco Vieira Júnior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Usinagem - Tornearia Antônio Francisco Vieira Júnior."— Transcrição da apresentação:

1 Usinagem - Tornearia Antônio Francisco Vieira Júnior

2 Introdução Definição – O processo de usinagem aplica-se a todos os processos de fabricação onde ocorre a remoção de material sob a forma de cavaco. Cavaco – É o termo utilizado para designar os pedaços de material removidos da peça durante o processo de Usinagem, promovido pela ação de uma ferramenta. Usinagem – É o processo que da forma, dimensão e acabamento a peça por meio da remoção de material.

3 Introdução

4 TORNEAMENTO FRESAMENTO FURAÇÃO SERRAGEM Introdução

5 Mas o que é Torneamento? É um processo que se baseia no movimento da peça em torno de seu próprio eixo chama- se torneamento. O torneamento é uma operação de usinagem que permite trabalhar peças cilíndricas movidas por um movimento uniforme de rotação em torno de um eixo fixo. Tornearia

6 Torno Mecânico Carro Transversal Cabeçote Fixo Placa Quais são as partes principais do torno?

7 Torno Mecânico Porta Ferramenta Cabeçote Móvel Quais são as partes principais do torno?

8 Torno Mecânico Quais são as partes principais do torno?

9 Torno Mecânico Quais são as partes principais do torno?

10

11 Quando as peças a serem torneadas são de pequenas dimensões, de formato cilíndrico ou hexagonal regular, elas são presas por meio de um acessório chamado de placa universal de três castanhas. Torno Mecânico Fixando a Peça

12 De acordo com os tipos de peças a serem fixadas, as castanhas podem ser usadas de diferentes formas: Fig 1. Para peças cilíndricas maciças como eixos, por exemplo, a fixação é feita por meio da parte raiada interna das castanhas voltadas para o eixo da placa universal. Fig 2. Para peças com formato de anel, utiliza-se a parte raiada externa das castanhas. Fig 3. Para peças em forma de disco, as castanhas normais são substituídas por castanhas invertidas. Torno Mecânico Fixando a Peça Figura. 1 Figura. 2 Figura. 3

13 Variando os movimentos, a posição e o formato da ferramenta, é possível realizar uma grande variedade de operações: Torno Mecânico Principais operações a. Tornear superfícies cilíndricas externas e internas. b. Tornear superfícies cônicas externas e internas c. Rosquear superfícies externas e internas d. Perfilar superfícies

14 Torno Mecânico Principais operações

15 Torno Mecânico Torneamento Cilindro Externo

16 Dificuldade na refrigeração Dificuldade na saída de cavaco Vibrações Torno Mecânico Torneamento Cilindro Interno

17 Torno Mecânico Torneamento Cônico

18 Torno Mecânico Rosquear ou Filetar

19 Torno Mecânico Facear

20 Torno Mecânico Sangrar e cortar

21 Torno Mecânico Recartilhar

22 22 Além dessas operações, também é possível furar, alargar, recartilhar, roscar com machos, mediante o uso de acessórios próprios para à máquina-ferramenta. Torno Mecânico Quais outras operações podemos fazer com o torno? FurarAlargarRecartilharRosca

23 Torno Mecânico Ferramentas do Torno

24 Torno Mecânico Segurança do Operador V I P

25 limpo

26 Obrigado! Antônio Francisco Vieira Júnior


Carregar ppt "Usinagem - Tornearia Antônio Francisco Vieira Júnior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google