A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Física Geral e Experimental I Prof. Ms. Alysson Cristiano Beneti Instituto Tecnológico do Sudoeste Paulista Faculdade de Engenharia Elétrica – FEE Bacharelado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Física Geral e Experimental I Prof. Ms. Alysson Cristiano Beneti Instituto Tecnológico do Sudoeste Paulista Faculdade de Engenharia Elétrica – FEE Bacharelado."— Transcrição da apresentação:

1

2 Física Geral e Experimental I Prof. Ms. Alysson Cristiano Beneti Instituto Tecnológico do Sudoeste Paulista Faculdade de Engenharia Elétrica – FEE Bacharelado em Engenharia Elétrica Aula 7 Cinemática Grandezas: escalar e vetorial IPAUSSU-SP 2012

3 Grandezas escalares e vetoriais Escalar Grandeza escalar é representada por uma intensidade ou módulo e a unidade de medida. Exemplos: Ex: 3Kg (Três quilogramas) 200g (duzentos gramas) Massa 30  C (trinta graus Celsius) 50  F (cinquenta graus Fahrenheit) Temperatura 3m 3 (três metros cubicos) 100L (cem litros) Volume

4 Grandezas escalares e vetoriais Vetor Grandeza vetorial é representada por uma intensidade ou módulo e a unidade de medida, por uma direção e um sentido. Exemplos: Módulo: 20m/s Direção: horizontal Sentido: da direita para a esquerda. Velocidade v Módulo: 10m/s 2 Direção: vertical Sentido: de baixo para cima Aceleração a Módulo: 18Km Direção: horizontal Sentido: leste para oeste Deslocamento r Estas setas representam os vetores

5 Representação de um VETOR Para somar vetores, não basta somar os valores dos módulos, pois depende da direção e sentido destes vetores. REPRESENTAÇÃ O DO MÓDULO DE UM VETOR Cálculo do módulo de um vetor

6 PRODUTO DE UM NÚMERO POR UM VETOR R é um vetor que possui módulo a vezes o módulo de V e seu sentido será: -mesmo de V se a > 0 -contrário ao de V se a < 0

7 Soma de vetores Para somar vetores, não basta somar os valores dos módulos, pois depende da direção e sentido destes vetores. Resultante

8 Soma de vetores Método do polígono

9 Soma de vetores Método do paralelogramo Soma de Vetores Soma de Vetores

10 Decomposição de vetores Método da decomposição de vetores

11 Ex: Representa o vetor campo elétrico na direção do eixo x, para a direita (positivo) e com módulo 2N/C Para representar vetores em 3 dimensões utilizamos um sistema triortogonal de eixos. Para representar um vetor, utilizamos o conceito de versor. Os versores são vetores unitários que representam outros vetores nos três eixos. Representação Vetorial

12 Exemplos 1. Um projétil desloca-se com velocidade de 25m/s na direção com 30 graus em relação a horizontal, para a direita. Represente o vetor velocidade no plano cartesiano e decomponha o vetor velocidade nas componentes vertical e horizontal. Representação do vetor velocidade no plano cartesiano Determinando as componentes do vetor

13 Exemplos 2. Um projétil desloca-se com velocidade de 25m/s na direção com 30 graus em relação a horizontal, para a direita. Decomponha o vetor velocidade nas componentes vertical e horizontal e represnte- o em termos dos versores do sistema triortogonal. Determinando as componentes do vetor

14 Exemplos 3. Um homem anda 700m para o norte e 400m para o leste. Se ele andasse em linha reta do ponto de partida ao ponto de chegada, quanto ele teria andado? Represente o vetor deslocamento para norte, para leste e o resultante no plano cartesiano e em termos dos versores unitários.


Carregar ppt "Física Geral e Experimental I Prof. Ms. Alysson Cristiano Beneti Instituto Tecnológico do Sudoeste Paulista Faculdade de Engenharia Elétrica – FEE Bacharelado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google