A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Edson Espósito Planejando e Implementando Projetos “Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Edson Espósito Planejando e Implementando Projetos “Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor,"— Transcrição da apresentação:

1 Edson Espósito Planejando e Implementando Projetos “Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá”. Pv 19:21

2 Objetivo Discutir a importância de planejar Mostrar algumas ferramentas simples Priorizar um projeto Ter um planejamento completo de um pequeno projeto

3 Gn 41:45b Depois saiu José por toda a terra do Egito. Gn 41:46 Ora, José era da idade de trinta anos, quando se apresentou a Faraó, rei do Egito. E saiu José da presença de Faraó e passou por toda a terra do Egito. Gn 41:47 Durante os sete anos de fartura a terra produziu a mancheias; Gn 41:48 e José ajuntou todo o mantimento dos sete anos, que houve na terra do Egito, e o guardou nas cidades; o mantimento do campo que estava ao redor de cada cidade, guardou-o dentro da mesma. Gn 41:49 Assim José ajuntou muitíssimo trigo, como a areia do mar, até que cessou de contar; porque não se podia mais contá-lo. Gen 41:56 De modo que, havendo fome sobre toda a terra, abriu José todos os depósitos, e vendia aos egípcios; porque a fome prevaleceu na terra do Egito. Levantou a situação Planejou Executou Corrigiu a rota Atingiu o objetivo Gn 41.45b-49,56

4 Planejar é importante “Se você não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve.” E provavelmente não vai saber se chegou! Pv 2.5 Os planos do diligente conduzem à abundância; mas todo precipitado apressa-se para a penúria.

5 Planejar não é garantia de sucesso Pv 16:1 Ao homem pertencem os planos do coração; mas a resposta da língua é do Senhor.

6 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

7 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

8 Priorizar necessidades e oportunidades Tarefa Grupos de 5 Criar uma lista comum priorizada de projetos Eleger 1 projeto

9 Priorizar necessidades e oportunidades Quais dificuldades encontraram?

10 Valores (Crenças ou Princípios) Missão “Essencial” Razão de existir da Igreja Missão Razão de existir da Igreja local Visão Onde estaremos em xx anos Plano de ação Projetos para construir a Visão

11 Priorizar necessidades e oportunidades Existem várias ferramentas simples e complexas de priorização Metodologia GUT - DEI

12 G ravidadeG ravidade U rgênciaU rgência T endênciaT endência D esenvolvimentoD esenvolvimento E sforçoE sforço I nvestimentoI nvestimento Priorizar necessidades e oportunidades Impacto

13 Exemplo: Melhor nota para a Maior 3 1

14 Priorizar necessidades e oportunidades Exemplo: Melhor nota para o Menor 3 1

15 Priorizar necessidades e oportunidades Exemplo:

16 Priorizar necessidades e oportunidades Impacto Prioridade Alto Baixo

17 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

18 Levantar os recursos e possibilidades Humanos Conhecimento Tempo Oportunidade Materiais Financeiro Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se senta primeiro a calcular as despesas, para ver se tem com que a acabar? Lc 14.28

19 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

20 Nomear os executores Nomear os executores Distribuir responsabilidade Distribuir responsabilidade Delegar Delegar Trazer junto Trazer junto Comprometer Comprometer A provar o projeto A aprovação deve buscar: Explicar Envolver Encarregar Entusiasmar Objetivos Objetivos Importância Importância Metas Metas Priorização Priorização Motivar para a execução Motivar para a execução “Os projetos se confirmam pelos conselhos; assim, pois, com prudencia faze a guerra.” Pv 20.18

21 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

22 Ken Blanchard e Paul Hersey (1969 RelacionalOcupado AfastadoDitador Tarefa Pessoas Nomear os responsáveis pela execução A Importância de ser modêlo

23 Nomear os responsáveis pela execução Howard Hendrix Escolha entre fiel e capaz A importância de ser modelo –crível

24 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

25 TeóricaConsistente InsipienteAtivista Execução Planejamento - Executar com eficácia e eficiência

26 Tarefa Planejar a execução do projeto priorizado

27 Planejamento mínimo deve ter o 5W1H What – O quê fazer Why – Por quê fazer Who – Quem é o responsável pela tarefa Where – Onde será feito When – Quando será feito How – Quanto custará Executar com eficácia e eficiência

28 Cuidados no “Planejar” Planejar por fases Imaginar a execução Prever desvios Ações de emergência Prever gargalos Planejar check-points Prever impactos na implantação

29 P D A C Plan Do “Executar ” Analyse“Avaliar” Check Pontos de controle Executar com eficácia e eficiência

30

31 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

32 Just-in-time adjusts “O planejamento deve ser firme o bastante para não se desviar dos objetivos e maléavel o suficiente para não se tornar um engessamento A falta de ajustes é uma das principais causas de insucesso em projetos É preciso aprovietar oportunidades que aparecem pelo caminho Durante a execução normalmente aparecerem items que não foram previstos e que podem mudar os objetivos

33 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

34 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

35 Avaliar resultados Guardar dados – como era antes e como ficou O que efetivamente se conseguiu Ganhos laterais Possibilidades abertas Importância para o Reino Impacto trazido

36 Planejando e executando projetos P riorizar necessidades e oportunidades L evantar os recursos e possibilidades A provar o projeto segundo a ótica de Deus N omear os responsáveis pela execução E xecutar com eficácia e eficiência J ust-in-time adjusts A valiar os resultados R econhecer os envolvidos

37 Dai a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, tem’or; a quem honra, honra. Rm “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de coração, como ao Senhor, e não aos homens, sabendo que do Senhor recebereis como recompensa a herança; servi a Cristo, o Senhor. Cl Sabedoria

38 Ao reconhecer temos oportunidade de: Agradecer por ser benção Encorajar para a próxima Demonstrar aos demais o exemplo Criar uma cultura de ministério Reconhecer os envolvidos

39 Próximos passos Preparapando para os próximos desafios Criando senso de urgência Repartindo a visão do reino

40 Edson Espósito Nov/2006 Planejando e Implementando Projetos “Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá”. Pv 19:21


Carregar ppt "Edson Espósito Planejando e Implementando Projetos “Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google