A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Redes Sociais e o Desenvolvimento Local Sustentável.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Redes Sociais e o Desenvolvimento Local Sustentável."— Transcrição da apresentação:

1 Redes Sociais e o Desenvolvimento Local Sustentável

2 As organizações sozinhas não podem desenvolver-se e nem promover o desenvolvimento. É preciso trabalhar em parceria, em rede. Como realizar parcerias? Como trabalhar em Rede? O que é Rede? Como realizar parcerias? Como trabalhar em Rede? O que é Rede? “Rede é um sistema que reúne pessoas e organizações de forma igualitária e democrática a fim de construir novos compromissos que beneficiem a vida das comunidades”. Tivemos que adotar um conceito

3 A rede é uma comunidade de projetos e alguns dos seus objetivos são: •Fortalecer os atores sociais para a defesa de suas causas •Fortalecer as organizações sociais por meio da implementação de projetos e formação de novos compromissos •Criar capital social, força política e reconhecimento dos demais setores •Aproximar e integrar os setores da sociedade por meio de planos e ações com vistas ao desenvolvimento local •Identificar e compartilhar todo tipo de recurso local que beneficie à própria comunidade

4 Tipos de Redes

5

6 Volta a novas proposições Como organizar-se em rede: Uma Metodologia Proposição Composição Novo Compromisso Ação Identificação Reunião Criação de um espaço comum (reuniões, encontros) O que fazemos? Como fazemos? Pontos Fortes e a melhorar Visão de mundo; Propostas a realizar Consenso dos objetivos comuns Proposta unificadora Definição de responsabilidades Implementação de Planos Planejamento das ações conjuntas 1º 6º 4º 5º 2º 3º Avaliação dos Resultados 7º

7 Diversidade  Convivência de causas e crenças diferentes  Busca da harmonia Cooperação  Agir solidariamente Horizontalidade  Relações estabelecidas num mesmo nível  Inexistência de hierarquia Igualdade  Opiniões tem o mesmo peso  Manutenção das diferenças e autonomia Integração  Ações compartilhadas Comprometimento  Efetiva participação  Respeito aos compromissos Transparência  Discussões com liberdade  Clareza nas posições  Interesse grupal Democracia  Respeito às regras estabelecidas  Liberdade de opinião  Participação Para trabalhar em rede é importante lidar com princípios de:

8 Dialogar é nobre, fazer política é nobre. Fazer política é dialogar com o outro e construir com o outro  Abrir questões  Mostrar  Estabelecer relações  Compartilhar idéias  Questionar/aprender  Compreender  Vê Interação partes/todo  Faz emergir idéias  Busca pluralidade  Fechar questões  Convencer  Demarcar posições  Defender idéias  Persuadir e ensinar  Explicar  Visa as partes em separado  Descarta idéias  Busca acordos  Fechar questões  Convencer  Demarcar posições  Defender idéias  Persuadir e ensinar  Explicar  Visa as partes em separado  Descarta idéias  Busca acordos Diálogo Discussão

9 M Quantas e que tipo de organizações existem na localidade? Quantas se dispõem a ouvir uma proposta?

10 M Quantos decidem trabalhar em rede?

11 M Fórum de Desenvolvimento Local Fórum: Dependência Qímica e Segurança Projetos: Natal em Familia Resgatando História Pesquisa Socioeconômica Campos Salles Projetos: Natal em Familia Resgatando História Pesquisa Socioeconômica Campos Salles Proposta Desenvolvi- mento Local Proposta Desenvolvi- mento Local Como trabalhar diferentes projetos? Uma forma, organizando-se em subgrupos

12 Programa de Desenvolvimento Local A idéia central de desenvolvimento é passar de uma configurada situação para outra melhor, planejada por uma visão coletiva, integrada com todos os setores da sociedade e todos os ativos de uma comunidade, e que gere crescimento econômico, promova o desenvolvimento social e preserve o meio ambiente levando em conta as gerações futuras. O que é? Um programa que visa melhorar as condições de vida e de convívio social de uma localidade.

13 Somente haverá desenvolvimento se houver organização em rede, que cria capital social e força política Crescimento é diferente de desenvolvimento Desenvolvimento implica em crescimento econômico que beneficie as pessoas e sociedade e preserve meio ambiente O processo de desenvolvimento não é somente econômico e sim integrado com todos os segmentos sócioeconômicos Algumas crenças sobre desenvolvimento

14 Segundo Putman quanto maior organização de uma sociedade, maior capital social, maior civismo

15 Quanto mais civismo numa localidade, melhor é o o seu desempenho econômico, social e ambiental DESTAQUE Campos Tures Região de Trentino – Alto Adige. Provincia de Bolzano 5 mil habitantes. Estende-se por uma área de 164 km², com uma densidade populacional de 30 hab/km².km²

16 Campos Tures Um exemplo Desenvolvimento Regional Sustentável Visão do Projeto 20 anos: Ser autosustentáveis em energia

17 Hidroelétrica para a região, mas preservando a natureza 3 Hoteis aproveitaram o curso do rio para criar pequena hidroelétrica

18 Não havia competitividade para fazer placas de energia solar. Optaram por pesquisar e comprar os componentes mais baratos no mundo Hoje fornecem o produto para a região e para toda Europa

19 Projeto Biogás - Cooperativa O cooperado faz recolhimento do estrume da vaca e recebe em troca energia e adubo

20 Centro de Inovação e Tecnologia Para construção de casas e edifícios sustentáveis

21 Como fazer? 1.Planejamento (Município) Plano Estratégico de Desenvolvimento Local 2. Planejamento (Bairros) = Em torno da Empresa Plano de Ação Local

22 Metodologia de Indução ao Desenvolvimento Local

23

24  Enchentes  Visão de Futuro: Lazer  Jardim de Turia. O JARDIM DE TURIA Um exemplo de Desenvolvimento - Cidade de Valência - Espanha

25  Em 1957 elaboraram-se tres propostas para solucionar o problema: 1.Pequeño desvio do rio 2.Melhoria do traçado; 3.Criar traçado totalmente novo (mudar o traçado do rio  Embora a opção 3 era a mais cara e dificil de executar, os intereses das construtoras da êpoca e as “forças vivas locais” presionaran para que se realiza-se a 3a a mais cara mas que traria um novo espaço de lazer à cidade. Chamada ”La Gran Riada de Valencia” Uma grande inundação ocorre na cidade de Valência em 1957 e o governo decide criar um Plano

26 Execução do Plano  Em 1961 definem-se as diretrizes e o financiamento do Plano Um dos detalhes :durante o tempo da duração das obras todas as cartas e pacotes postais levariam um selo extra (a custo de 25 céntimos de peseta) para ajudar a financiar a obra  Em 1965 iniciam as obras e em 1969 terminam as obras do desvio

27 Visão de Futuro do Projeto: 16 anos 57 a 73  Em 1973 finalizam-se as obras do reordenamento urbano. construção do Jardim, avenidas e 10 pontes das quais 3 são para a linha ferrea e 7 avenidas.

28 O Jardim de Turia tem 9 Km de extensão e puro lazer

29 E o final dele leva a um grandioso espaço cultural, de eventos, museus e a mais puro lazer

30

31 Uma Experiência no bairro Jardim Aeroporto – cicade de LImeira • O bairro tem mais de 20 anos; • Surge sem planejamento urbano; • Destaque para existência de uma área de preservação ambiental e a degradação da área das lagoas • A Associação de Moradores surge em 1992 que a partir de com apoio de 2004 passa a contar com apoio de pequenas e médias empresas locais;

32 Bairro Jardim Aeroporto – Limeira - São Paulo 2004

33 A Comunidade decide ocupar o espaço e surge o Projeto Ecoatividade Em 2006 o projeto passa a integrar escola, comunidade e atores sociais, onde todos são convidados a discutir e a repensar a relação homem e meio ambiente. O Projeto idealizado pela Comunidade tinha como foco principal: “ Pensar Global e Agir Local”.E, tem início em 2004, com a participação de diversos setores da sociedade.

34 ECOATIVIDADE: Evento anual reúne pessoas em 2009 Projeto Arvorização do Lago Projeto Arvorização do Lago Projeto Lazer para crianças Projeto Lazer para crianças

35 Com recursos da própria comunidade realizam-se atividades físicas Culturais ECOATIVIDADE: Evento anual reúne pessoas em 2009

36 2005 LIXO 2009 Lago Recuperado

37 Sustentabilidade é desenvolvimento sistêmico dos fatores econômicos, ambientais, sociais, políticos e culturais Sociais: Saúde Educação Cultura Sociais: Saúde Educação Cultura Ambiental Econômica Praticar Políticas Públicas • Outras dimensões são possíveis. Setores articulados para o desenvolvimento. Setores articulados para o desenvolvimento

38 Para desenvolver uma comunidade é preciso despertar o empreendedorismo individual e coletivo, incentivar a cooperação, estimular as redes e aprofundar a democracia. Augusto de Franco

39 Desafios em rede •Ajudar indivíduos e equipes a fazerem a travessia rumo ao futuro •Inspirar as pessoas a se sentirem bem com o que fazem e a se sentirem integradas às ações que realizam  COMPANHIA Do latim CUM, PAN, IA que significava vão com o mesmo pão Aquele(a) que reparte o pão com você em direção ao futuro  Daí surgem as expressões companhia marítima, companhia comercial, companheiro, companheira..... CUM, PAN, IA = REDE •Fonte: Mario Sergio Cortella Do livro: Qual é a tua obra?

40 Metodologias de redes e de desenvolvimento local Isto é o que queremos compartilhar......com empresas, governos e sociedade civíl organizada Telefone


Carregar ppt "Redes Sociais e o Desenvolvimento Local Sustentável."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google