A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. Introdução ( 6 slides) 7. O mistério da Redenção (15 slides) 2. Natal (10 slides) 8. Mediador e cabeça ( 10 slides) 3. Encarnação (10 slides) 9. Mistérios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. Introdução ( 6 slides) 7. O mistério da Redenção (15 slides) 2. Natal (10 slides) 8. Mediador e cabeça ( 10 slides) 3. Encarnação (10 slides) 9. Mistérios."— Transcrição da apresentação:

1 1. Introdução ( 6 slides) 7. O mistério da Redenção (15 slides) 2. Natal (10 slides) 8. Mediador e cabeça ( 10 slides) 3. Encarnação (10 slides) 9. Mistérios da vida terrena de 4. Unidade pessoal de Jesus Cristo ( 6 slides) Cristo ( 8 slides) 10. Paixão e morte (12 slides) 5. Cheio de graça e de 11. Glorificação (12 slides) verdade ( 10 slides) 12. Frutos da Redenção ( 8 slides) 6. Outras características (10 slides) Aulas previstas: Cristologia Aula 12 Frutos da Redenção

2 1/8 Frutos da Redenção A vontade salvífica universal de Deus centra-se em Cristo. Quer que todos os homens se salvem partici- pando da redenção do seu Filho feito homem: Cristo 2 Cor 5, 15 morreu por todos ( 2 Cor 5, 15 ). Chama-se redenção subjectiva à participação dos frutos da obra de Cristo em cada um dos homens. Pela acção dele do Espírito Santo, Cristo ofere- ce a cada homem a salvação, mas o homem pode rechaçar a graça que lhe é oferecida. Chama-se redenção objectiva à obra do Redentor, tanto na sua vida terrena, como desde o céu na sua vida gloriosa, com a cooperação do Espírito Santo. Esta obra é causa da salvação.

3 2/8 Frutos da Redenção A omnipotência divina alcança todos os homens e faz que as acções e méritos de Cristo se possam aplicar e possam ter eficácia salvífica em cada um. Ainda que esse poder seja comum às três Pessoas divinas, é costume atribuí-lo ao Espírito Santo. A Igreja, cuja Cabeça é Cristo, tem uma relação indispensável com a salvação de Lumen gentium 48 cada homem. É sacramento universal de salvação ( Lumen gentium 48 ). Toda e qualquer a graça provém de Cristo, é comunicada pelo Espírito Santo, e está misterio- samente relacionada com a Igreja. Esta Igreja, peregrina na terra, é necessária para a salvação. Só Cristo é Mediador e caminho de salvação: ora, Ele torna-se-nos presen- Idem 14 te no seu Corpo, que é a Igreja ( Idem 14 ).

4 3/8 O homem tem que se incorporar livremente a Cristo e assim pode receber os frutos da sua obra redentora. O homem une-se a Cristo pela fé viva e pelos sacramentos da Igreja. Frutos da Redenção Fé viva : ninguém pode salvar-se sem a fé, que é o fundamento e a origem de qualquer justificação. A fé viva actua pela caridade, está acompanhada pelo arrependimento e por obras. Sacramentos : fazem-nos participar dos frutos da Redenção. Entre eles destacam-se o Baptismo (sem ele não há união com o nosso Salvador, nem vida sobrenatural, e é necessário para a salvação) e a Eucaristia (faz os fiéis que o recebem uma coisa com Ele, e comunica-lhes a vida eterna ).

5 4/8 Certamente Deus concede a todos os homens a graça que salva (dada por meio de Cristo no Es- pírito, e que tem relação com a Igreja). Mas des - conhecemos o modo como a graça chega aos não cristãos. É claro que cada um deles terá que acolher livremente esse dom divino para se salvar. Frutos da Redenção Efeitos da obra redentora de Cristo nos homens: 1 ) liberta-nos do pecado, quer quanto à culpa, quer quanto à pena, no que se refere tanto à alma, como ao corpo : da ignorância e da tristeza, da desordem das paixões, da dor e da morte ( purificação e caminho para a glória); 2 ) faz-nos participantes da vida divina e conseguiu-nos a vida eterna.

6 5/8 Outros efeitos da obra de Cristo: 1 ) reconciliação, comunhão e amizade com Deus; 2 ) renovação interior do homem novo pela participação da vida divina; 3 ) libertação da morte e ressurreição dos corpos. Frutos da Redenção Na reparação da vida da alma, dois aspectos: libertação do pecado pela Paixão, nova vida da alma pela Ressurreição de Cristo. Na reparação da vida corporal também: destruição da morte pela Morte de Cristo, nova vida do nosso corpo ou ressurreição pela Ressurreição de Cristo.

7 6/8 Frutos da Redenção A salvação é uma realidade principalmente escatológica : será completa quando Cristo reaparecer com glória no fim do mundo e todos os seus inimigos ficarem debaixo dos seus pés. Agora já alcançamos a salvação (o mundo já está salvo), conquanto ainda não seja completa. Agora já possuímos realmente a semente da vida eterna e, por isso, temos a certeza de receber os seus frutos em ple- nitude.

8 7/8 Frutos da Redenção Maria não só recebeu a mais perfeita participação dos frutos da salvação (sem pecado, cheia de graça, em corpo e alma no Céu), como também foi associada,de modo singular e eminente, à pessoa de Cristo e à sua obra redentora. É nossa Mãe na ordem da graça. É Mediadora na obra salvífica de Cristo, unida a seu Filho. E a Igreja não hesita em atribuir a Maria uma função assim subordinada ; sente-a até continuamente, e recomenda-a ao amor dos fiéis para que, apoiados nesta protecção maternal, se unam mais Lumen gentium 62 intimamente ao Mediador e Salvador ( Lumen gentium 62 ). Vai-se e volta-se a Jesus por Maria.

9 8/8 Ficha técnica Bibliografia Estes Guiões são baseados nos manuais da Biblioteca de Iniciação Teológica da Editorial Rialp (editados em português pela editora Diel) Slides Original em português europeu - disponível em inicteol.googlepages.com


Carregar ppt "1. Introdução ( 6 slides) 7. O mistério da Redenção (15 slides) 2. Natal (10 slides) 8. Mediador e cabeça ( 10 slides) 3. Encarnação (10 slides) 9. Mistérios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google