A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Causas e Prevenção Câncer. O câncer é a segunda doença que mais mata em nosso mundo. Essa enfermidade faz uma vítima a cada dois segundos, ou seja, 30.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Causas e Prevenção Câncer. O câncer é a segunda doença que mais mata em nosso mundo. Essa enfermidade faz uma vítima a cada dois segundos, ou seja, 30."— Transcrição da apresentação:

1 Causas e Prevenção Câncer

2 O câncer é a segunda doença que mais mata em nosso mundo. Essa enfermidade faz uma vítima a cada dois segundos, ou seja, 30 pessoas morrem por minuto, acometidas de câncer. Entre 5 pessoas que estão neste auditório, uma está desenvolvendo a doença e não sabe.

3 Em todo o mundo, o câncer é responsável por 27,63% do total de óbitos; e a cada ano atinge pelo menos 9 milhões de pessoas, segundo dados da Organização Mundial de Saúde. No Brasil, o câncer é a terceira causa de morte, com 11,84% do total de óbitos. Enquanto no resto do mundo a doença está na segunda colocação. O Brasil, portanto, é o único pais do Ocidente onde a taxa de mortandade pelo câncer é menor, especialmente no Nordeste. O Brasil é um país tropical onde se produz muita variedade de frutas e vegetais, cujos alimentos previnem o desenvolvimento de células cancerosas.

4 O câncer, segundo recente pesquisa desenvolvida pela ciência médica, é a reunião de mais de 100 doenças caracterizadas pelo desenvolvimento de células mutantes. O organismo humano é composto de 50 mil bilhões, ou seja, 50 trilhões de células, que se juntam formando órgãos, ossos e tecidos. Cada célula age como se tivesse inteligência própria. Elas se conhecem e sabem suas funções e o lugar exato que ocupam dentro do corpo. Por conta de o organismo ser agredido por radicais livres gerados por erros alimentares e pelo estresse, algumas células se tornam rebeldes, individualistas e egoístas. Pensam somente em si e resolvem seguir seus próprios caminhos, resultando em formação de tumores.

5 O organismo reconhece as células rebeldes como inimigas e passa a travar uma batalha mortal. Se o sistema de defesa está fortalecido ou preparado para destruir as células cancerosas, haverá sucesso; caso contrário, todo o corpo será destruído pelo câncer. Todo portador de câncer têm aftas, isto porque o seu sangue é acidificado. A acidificação do sangue altera a estrutura genética (DNA) das células facilitando o desenvolvimento de um câncer. O médico alemão (foto), Otto Heinrich Warburg ( ), foi o primeiro a descobrir a causa primária do câncer. Ele assegurou que o câncer é a conseqüência de uma alimentação antifisiológica, ou seja, antinatural, associada a um estilo de vida sedentária, que resulta em acidez do sangue e, conseqüentemente, a expulsão do oxigênio das células vitais do organismo. "Os tecidos cancerosos são ácidos, enquanto os tecidos saudáveis são alcalinos, explica ele. Observação: No ano de 1931 Dr. Otto recebeu o prêmio Nobel de Medicina, por descobrir a CAUSA PRIMÁRIA DO CÂNCER.

6 O aparecimento de aftas, na forma de bolhas, indica que você tem um sangue ácido, com predisposição a desenvolver, em seu organismo, algum tipo de câncer. A acidificação do sangue contribui para o desenvolvimento de células cancerosas. Contudo, o câncer tem cura se tratado a tempo, e tratar pelo meio natural, sem agredir o organismo. O importante não é eliminar o tumor canceroso, mas, sim, a causa do tumor; pois, o tumor não é a doença; é apenas o sintoma da doença. A doença está no sangue acidificado. Portanto, o sangue é que deve ser tratado para se obter a cura!

7 Os Agentes causadores de câncer

8 Segundo o Instituto Nacional de Câncer, as causas da doença são variadas, podendo ser externas ou internas ao organismo, estando ambas inter-relacionadas. As causas externas relacionam-se ao meio ambiente e aos hábitos ou costumes próprios de um ambiente social e cultural. As causas internas são, na maioria das vezes, geneticamente pré-determinadas, e estão ligadas à capacidade do organismo de se defender das agressões externas, como poluição ambiental e trabalho estressante.

9 As causas de câncer estão relacionadas a tabagismo, hábitos alimentares errados, alcoolismo, relações sexuais indevidas, uso de alguns medicamentos, fatores ocupacionais e radiação solar. E, para prevenir a doença, deve-se evitar o uso de leite de vaca, queijo em excesso, gorduras de origem animal especialmente as produzidas pelas carnes de porco e bovina, frango e ovos de granja, além de refrigerantes, fumo, álcool e medicamentos receitados em tratamentos de reposição hormonal.

10 As terapias empregadas para o combate ao câncer são altamente agressivas ao organismo humano. Infelizmente, a Medicina moderna continua atrasada na questão do combate ao câncer. O tratamento aplicado ainda é o mesmo criado pelos médicos de Adolf Hitler, um pouco antes da Segunda Guerra Mundial, que é a quimioterapia, além da radioterapia e a cirurgia. A imunoterapia e a hormonioterapia são tratamentos mais modernos, mas, não levam à cura, porque não tem como finalidade a desacidificação ou purificação do sangue.

11 Cerca de 90% dos tumores são tratados com antiblásticos, o que faz da quimioterapia um modismo da Medicina Científica. Este tratamento consiste na administração de quimioterápicos, que constituem um grupo de aproximadamente 300 drogas reunidas que atuam ao nível celular, visando impedir o crescimento das células mutantes. Todavia, essas drogas matam os tecidos sadios, ao tempo em que provoca metástase, espalhando pelo corpo inteiro as células cancerosas, dando uma falsa sensação de cura com a redução do tumor.

12 Fator Hereditário São raros os casos de cânceres que se devem exclusivamente a fatores hereditários, familiares e étnicos, apesar de o fator genético exercer um importante papel na oncogênese. Um exemplo são os indivíduos portadores de retinoblastoma (tumor de retina que ataca somente crianças) que, em 10% dos casos, apresentam histórico familiar deste tipo de tumor.

13 Os dez tipos de Câncer mais comuns e seus sintomas

14 1 – Anal Tumor que se desenvolve no canal e bordas externas do ânus. Os que ocorrem no canal interno são mais freqüentes entre as mulheres. Já os que surgem nas bordas do ânus são mais comuns no homem. O câncer anal é raro e representa de 1 a 2% de todos os tumores do cólon, e de 2 a 4% de todos os tipos de câncer que acometem o intestino grosso.

15 Causas e Sintomas O grupo mais predisposto a ter câncer anal são pessoas que consomem gorduras em excesso, além de fumantes, pessoas com história de fístula anal, e as infectadas pelo HPV e com feridas no ânus. Alterações de hábitos intestinais e presença de sangue nas fezes são razões para consultar o médico. O sintoma mais comum é o sangramento anal durante a evacuação associado à dor na região do ânus. - Outros sinais de alerta são coceira no ânus, ardor, secreções incomuns, feridas na região anal e incontinência fecal (impossibilidade para controlar a saída das fezes). Estimativa de novos casos: 539 em homens e em mulheres (2012) Número de mortes: 233, sendo 71 homens e 162 mulheres (2009)

16 2 – Boca e Lábios É o câncer que afeta lábios e o interior da cavidade oral. Dentro da boca devem ser observados gengivas, mucosa (bochechas) palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas), assoalho (região embaixo da língua) e amígdalas. O câncer do lábio é mais comum em pessoas brancas e ocorre mais freqüentemente no lábio inferior.

17 Causas e Sintomas O cigarro e as bebidas alcoólicas, principalmente destiladas, são agentes causadores desse tipo de câncer. Escovar os dentes cinco vezes/dia; ajustar bem as próteses e aparelhos dentários; e não utilizar enxaguante bucal com álcool na fórmula, que provoca irritações. O câncer bucal pode se manifestar sob a forma de feridas na boca ou no lábio que não cicatrizam em uma semana. Outros sintomas são ulcerações superficiais, com menos de 2 cm de diâmetro, indolores (podendo sangrar ou não), manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na parte interna da boca, caroços, inchaços, áreas de dormência, sangramento sem causa conhecida e dor na garganta que não melhora. Em estágio avançado da doença, pode surgir dificuldade para falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e caroço no pescoço. Estimativa de novos casos: , sendo homens e mulheres (2012) Número de mortes: 6.214, sendo homens e mulheres (2009)

18 3 – Cólonretal O câncer colonretal abrange tumores que acometem um segmento do intestino grosso (o cólon) e o reto. Grande parte desses tumores se inicia a partir da formação de pólipos, lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso. Uma maneira de prevenir o aparecimento dos tumores seria a detecção e a remoção dos pólipos antes de eles se tornarem malignos.

19 Causas e Sintomas Pessoas que não usam alimentos com fibras, nem consomem frutas nem verduras, além de portadoras de anemia de origem indeterminada e que apresentem suspeita de perda crônica de sangue em exames de sangue, são predispostas a esse tipo de câncer. Se ocorre mudança no hábito intestinal (diarréia ou prisão de ventre), desconforto abdominal com gases ou cólicas, sangramento nas fezes, sangramento anal e sensação de que o intestino não se esvaziou após a evacuação são sinais de alerta. - Também pode ocorrer perda de peso sem razão aparente, cansaço, fezes pastosas de cor escura, náuseas, vômitos e sensação dolorida na região anal, com esforço ineficaz para evacuar. Diante desses sintomas, faça um exame médico. Estimativa de novos casos: , sendo homens e mulheres (2012) Número de mortes: , sendo homens e mulheres (2009) Atenção: As informações neste slide pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança.

20 4 – Colo do Útero É o segundo tumor mais freqüente na população feminina, atrás apenas do câncer de mama, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer, no Brasil. Anualmente, faz vítimas fatais e apresenta novos casos a cada ano. Cerca de 44% dos casos de câncer de colo do útero são de lesão precursora chamada in situ. Esse tipo de lesão é localizada, tendo como causa relações sexuais indevidas ou posições inadequadas em que o pênis força o colo uterino. Mulheres diagnosticadas precocemente, se tratadas adequadamente, têm praticamente 100% de chance de cura.

21 Causas e Sintomas A alteração que pode levar a esse tipo de câncer é a infecção pelo papiloma vírus humano, o HPV. Por ser causado por esse vírus, e pode ser prevenido facilmente com o uso de camisinha durante as relações sexuais. Mas, a principal causa são as relações sexuais indevidas. É uma doença de desenvolvimento lento que pode aparecer sem sintomas, em fase inicial, e evoluir para quadros de sangramento vaginal intermitente ou após a relação sexual e, também, secreção vaginal anormal e dor abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais nos casos mais avançados. Estimativas de novos casos: (2012) Número de mortes: (2009)

22 5 – Esôfago No Brasil, o câncer de esôfago (tubo que liga a garganta ao estômago) figura entre os dez maiores incidentes, sendo mais comum entre as mulheres. O tipo de câncer de esôfago mais freqüente é o carcinoma epidermóide escamoso, responsável por 96% dos casos. Outro tipo, o adenocarcinoma, que vem aumentando significativamente.

23 Causas e Sintomas Uma das causas é o uso de alimentos quentes associados com frios. Na sua fase inicial, o câncer de esôfago não apresenta sinais. Porém, com o progresso da doença, alguns sintomas são característicos, como dificuldade ou dor ao engolir, dor retroesternal (atrás do osso do meio do peito), dor torácica, sensação de obstrução à passagem do alimento, náuseas, vômitos e perda do apetite. Na maioria das vezes, a dificuldade de engolir (disfagia) já sinaliza doença em estado avançado. A disfagia progride de alimentos sólidos até pastosos e líquidos. A perda de peso pode chegar até 10% do peso corporal. Estimativa de novos casos: , sendo homens e mulheres (2012) Número de mortes: 7.148, sendo homens e mulheres (2009)

24 6 – Estômago Também denominado de câncer gástrico, os tumores do estômago registram alta mortalidade na América Latina, principalmente na Costa Rica, Chile e Colômbia. Porém, o maior número de casos ocorre no Japão, onde são encontrados 780 doentes por habitantes. No Brasil, esses tumores aparecem em terceiro lugar na incidência entre homens e em quinto, entre as mulheres. No resto do mundo, dados estatísticos revelam declínio da incidência, especificamente nos Estados Unidos, Inglaterra e outros países mais desenvolvidos.

25 Causas e Sintomas Causado pelo uso de gorduras de origem animal e alimentos ácidos, não há sintomas específicos do câncer de estômago. Porém, alguns sinais como perda de peso e de apetite, fadiga, sensação de estômago cheio, vômitos, náuseas e desconforto abdominal persistem, e podem indicar gastrite, úlcera etc., ou mesmo tumor de estômago. Quando o exame físico está sendo realizado, o paciente com câncer pode sentir dor abdominal no momento em que o estômago é palpado. Massa palpável na parte superior do abdômen, aumento do tamanho do fígado e presença de íngua na área inferior esquerda do pescoço e nódulos ao redor do umbigo indicam estágio avançado da doença. Sangramentos gástricos são incomuns em lesões malignas, entretanto, o vômito com sangue ocorre em cerca de 10 a 15% dos casos de câncer de estômago. Também podem surgir sangue nas fezes, fezes escurecidas, pastosas e com odor muito forte. Estimativa de novos casos: , sendo homens e mulheres (2012) Número de mortes: , sendo homens e mulheres (2009)

26 7 – Mama Na condição de o segundo tipo mais freqüente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estádios avançados. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nas décadas de 60 e 70 registrou-se um aumento de 10 vezes nas taxas de incidência ajustadas por idade nos Registros de Câncer de Base Populacional de diversos continentes.

27 Causas e Sintomas O uso contínuo de leite de vaca e o consumo de frango de granja, como também de peixes criados com ração e fezes de porco, podem fazer surgir alterações na pele que recobre a mama feminina, inclusive no mamilo, com aspecto semelhante a casca de laranja. Secreção sanguinolenta no mamilo também é um sinal de alerta. O sintoma do câncer palpável é o nódulo (caroço) no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Podem também surgir nódulos palpáveis na axila. Estimativa de novos casos: (2012) Número de mortes: , sendo mulheres e 125 homens (2009)

28 8 – Próstata No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não- melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. Sua taxa de incidência é cerca de seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

29 Mais do que qualquer outro tipo, o câncer de próstata é considerado uma doença da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos, no mundo, ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência, no Brasil, pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida. Causas e Sintomas Uma das causas do surgimento do câncer de próstata é o uso de gorduras de origem animal, além do consumo de frangos de granja. Em sua fase inicial, o câncer de próstata tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite). Na fase avançada, pode provocar dor óssea ou na região sacro- lombar, e infecção generalizada, ou insuficiência renal. Estimativa de novos casos: (2012) Número de mortes: (2010)

30 9 – Pulmão É o mais comum de todos os tumores malignos, apresentando aumento de 2% por ano na sua incidência mundial. No Brasil, foi responsável por mortes em 2008, sendo o tipo que mais fez vítimas. Altamente letal, a sobrevida média cumulativa total em cinco anos varia entre 13 e 21% em países desenvolvidos e entre 7 e 10% nos países em desenvolvimento. No fim do século XX, o câncer de pulmão se tornou uma das principais causas de morte evitáveis.

31 Causas e Sintomas A principal causa de câncer do pulmão é o uso de cigarro. Em 90% dos casos diagnosticados, o câncer de pulmão está associado ao consumo de derivados de tabaco. O consumo de churrasco é outro fator da doença. Os sintomas mais comuns do câncer de pulmão são a tosse e o sangramento pelas vias respiratórias. Nos fumantes, o ritmo habitual da tosse é alterado e aparecem crises em horários incomuns para o paciente. Pneumonia de repetição, também, pode ser a manifestação inicial da doença. Estimativas de novos casos: , sendo homens e 9.830, mulheres (2012); Número de mortes: , sendo homens e 7.480, mulheres (2010)

32 10 – Pele O tipo de câncer mais comum no mundo. No Brasil, 120 mil pessoas são diagnosticados por ano. O crescimento de pintas no corpo pode ser o melanoma, um dos sintomas mais freqüentes e agressivos. Ao sinal de qualquer mancha diferente na pele, procure um dermatologista. Pele Melanoma - O melanoma cutâneo é um tipo de câncer de pele que tem origem nos melanócitos (células produtoras de melanina, substância que determina a cor da pele) e tem predominância em adultos brancos.

33 Causas e Sintomas A exposição prolongada ao sol entre 10 hs e 15 horas, é fator de câncer de pele. O melanoma pode surgir a partir da pele normal ou de uma lesão pigmentada. A manifestação da doença na pele normal se dá após o aparecimento de uma pinta escura de bordas irregulares acompanhada de coceira e descamação. O sol não é o vilão do câncer de pele como querem admitir os especialistas no assunto. Os verdadeiros vilões são as gorduras e a carne bovina cujos resíduos se acumular sob a pele e, o contato com os raios solares provoca o aquecimento da gordura saturada acumulada no tecido adiposo (a derme) advindo o tumor na forma de queimadura. Estimativa de novos casos: 5.930, sendo homens e mulheres (2012) Número de mortes: 1.303, sendo 749 homens e 554 mulheres (2009)

34 Saúde Total ou Cura Holística Evite gorduras de origem animal, além de alimentos industrializados e carnes de cadáveres, e beba água pura (não gelada). Viva em contato permanente com a Natureza, e respire ar puro a toda hora. Exponha-se ao sol nas primeiras horas do dia. Pratique exercício físico todas as manhãs, ao despertar, e mantenha uma dieta vegetariana. Mediante tais procedimentos, o câncer desaparecerá, porque estamos eliminando as causas da existência dessa enfermidade. Muito importante: Evite o stress e o excesso de trabalho; corrija seus erros alimentares e mude sua maneira errada de viver. Isto é o que chamamos de Medicina Holística no mais elevado sentido!

35 Naturoterapeuta Wilson Dias


Carregar ppt "Causas e Prevenção Câncer. O câncer é a segunda doença que mais mata em nosso mundo. Essa enfermidade faz uma vítima a cada dois segundos, ou seja, 30."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google